Partilhar

Playground para cachorro - exemplos e cuidados

 
Por Aerton Guimarães. 29 setembro 2020
Playground para cachorro - exemplos e cuidados

Ver fichas de  Cachorros

Um estudo divulgado no início de 2020 pela Universidade de Helsinque, na Finlândia, mostra que há um número cada vez maior de cachorros com ansiedade. Foram feitos testes em mais de 13.700 cães no país e o resultado foi que 72,5% dos pets apresentaram transtornos ligados ao estresse[1].

Entre as principais razões para isso, segundo o estudo, estão o comportamento dos próprios tutores - que transmitem o estresse do dia a dia para os seus animais de estimação - e também o excesso de barulho nas cidades.

A melhor maneira de combater o estresse no cachorro é por meio da prática de exercícios e lazer. E é por isso que neste artigo do PeritoAnimal a gente vai falar sobre playground para cachorro - exemplos e cuidados, uma boa opção de lazer e socialização para o seu melhor amigo. Vamos contar também em quê você deve ficar atento antes de levar o seu cachorro a um parque desses e também outras dicas de práticas saudáveis para o seu pet! Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Canicross: o que é e como praticar

Playground para cachorro

Playgrounds para cachorros estão cada vez mais na moda. Além de espaços a céu aberto, alguns shoppings do país estão criando parques caninos para que os nossos amigos peludos possam se divertir. O principal objetivo é promover a socialização do pet e, claro, estimulá-lo a praticar exercícios e gastar energia.

Na Europa e nos Estados Unidos, é muito comum encontrar pequenas áreas demarcadas dentro de grandes parques exclusivamente para a diversão dos cachorros. Em alguns deles, há, inclusive, a separação para cachorros filhotes e outro para os adultos por meio de grades, o que tem se tornado cada vez mais comum em grandes cidades aqui também no Brasil.

O primeiro playground para cachorro dos Estados Unidos surgiu em 1979, na Califórnia[2]. De lá pra cá e com muita criatividade, têm surgido diferentes parques.

O playground para cachorro nada mais é que um parque compartilhado destinado para brincadeiras caninas. Normalmente são espaços públicos e sem restrições para raça ou porte, o importante é que os animais estejam saudáveis e saibam lidar com a companhia de outros pets. Além disso, é preciso ficar atento à segurança dos brinquedos para se certificar de que eles não oferecem nenhum risco ao seu cachorro.

Usualmente, esses parques são delimitados por grades e contam apenas com um portão de entrada, para evitar fugas por outros pontos possíveis. Mas muitas pessoas também estão montando playgrounds até mesmo no quintal de casa. Vamos ver algumas fotos com diferentes exemplos?

Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Playground para cachorro

Projetos elaborados

Há algumas ideias bem elaboradas, de piscina para cachorros, a plataformas de madeira que unem diferentes equipamentos.

Adaptações

Alguns playgrounds podem ser feitos com objetos bem conhecidos, como pneus ou cestos. O objetivo, lembre-se, é proporcionar diversão para o cachorro.

Grandes áreas

Ao montar um playground para cachorro, o ideal é colocar cada equipamento com uma distância mínima entre eles para que o cachorro tenha espaço suficiente para correr.

Saúde

A prática de exercícios em espaços como este é importante para garantir a saúde do seu amigo peludo.

Interação

A interação entre os cachorros é um dos objetivos dos playgrounds.

Cuidados necessários em um playground para cachorros

A prática de exercícios faz muito bem não só para você, mas também para o seu cachorro. E os nossos amigos peludos exigem cuidados diferentes de saúde, alimentação, higiene e atividade física de acordo com seu estágio de vida. Enquanto um animal mais idoso precisa compensar a perda de massa muscular e a redução do metabolismo, um filhote de cachorro precisa assegurar o desenvolvimento ideal de seu corpo e fortalecer seu sistema imunológico para alcançar a idade adulta com boa saúde.

No entanto, antes de levar seu filhote para exercícios e caminhadas ao ar livre, é essencial que esteja tudo certo com o calendário de vacinação dele e consultar um veterinário sobre o estado de saúde do pet para garantir que ele esteja em forma.

Se estiver tudo bem, seu cachorro estará feliz e pronto para descobrir um novo mundo com você. Mas você deve pensar em uma preparação física lenta e gradual. Portanto, o ideal é começar com atividades suaves e de baixo impacto, como caminhadas curtas intercaladas com períodos de descanso.

Mas o playground para cachorros não é apenas um espaço para a prática de exercícios, mas principalmente, de socialização com outros animais. E é justo neste aspecto que especialistas reforçam que é preciso tomar alguns cuidados.

De acordo com o presidente da Associação de Treinadores Profissionais de Cachorros dos Estados Unidos, Nick Hof, em entrevista ao New York Times [2]o playground para cachorros não é um lugar seguro para os peludos que têm menos de 1 ano de idade. Nesses primeiros 12 meses de vida o filhote é mais sensível às experiências e o convívio com tantos animais mais velhos pode ser prejudicial a ele, podendo afetar sua insegurança. Afinal de contas, em teoria os cachorros adultos já passaram por todas suas experiências de socialização formativa e, assim, o ideal é estimular a interação do seu filhote com outros filhotes. Você pode se interessar pelo artigo o que ensinar a um filhote no primeiro ano.

Além da preocupação com os filhotes, há outros itens que requerem sua atenção antes de levar seu cão a um playground para cachorros:

1. Vacinação

Lembre-se que seu cachorro deve estar vacinado e com o calendário de vacinas atualizado. Isso é importante tanto para a própria proteção como para evitar contagiar outros animais. Se ele não estiver imunizado, ele pode tanto transmitir como contrair doenças.

2. Coleira

A coleira de identificação é fundamental. Certifique-se de colocar um contato seu atualizado.
Interagir com outros cachorros requer atenção redobrada em relação a vermes e parasitas. Só leve seu cachorro a um playground se ele estiver com todos os remédios em dia, como o de carrapatos e pulgas.

3. Cadela no cio

Outra situação problemática que é melhor evitar é levar sua cadela quando está no cio. Isso pode causar bastante desconforto e até brigas, então o playground não é uma opção para esses períodos.

4. Integração

Se seu cachorro não é muito adepto da interação social com outros animais e pode representar algum perigo aos demais cães, você já sabe. É melhor evitar essas aglomerações e tentar estimular o convívio social pouco a pouco.

5. Olhos no pet!

Se distrair em um playground de cachorro é muito comum. Normalmente os tutores ficam conversando entre si enquanto os pets se divertem. Mas é bom ficar atento a tudo que eles estão fazendo e estar preparado para agir rapidamente se for necessário. Evite ficar mexendo no celular.

6. Água

Não se esqueça de levar água para o seu cachorro, depois de tanto esforço e muita energia gasta, ele certamente vai querer se refrescar e precisa se manter hidratado

Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Cuidados necessários em um playground para cachorros

Como fazer um playground para cachorro

Se você ou não tem tempo para levar seu cachorro a um playground para cachorro ou ele não é lá tão sociável, que tal levar o parque até o seu quintal? Há coisas simples que podem ser feitas e muitos materiais que você já tem podem ser reaproveitados.

Muitos playgrounds públicos podem não possuir brinquedos capazes de incentivar o estímulo mental e uma socialização adequada. E na grande maioria das nossas cidades essa opção nem existe. Embora seu cão possa estar perfeitamente feliz brincando no seu quintal de casa, transformar uma parte dele em um mini-parque para cachorros pode oferecer muita diversão não só a ele, mas a você com comodidade e segurança.

Construindo seu próprio playground para cachorro

Há uma série de coisas que você deve considerar quando se trata de construir um playground para cachorro no seu quintal:

1. Localização

Antes de tudo, a localização. Considere o espaço total e o layout de seu quintal. Você provavelmente não quer que a área de recreação inclua seus jardins de flores ou o pátio onde você faz o seu churrasco. Ao mesmo tempo, deve ser em um local onde você possa ficar de olho no cachorro se o deixar sair sozinho. Depois de avaliar tudo isso, provavelmente você verá que a melhor opção é montar o playground em um pátio lateral, que seja acessível mas separado da área de convivência familiar ao ar livre.

2. Espaço

É uma boa ideia pensar sobre o espaço do ponto de vista de seu cachorro, ou seja, deve haver muito espaço para ele correr, pular e brincar. Obstáculos e equipamentos não devem ser colocados muito próximos uns dos outros. Considere se há algo no espaço que possa ser perigoso para seu cão, como plantas venenosas ou algo como um ponto fora dos limites onde ele possa ser tentado a escavar.

3. Diversão e conforto

Lembre que o playground deve ser divertido, seguro e confortável para seu cachorro. Com isso em mente, aqui estão algumas coisas que você pode querer incluir:

  • Uma casa para cachorro ou uma área sombreada onde ele possa escapar dos obstáculos.
  • Uma cama para cachorro ao ar livre para o descanso.
  • Um recurso de água para esguichar ao redor e esfriar.
  • Pratos de comida e água, e um tapete, plataforma ou pequeno pátio no qual colocá-los.
  • Caminhos confortáveis para caminhar. É bom usar materiais que sejam confortáveis para as patas de seu cão, tais como pedras lisas, tijolos ou concreto.
  • Um banheiro e uma estação de limpeza. Considere o uso de grama artificial aqui para uma limpeza fácil e para proteger seu gramado contra até mesmo para a retenção de bactérias.
  • Uma pista de obstáculos ou de agilidade.
  • Um local próprio para escavação, como uma caixa de areia.

O que deve ser evitado

Ao construir um playground para cachorro, saber o que deixar de fora é tão importante quanto o que colocar dentro. Aqui está uma lista de coisas que poderiam estragar a diversão nesse espaço:

  • Se você tem o costume de pulverizar em seu jardim com pesticidas, então o playground deve ser colocado bem longe do jardim.
  • Plantas ou flores tóxicas. Veja aqui nesta matéria uma lista com plantas venenosas para cachorros. Certifique-se de que nenhuma delas cresça dentro dos limites do espaço de lazer de seu cachorro.
  • Cactos espinhosos ou quaisquer plantas que tenham espinhos ou agulhas.
  • Bordas afiadas, superfícies quentes ou objetos que possam oferecer risco de asfixia.
  • Além disso, certifique-se de que a cerca ao redor de seu parque esteja em boas condições, sem lascas, pedaços quebrados ou fendas pelas quais ele possa escapar. Evite a confusão da área com muitos obstáculos ou brinquedos. Especialmente em espaços pequenos, menos é mais.
Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Como fazer um playground para cachorro

Como motivar o cachorro a brincar

As brincadeiras e as interações sociais são fundamentais para o bem-estar e a felicidade do cachorro, por esse motivo, motivá-lo a brincar deve ser uma das suas principais prioridades no seu dia a dia. Além disso, é uma excelente forma de melhorar a relação de vocês.

No geral, fora de casa o cachorro encontra-se num ambiente muito mais diverso e rico em cheiros, pessoas e estímulos. Na rua temos uma grande variedade de opções para motivar o seu cachorro a brincar e a fazer exercício com você.

Assim, é possível levá-lo ao parque e utilizar qualquer brinquedo para motivá-lo (bolas, ossos, mordedores,...) assim como objetos do próprio ambiente natural (paus e ramos). Há vezes em que os cães não parecem mostrar interesse pelos brinquedos convencionais, então você pode procurar um que faça barulho para conseguir chamar a sua atenção.

Dar um passeio em locais que ele não conhece também é uma boa opção para estimulá-lo. Explorar novos ambientes pode ser um atrativo bem interessante.

Os cachorros gostam muito da companhia humana, principalmente de quem cuida deles e os protege. Então para motivá-los você também pode brincar de perseguí-los, certamente ele vai achar divertido.

E se você quer descobrir sobre atividades dentro de casa, assista ao vídeo sobre como brincar com o seu cachorro em casa:

Atividades para cachorros idosos

Assim como em nós, humanos, quando um cachorro começa a sua etapa de velhice sua fisiologia se transforma. Ele torna-se mais lento e menos ativo, o que é uma consequência do deterioramento que os tecidos sofrem e também o seu sistema nervoso. Mas todas estas características próprias da velhice não impedem que você possa brincar com ele.

Há uma série de atividades para cachorros idosos que você pode e deve realizar com seu amigo peludo, como fazer massagens. Além de ser uma delícia e muito relaxante, a massagem reforça a união entre tutor e cachorro, pois ele se sente querido, seguro e confortável.

Outra coisa que você deve fazer é levá-lo para passeios ao ar livre. Se ele não pode caminhar longas distâncias, é possível levá-lo de carro, bicicleta ou transporte público para parques, bosques ou até mesmo para a praia. Lembre que o contato com a natureza e com o sol são extremamente benéficos para ele.

Brincar e passear todos os dias continua sendo necessário e, se possível, leve-o para nadar, uma ótima atividade para fortalecer os músculos. É bom evitar locais que tenham muita corrente para que ele não precise fazer força excessiva no nado.

Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Atividades para cachorros idosos

Enriquecimento ambiental para cachorros

Você já deve ter ouvido falar do termo "enriquecimento ambiental" para animais. Saiba que a prática de enriquecimento ambiental para cachorros também é extremamente comum e é, basicamente, uma forma de enriquecer o ambiente que rodeia o animal. Ou seja, uma série de medidas que visam melhorar a qualidade de vida do animal em cativeiro e que o permitam expressar melhor os seus comportamentos naturais e que o estimulem psicologicamente.

Para além de ser uma excelente maneira de prevenir problemas comportamentais, o enriquecimento ambiental para cães também pode ser um excelente tratamento de problemas relacionados à ansiedade e estresse. Existem cinco tipos de enriquecimento ambiental:

  • Enriquecimento ambiental cognitivo
  • Enriquecimento ambiental social
  • Enriquecimento ambiental sensorial
  • Enriquecimento ambiental físico
  • Enriquecimento ambiental alimentar

E dentro desses cinco tipos, estão ações simples que podem ser realizadas para estimular os peludos, como jogos e brincadeiras, adestramento, espalhar comida pela casa para que ele coma mais lentamente, passeios com o cachorro e o circuito agility, que tem ganhado mais e mais adeptos.

Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Enriquecimento ambiental para cachorros

Circuito Agility

O Agility é um esporte muito divertido e completo, apropriado para todo o tipo de cachorros com mais de 18 meses de idade. Nele, um guia (tutor) conduz o cachorro por uma percurso pré-estabelecido, enquanto supera diversos obstáculos seguindo uma ordem e tempo. Finalmente os juízes determinam o cachorro vencedor baseando-se na sua habilidade e destreza.

O esporte, que conta com cada vez mais adeptos em todo o mundo, desenvolve a inteligência, a obediência, a agilidade e a concentração do cão, além de fortalecer os seus músculos. Para começar, é necessário que o cachorro já conheça os comandos de obediência básicos.

Os circuitos de Agility têm uma grande variedade de obstáculos colocados de forma aleatória no terreno onde se realiza a competição. A quantidade e variedade de obstáculos é o que determina o grau de dificuldade e velocidade a que o cachorro será sujeito. Existe uma margem de tempo definido para realizar todo o percurso definido numa determinada ordem.

Antes de se inscrever com o seu cachorro nas competições para começar no Agility, você deve iniciar-se adequadamente para atingir o nível básico. É importante que este processo aconteça gradualmente sem forçar o cachorro nem explorá-lo fisicamente.

Playground para cachorro - exemplos e cuidados - Circuito Agility

Se deseja ler mais artigos parecidos a Playground para cachorro - exemplos e cuidados, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Jogos e diversão.

Referências
  1. The Guardian. Science. Disponível em: <https://www.theguardian.com/science/2020/mar/05/dog-breeders-urged-to-act-over-high-levels-of-anxiety-in-pets>. Acesso em 28 de setembro de 2020.
  2. The New York Times. The Dog Park is bad, actually. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2020/02/06/smarter-living/the-dog-park-is-bad-actually.html>. Acesso em 29 de setembro de 2020.
Bibliografia
  • Today. Love Wrangler's new plaza play space? 'Property Brothers' share how to create your own. Disponível em: <https://www.today.com/home/property-brothers-share-how-create-dog-park-your-backyard-t9551>. Acesso em 29 de setembro de 2020.
  • House To Decor. 22 Easy DIY Dog Playground Ideas For Small Backyard. Disponível em: <https://housetodecor.com/2020/22-easy-diy-dog-playground-ideas-for-small-backyard/>. Acesso em 29 de setembro de 2020.
  • Purina. Cães. os benefícios de um parque para cachorros. Disponível em: <https://www.purina.pt/caes/etapas-de-vida/cachorros/os-benef%C3%ADcios-de-um-parque-para-cachorros>. Acesso em 29 de setembro de 2020.

Escrever comentário sobre Playground para cachorro - exemplos e cuidados

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Playground para cachorro - exemplos e cuidados
1 de 12
Playground para cachorro - exemplos e cuidados

Voltar ao topo da página