Partilhar

Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento

Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária. 2 outubro 2018
Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento
Fonte: psyc2074.wordpress.com

Ver fichas de  Cachorros

As doenças no pênis do cachorro são muito frequentes e causa muito desconforto. Se o seu cachorro está lambendo o pênis mais do que o normal ou existe uma secreção exagerada, podem ser sinais de que algo está sendo incomodo para ele.

O seu cachorro pode se ter machucado, pode ter uma infeção bacteriana ou até mesmo um tumor. Existem dezenas de possíveis doenças no pênis do cachorro. Um dos problemas mais comuns em pênis de cachorro, principalmente em cachorros não castrados, é a balanopostite, uma inflamação do pênis e do prepúcio. Neste artigo do PeritoAnimal, vamos te explicar tudo aquilo que você precisa saber sobre a balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento.

Balanopostite

A balanopostite caracteriza-se pela inflamação da glande do pênis (balanite) e a inflamação da mucosa do prepúcio (postite). Na maioria dos casos, os agentes responsáveis por esta infeção existem normalmente noecossistema presente no prepúcio, sem causar problemas. Porém, ao proliferarem mais esses micro-organismos em relação a outros, surge uma infeção chamada de balanopostite.

Esta inflamação pode ocorrer em qualquer fase da vida do cachorro, incluso em filhotes, mas é mais comum em animais idosos.

Causas da balanopostite em cachorro

Existem diferentes factores que podem estar envolvidos na balanopostite em cachorro. A causa mais comum é a presença de bactérias oportunistas que causam uma infeção. Na maioria dos casos, a bactéria responsável pela balanopostite em cachorro é a Escherichia coli. Porém, existem relatos de casos em que outras bactérias foram responsáveis como por exemplo: Pseudomonas aeruginosa, Streptococcus pyogenes, Staphulococcus aureus e Klebsiella sp. Estas bactérias são naturalmente presentes no prepúcio do cachorro mas quando têm uma oportunidade, reproduzem-se e o excesso causa problemas (por isso são chamadas de bactérias oportunistas).

Outros microorganismos vulgarmente envolvidos na balanopostite em cachorros são os Mycoplasma. Espécies de Ureaplasma também podem estar envolvidas, embora seja menos frequente.

Para além disso, existem outras problemas que podem levar ao desenvolvimento da balanopostite em cachorro, como a presença de um corpo estanho no pênis, traumas, dermatite atópica, herpes vírus, neoplasias, fimoses, etc.

Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento - Causas da balanopostite em cachorro

Sintomas da balanopostite em cachorro

Os sinal clínico mais comum da balanopostite é a presença de pus no pênis do cachorro. Dependendo da causa, o pus pode ser amarelo, verde e pode existir a presença de sangue. É importante referir que o cachorro produz normalmente uma secreção amarelada, que funciona como um lubrificante e é comum de ser observada principalmente quando ele está dormindo. Esse lubrificante é normal e não deve ser confundido com o pus originado por uma infeção.

Outros sintomas da balanopostite são o odor fétido no pênis do cachorro, folículos e úlceras. Para além disso, é comum que o cachorro lamba excessivamente o pênis, devido ao desconforto que sente. Em alguns casos, o cachorro pode ter o prepúcio inchado.

Geralmente, o médico veterinário faz o diagnóstico da balanopostite através do exame físico e observação do órgão genital do cachorro, seguido de uma cultura de bactérias aeróbicas e micoplasma do prepúcio e mucosa peniana, para confirmar que micro-organismos estão envolvidos e definir a abordagem terapêutica mais adequada.

Tratamento da balanopostite

O tratamento depende da causa subjacente ao problema. Geralmente inclui a administração de antibióticos sistêmicos e/ou tópicos.

Nos casos em que existe uma produção excessiva de pus no pênis no cachorro, pode ser aconselhado fazer uma lavagem com água morna, iodo diluído ou clorexidina. O seu médico veterinário aconselhará qual a solução mais adequada e o número de repetições de lavagens que você deve fazer, assim como qual a seringa mais adequada. Relembre-se que o seu cachorro não pode lamber o pênis e o prepúcio, caso contrário, o tratamento pode atrasar. A forma mais eficaz de evitar que o seu cachorro lamba o órgão genital é colocando um colar elizabetano.

No caso da balanopostite ser devido a uma dermatite tópica, o médico veterinário pode receitar anti-histamínicos ou corticoesteroides.

Alguns especialistas afirmam que a castração pode diminuir a quantidade e frequência das secreções, embora não acabe com elas.

Casos mais graves, onde exista necrose, lacerações ou abcessos pode ser necessário uma penectomia, isto é, retirar o pênis cirurgicamente.

Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento - Tratamento da balanopostite

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças do sistema reprodutor.

Bibliografia
  • Kustritz, R. (2001) Disorders of the Canine Penis. Veterynary Clinics of North America: Small Animal Practice, 31(2), 247-258.
  • Davidson. A. P. Balanoposthitis in Small Animals. Msd Veterinary Manual.
  • Volpato, R. et al (2010) Afecções do pênis e prepúcio dos cães: revisão de literatura. Veterinária e Zootecnia. v. 17, n.3. p.312-323

Escrever comentário sobre Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Rebeca
Vou levar o meu cachorro no veterinário ainda hoje. Faz uma semana que ele sempre está lambendo o pênis e vejo essa secreção que falam no artigo

Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento
Fonte: psyc2074.wordpress.com
1 de 3
Balanopostite em cachorro - causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página