Problemas de gestação

Por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?

 
Cristina Pascual
Por Cristina Pascual, Veterinária. 16 novembro 2022
Por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?
Porquinho-da-índia

Ver fichas de  Porquinho-da-índia

Mesmo que seja algo desconhecido para muitos tutores, os porquinhos-da-índia e outras muitas espécies animais podem chegar a comer seus filhotes depois do parto. Embora possa parecer um ato cruel e desumano para nós, o fato é que sempre existe um motivo por trás que justifique.

Quer saber a causa para esta ação? Se você deseja descobrir, não perca esse artigo do PeritoAnimal em que explicaremos por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes.

Também lhe pode interessar: Por que as gatas comem seus filhotes?

Índice

  1. Os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?
  2. Por que os porquinhos-da-índia podem comer seus filhotes?
  3. O que fazer quando um porquinho-da-índia tem filhotes?
  4. Como evitar que os porquinhos-da-índia comam seus filhotes?

Os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?

Como adiantamos, sim, os porquinhos-da-índia podem comer seus filhotes, mas não necessariamente todos e nem sempre. De fato, como veremos, não é tão comum nesta espécie como em outras (por exemplo, nos hamsters).

Para as pessoas, o fato de que os animais comam suas próprias crias pode parecer um ato desumano e autodestrutivo, que inclusive parece ir contra com a própria teoria evolutiva. No entanto, o que se conhece como canibalismo puerperal (morte e ingestão das crias) sempre tem uma razão importante que o justifica, que nada tem a ver com a crueldade.

Por que os porquinhos-da-índia podem comer seus filhotes?

O canibalismo puerperal nos roedores pode estar associado a:

  • A ingestão de filhotes que nascem mortos ou morrem pouco depois do parto.
  • A morte e ingestão de filhotes que nasceram vivos.

Em qualquer dos casos, o motivo deste canibalismo não é outro além da sobrevivência:

  • A ingestão dos filhotes que nascem mortos segue a necessidade de eliminar qualquer resto que poderia atrair possíveis predadores e colocar em perigo o restante da ninhada e a mãe.
  • Comer filhotes vivos nos pode parecer a princípio uma aberração, posto que supõe a morte de animais saudáveis. No entanto, também possui uma causa que justifica isso. Uma alimentação insuficiente ou de má qualidade impedirá que a fêmea produza leite suficiente para alimentar toda a ninhada. Quando a fêmea percebe que seu filhote sofre por isso, é possível que decida sacrificar os mais frágeis para assegurar a sobrevivência dos demais.
  • O estresse também pode ser uma causa que desencadeie o canibalismo puerperal. As fêmeas submetidas a um estresse elevado podem devorar suas crias ao considerar que o ninho não é seguro para ajudar a formação da próxima ninhada.

No entanto, embora o canibalismo puerperal em porquinhos-da-índia seja possível, o certo é que é algo extremamente raro nesta espécie. Isto se deve, fundamentalmente, aos filhotes dos porquinhos-da-índia nascerem muito desenvolvidos. Seu tamanho é consideravelmente grande em comparação com o de sua progenitora e, além disso, nascem totalmente cobertos de pelos. É por isso que a ingestão dos filhotes pode ser algo complicado para elas.

O que fazer quando um porquinho-da-índia tem filhotes?

Agora que você sabe por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes é importante que conheça as medidas que deve considerar antes do nascimento. A gestação dos porquinhos-da-índia é relativamente longa, especificamente oscila entre os 58 e os 75 dias. Durante este período, é fundamental que um veterinário realize um acompanhamento da mãe e dos filhotes para assegurar sua saúde e bem-estar. Um parto em casa somente será viável se os controles realizados na gestação indicam que, a princípio, não existem riscos. Além disso, deverá considerar o seguinte:

  • Prepare um ninho. Para o parto, é importante que os porquinhos-da-índia disponham de um refúgio onde possam se resguardar, pois preferem parir intimamente. Os machos devem ter sido separados da mãe antes do dia 50 da gestação, no entanto, as fêmeas podem permanecer durante toda a gestação e o parto (sempre que tenham boa relação com a mãe). Neste outro artigo falamos dos Cuidados com um porquinho-da-índia fêmea grávida.
  • Certifique-se da temperatura. Na hora do parto, a temperatura ambiente deve ser de 18-24 ºC para assegurar o conforto térmico da mãe e dos filhotes. Em condições normais, o parto dos porquinhos-da-índia é muito rápido. Em somente uns 30 minutos todos os filhotes são expulsos, com um intervalo de 2 a 5 minutos entre cada filhote. Durante este período, é importante não manipular nem incomodar a mãe de forma alguma.
  • Ajude somente quando necessário. Imediatamente após cada expulsão, a mãe limpa os filhotes e ingere sua placenta. Sempre que ela seja capaz e o faça adequadamete (sem machucar os filhotes), é importante deixar que o faça por si mesma. Quando nascerem vários filhotes seguidos, é possível que a mãe não consiga limpar todos. Neste caso, devemos pegar o filhote com uma toalha de algodão limpa (ao invés de fazer isso diretamente com as mãos) e retirar o saco amniótico com delicadeza usando a própria toalha.

Diante de qualquer complicação, é importante chamar um profissional especialista e seguir passo a passo suas indicações. É recomendável ter um meio de transporte preparado para a mãe e os filhotes, para caso seja necessário um deslocamento de urgência para uma clínica veterinária.

Como já mencionamos, os filhotes dos porquinhos-da-índia nascem muito desenvolvidos. São animais muito precoces, que nascem com olhos abertos, pelos e dentição completamente formada. Além disso, em poucos minutos, são capazes de caminhar e correr normalmente. Assim, iniciam a ingestão de comida sólida 3 dias após o nascimento, por isso é necessário que tenham acesso à alimentos sólidos. No entanto, como mamíferos que são, necessitam de um período de lactação de 3-4 semanas após o parto. Durante esse tempo, é fundamental que a ninhada permaneça com sua mãe.

Com relação à mãe, não devemos esquecer que uma alimentação adequada e um ambiente tranquilo durante a gestação, o parto e a lactação serão fundamentais para prevenir o canibalismo puerperal.

Como evitar que os porquinhos-da-índia comam seus filhotes?

Como já mencionado, o canibalismo não é uma prática comum entre os porquinhos-da-índia. No entanto, existem determinados fatores que podem desencadeá-lo, por isso, é importante levar em consideração as seguintes medidas preventivas:

  • Retirar imediatamente os filhotes que nasceram mortos ou que morreram logo após o parto.
  • Uma dieta equilibrada é essencial para evitar esse problema. Assegurar uma alimentação em quantidade e qualidade adequada durante a gestação e lactação evitará, quase totalmente, o canibalismo puerperal nos porquinhos-da-índia.
  • Evitar o estresse dos porquinhos-da-índia durante a gestação, no parto e lactação. Devemos evitar o máximo possível incomodar a fêmea e proporcionar a ela um lugar tranquilo e adequado para a criação da ninhada.

Mesmo assim, tenha em mente que logo deverá procurar famílias responsáveis para a adoção dos porquinhos-da-índia quando forem desmamados. Por isso, recomendamos pensar na opção de castração quando convivem no lar fêmeas e machos.

Agora que você já sabe por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes, recomendamos a leitura na qual explicamos por que as gatas comem seus filhotes, algo ainda mais comum que com os porquinhos-da-índia.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de gestação.

Bibliografia
  • Romairone, A. (2011). Canibalismo puerperal I.
  • Romairone, A. (2008). Canibalismo puerperal II.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Por que os porquinhos-da-índia comem seus filhotes?