menu
Partilhar

Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento

 
Por Carla Moreira, Médica veterinária. 20 janeiro 2024
Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Alterações nos órgãos reprodutivos dos cães são mais comuns do que se possa imaginar! Sinais como dor e vermelhidão nos testículos podem indicar inflamação ou problemas mais graves. Essa região é muito sensível, causando grande desconforto ao cachorro, sendo necessário procurar ajuda do veterinário o mais rápido possível.

O principal sintoma de orquite pode ser a dor intensa, o que pode deixar o cachorro com o comportamento agressivo. Por ser uma região muito sensível, qualquer alteração pode resultar em grande desconforto e dor, fazendo com que o animal não se alimente e fique apático. Em todos os casos, o melhor a se fazer é procurar ajuda, pois será necessária a realização de exames e tratamento o mais breve possível para dar conforto ao cachorro. Se você ficou interessado em saber mais sobre a orquite em cães, suas causas e tratamentos, não perca este artigo que o PeritoAnimal preparou especialmente para você! Boa leitura!

O que é a orquite em cães

Os testículos são os órgãos responsáveis pela produção de espermatozoides e do hormônio testosterona e estão diretamente relacionados ao comportamento sexual masculino e à capacidade de fecundar a fêmea. A migração dos testículos para o escroto deverá ocorrer, em condições normais, de oito a dez dias após o nascimento do cão. O processo de descida testicular deve completar-se até os seis meses de idade, quando, na maioria dos cães, o anel inguinal se fecha.

Os testículos, após descerem, alojam-se no escroto, cuja principal função é a termorregulação desses órgãos, que devem ficar em temperatura inferior à corporal, para que aconteça a produção de espermatozoides. Já é possível perceber, por meio desta descrição, o tamanho da sensibilidade dos testículos, onde qualquer alteração em sua fisiologia pode causar um enorme desconforto e dor ao animal.

Mas o que é orquite? Orquite é a inflamação dos testículos, que pode ter várias causas. Como os testículos encontram-se bem próximos o epidídimo, ocorre uma continuidade do sistema de ductos, sendo comum o envolvimento desses órgãos de forma concomitante nos processos inflamatórios isolados.

A orquite é uma inflamação nos testículos que pode ser causada por vários agentes patogênicos, que podem ser introduzidos na região por meio de ferimentos causados por brigas, acidentes, picadas de insetos, queimaduras e qualquer outro fator que sirva de porta de entrada para microrganismos.

O que causa a orquite em cães

Várias situações podem causar a inflamação dos testículos. O testículo ou o epidídimo podem se tornar infectados pela via sanguínea, por meio da ascensão bacteriana de qualquer parte do trato urinário, em consequência de feridas penetrantes ou devido a doenças infecciosas, como a brucelose canina.

Embora a infecção de um desses órgãos possa ocorrer sem o envolvimento do outro, os microrganismos causadores geralmente são os mesmos. A orquite-epididimite é mais comum nos cães do que nos gatos. A infecção bacteriana dos testículos, epidídimos ou escroto causa alterações na produção de espermatozoides, como resultado das propriedades destrutivas dos próprios microrganismos e do edema, da inflamação e do aumento da temperatura no local.

Uma doença de grande importância, causadora de orquite, é a brucelose. Nos cães, a afecção caracteriza-se como uma doença infectocontagiosa crônica, de distribuição mundial, que atinge canídeos domésticos e silvestres e o homem, ou seja, é uma zoonose. No homem, é considerada uma doença ocupacional, manifestando-se sob a forma de febre, dores no corpo, dor de cabeça, dermatites, aumentos dos linfonodos e ocasionalmente poliartrite (inflamação das articulações). Nos cães, a doença tem como principal agente etiológico a Brucella canis, porém há relatos de infecção por Brucella abortus, Brucella suis e Brucella melitensis. Cães utilizados na reprodução, tanto machos quanto fêmeas, deverão ser testados para brucelose antes do acasalamento.

Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento - O que causa a orquite em cães

Sintomas de orquite em cães

As manifestações variam de acordo com o tempo da infecção (crônica ou aguda). As infecções agudas normalmente estão associadas ao edema de escroto e do conteúdo escrotal e são dolorosas. O epidídimo ou o testículo acometido está aumentado, firme e quente. Alguns animais podem também apresentar desconforto mínimo, e a fase aguda pode não ser observada pelo tutor. O escroto geralmente está normal nos animais com orquite-epididimite crônica e pode tornar-se mole e atrófico. A infertilidade é comum em animais nas formas aguda ou crônica dessa doença, e esta pode ser o sintoma percebido pelo tutor.

Os cães afetados frequentemente apresentam dermatite escrotal (provavelmente devido à dor e consequente lambedura do escroto), epididimite e atrofia testicular, normalmente unilateral. O aumento da temperatura do testículo inflamado pode causar atrofia no outro devido ao aumento de temperatura. O cachorro também pode apresentar febre, aumento dos linfonodos e dos testículos, dor ao caminhar, claudicação, vômito, letargia e urina com sangue. Alguns cães podem ficar agressivos devido à dor, o que dificulta o exame dos órgãos inflamados.

Tratamentos para orquite em cães

O tratamento da orquite deverá ser direcionado para o agente causador. Geralmente são usados antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos. O antibiótico escolhido deverá ser efetivo contra o tipo de bactéria causadora da infecção, por isso deverá ser prescrito pelo veterinário. Anti-inflamatórios são utilizados para diminuir os sintomas da inflamação, como o edema, a dor, a vermelhidão e o aumento da temperatura, o que pode levar o animal a ficar estéril. Os analgésicos são necessários para dar conforto ao animal, já que a orquite causa muita dor e desconforto.

Infelizmente não existem remédios caseiros para orquite em cães. Essa é uma doença grave e muito dolorosa para o animal, que deverá ser tratado o mais breve possível e por um profissional habilitado.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças do sistema reprodutor.

Bibliografia
  • Domingos, T.C.S, Salomão, M.C. Meios de diagnósticos das principais afecções testiculares em cães: revisão de literatura. Rev. Bras. Reprod. Anim., v.35, 2011. Disponível em http://www.cbra.org.br/pages/publicacoes/rbra/v35n4/pag393-399.pdf. Acesso em 18/01/2024.
  • Megid, J. et al. Infecção em cão por Brucella abortus: relato de caso. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec., v. 59, 2007. Disponível em https://www.scielo.br/j/abmvz/a/6HBPfGj7GPQ7qbxRCRz4CSK/?format=pdf. Acesso em 18/01/2024.
  • Schiabel, M.D. Avaliação das principais lesões testiculares de cães sem raça definida na região de Uberlândia – MG. Universidade Federal de Uberlândia, Faculdade de Medicina Veterinária, 2018. Disponível em https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/23354/1/Avalia%C3%A7%C3%A3oPrincipaisLes%C3%B5es.pdf. Acesso em 18/01/2024.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento
1 de 2
Orquite em cachorro - Sintomas, causas e tratamento

Voltar ao topo da página