Partilhar

Posso dar paracetamol ao meu gato?

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 13 novembro 2017
Posso dar paracetamol ao meu gato?

Ver fichas de  Gatos

A automedicação é um hábito perigoso que coloca em risco a saúde humano e que infelizmente muitos donos fazem com os seus pets, sendo esta prática ainda mais perigosa para aqueles animais que convivem conosco, sobretudo se se realizar com medicamentos humanos.

Sabemos que os gatos, apesar do seu caráter livre e independente, também são suscetíveis a sofrer de inúmeras condições que o dono pode perceber claramente por diversos sintomas e também mudanças de comportamento.

É neste momento que podemos automedicar de forma errada o nosso gato, por isso para evitar qualquer tipo de acidente, neste artigo do PeritoAnimal vamos esclarecer se você pode dar paracetamol ao seu gato.

Também lhe pode interessar: Como saber se o meu gato está gordo?

O que é o paracetamol?

Nós, humanos, estamos tão habituados à prática da automedicação que muitas vezes não conhecemos a natureza de fármacos habituais, assim como as suas indicações nem o seu mecanismo de ação, o que pode ser perigoso para nós e ainda mais para os nossos pets. Por isso, antes de avaliar os efeitos do paracetamol sobre os felinos, vamos explicar-lhe brevemente que tipo de fármaco é este.

O paracetamol pertence ao grupo farmacológico dos AINE's (anti-inflamatórios não esteroides), age principalmente como anti-inflamatório diminuindo a síntese de algumas substâncias envolvidas na inflamação (prostaglandinas), embora também seja um excelente antipirético (diminui a temperatura corporal em caso de febre).

Em humanos o paracetamol é tóxico em doses que superem as máximas recomendadas e, torna-se especialmente prejudicial para o fígado, o principal órgão responsável por neutralizar os tóxicos que provêm do fármaco para que posteriormente os possamos expulsar. O consumo elevado e repetido do paracetamol em humanos pode causar danos irreversíveis no fígado.

Posso dar paracetamol ao meu gato? - O que é o paracetamol?

Uso de paracetamol em gatos

Automedicar o seu gato com paracetamol traduz-se em intoxicar e colocar em risco a vida do seu pet. O paracetamol é um dos medicamentos proibidos para cachorros, no entanto, a sensibilidade dos gatos ao paracetamol é muito maior e estes começam a mostrar sintomas de intoxicação entre 3 e 12 horas depois da ingestão do fármaco.

Os gatos não podem metabolizar adequadamente o medicamento e isto traduz-se na morte dos hepatócitos ou células do fígado, um órgão que também é fundamental para os nossos pets, por isso cerca de um terço dos animais intoxicados por paracetamol acaba morrendo entre as 24-72 horas depois.

Posso dar paracetamol ao meu gato? - Uso de paracetamol em gatos

E se o seu gato tomar paracetamol de forma acidental?

Se o seu gato ingerir acidentalmente paracetamol observará nele os seguintes sintomas:

  • Fraqueza
  • Depressão
  • Vômitos
  • Taquicardia
  • Dificuldade respiratória
  • Coloração
  • Salivação excessiva
  • Convulsões roxa/azulada das mucosas

Neste caso deve ir ao veterinário com urgência, pois é quem lhe administrará um tratamento orientado para diminuir a absorção de paracetamol, facilitar a eliminação do mesmo e restaurar as constantes vitais.

No nosso artigo sobre envenenamento em gatos e primeiros socorros falamos deste aspeto e da importância de evitar oferecer medicamentos humanos aos nossos pets.

Posso dar paracetamol ao meu gato? - E se o seu gato tomar paracetamol de forma acidental?

Ajude-nos a acabar com a automedicação em pets

Automedicar os nossos pets, mesmo com medicamentos veterinários, envolve muitos riscos, os quais são ainda maiores quando esta automedicação é feita com medicamentos destinados ao consumo humano.

Para evitar acidentes que poderiam custar a vida ao seu pet, tenha consciência e consulte o veterinário sempre que for necessário e não lhe administre nenhum medicamento que não tenha sido prescrito pelo profissional adequado.

Descubra no PeritoAnimal os diferentes problemas de saúde dos gatos para se informar sobre algum problema que observar. Além disso, lembre-se que o veterinário é o único que deve dar-lhe um diagnóstico e por isso um tratamento recomendado.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Posso dar paracetamol ao meu gato?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Escrever comentário sobre Posso dar paracetamol ao meu gato?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Posso dar paracetamol ao meu gato?
1 de 4
Posso dar paracetamol ao meu gato?

Voltar ao topo da página