menu
Partilhar

Meu gato não engorda, por quê?

Meu gato não engorda, por quê?

Ver fichas de  Gatos

O peso dos animais sempre gera dúvidas entre os tutores, tanto se for o caso de um felino acima do peso como um gato muito magro. Contudo, muitas vezes, as mudanças no peso do nosso pet indicam a presença de alguma doença oculta e, por isso, trata-se de um indicador que não pode ser ignorado.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar quais os possíveis motivos que levam um tutor a se peguntar: meu gato não engorda, por quê? Essa é uma das perguntas mais frequentes no consultório veterinário e, a seguir, vamos respondê-la. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Por que o meu gato não quer comer

A perda de peso nos gatos

Quando temos em casa um animal acima do peso, é sempre mais simples colocá-lo em uma dieta, uma vez que ele comerá o que dermos para ele. Mas o que fazer se ele está comendo como sempre e, ainda assim, temos um gato que não engorda ou mesmo um gato emagrecendo? Neste caso, nos encontramos com uma situação que demanda nosso acompanhamento. Agora, se em um curto período de tempo ele chegar a perder 10% de seu peso, podemos estar diante de um problema grave.

A perda de peso não é um distúrbio em si, mas pode ser um indicador de outra doença da qual nosso animal está sofrendo. De toda forma, o gato pode estar perdendo peso não apenas devido a uma doença, isso também pode acontecer devido a um estresse psicológico ou mudanças em sua alimentação. A seguir, vamos detalhar as possíveis causas que nos levam a termos um gato emagrecendo.

Gato emagrecendo: causas

Se você vive com um gato que não engorda ou um gato muito magro e observou que ele não ganha peso, preste atenção. Começaremos pela causa mais simples para isso que, às vezes, ignoramos. Você pode ter um gato muito enérgico e que dificilmente se conforma com a comida que você oferece a ele. Costuma rejeitar e não comer, por isso, às vezes, você opta por comidas não tão nutritivas e ele emagrece. São gatos que brincam muito, saltam, correm e dormem pouco. Nesses casos, é necessário aumentar a quantidade de ração ou escolher um alimento mais nutritivo para ele e observar se continua sem engordar ou, pelo contrário, se começa a recuperar seu peso ideal.

O estresse psicológico costuma ser uma das principais causas que explica por que seu gato come bem mas está muito magro. Pode ser devido a alterações em seu hábitat, como mudanças de casa, abandono de algum membro da família, seja animal ou humano, muitas horas de solidão ou, pelo contrário, atividade excessiva em seu novo lar que contrasta com seu comportamento na casa anterior.

As mudanças na alimentação costumam ser outro dos motivos que provocam a perda de peso no felino. Devemos ter em mente que embora não vejamos diarreia e/ou vômitos, eles podem estar passando por mudanças internas devido à nova comida. Isso ocorre frequentemente quando mudamos de ração comercial para a comida caseira. Os hábitos costumam mudar, já que os obrigamos a comer comida caseira quando a colocamos no prato e não a deixamos lá durante o dia para que comam ao sentir fome, como geralmente ocorre com a ração seca.

Meu gato não engorda, por quê? - Gato emagrecendo: causas

Doenças que podem fazer o gato ficar muito magro

Em geral, se seu gato não engorda e, pelo contrário, quando ocorre a perda de peso associada a doenças, é comum a presença de outros sintomas no felino. Pode haver queda de pelos ou pelagem opaca, vômitos, diarreia, perda de apetite, aumento da sede, etc. É muito importante falar com o veterinário sobre isso, e comentar com ele tudo o que você observou, uma vez que será necessário buscar a causa que está desencadeando esses sintomas.

Embora sejam várias as doenças que podem nos levar a ter um gato emagrecendo ou simplesmente um gato que não engorda, apesar de uma alimentação equilibrada, há duas doenças endócrinas mais comuns. São elas:

Normalmente, ambas estão associadas a gatos com mais de 6 anos.

No caso da diabetes, temos como um dos principais indicativos um gato muito magro visto que, nesta doença, o organismo do felino não consegue processar a glicose de maneira adequada, assim como outros compostos orgânicos dos alimentos.

Se temos um gato muito magro em que constatamos que sofre de hipertireoidismo, seu diagnóstico deve ser precoce pois o tratamento correto é fundamental para sua recuperação. O hipertireodismo é uma das doenças endócrinas mais comuns em felinos domésticos de meia idade e também entre os gatos idosos. Além disso, por ser uma doença silenciosa e progressiva, se identificamos o problema de maneira precoce, evitaremos complicações e será possível aumentar a expectativa de vida do nosso amigo peludo.

Além das doenças anteriores, outros motivos que também explicam um gato que não engorda ou um gato emagrecendo são os problemas digestivos desde a boca, como a falta de dentes, infecções nos dentes ou gengivas, etc., até o tubo digestivo, como úlcera de estômago, inflamações, gases estomacais ou intestinais.

Também pode haver presença de tumores que ainda não mostraram outro sintoma além da diminuição de peso corporal. Além disso, pode haver um começo de insuficiência renal, que se não estivermos atentos, pode se tornar uma insuficiência renal crônica com tudo o que essa doença acarreta ao longo dos anos.

Diagnóstico e tratamentos para um gato que não engorda

Quando você perceber que seu gato está emagrecendo e se simplesmente vive com um gato que não engorda mesmo se você lhe estiver oferecendo até mesmo mais comida que o normal, você deve ir ao veterinário para realizar os exames necessários. Deve contar a ele as possíveis causas simples relativas ao seu felino para que a história clínica seja considerada e para determinar o melhor tratamento a seguir.

O veterinário certamente realizará um exame de sangue e talvez um de urina para chegar ao diagnóstico e descartar ou confirmar a presença das doenças que mencionamos anteriormente. Se ao final a causa que explica por que o gato está muito magro for uma doença, o especialista será encarregado de estipular o melhor tratamento para combatê-la.

Outro artigo que poderá ser bastante útil é este outro que temos em que explicamos como engordar um gato magro.

Além disso, há outras maneiras de auxiliar o ganho de peso nos gatos. Entre elas, o uso de vitaminas para gato engordar.

Não deixe de conferir, ainda, nosso guia completo da alimentação dos gatos.

Meu gato não engorda, por quê? - Diagnóstico e tratamentos para um gato que não engorda

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu gato não engorda, por quê?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de alimentação.

Bibliografia
  • DE AZEVEDO, Carla Silva, et al. HIPERTIREOIDISMO EM UM GATO-Relato de Caso. Disponível em: <https://famez.ufms.br/files/2015/09/HIPERTIREOIDISMO-EM-UM-GATO-Relato-de-Caso.pdf>. Acesso em 22 de março de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
ISAURA MAFRA MELO
TUDO SOBRE GATO RESCEM NASCIDO E A MÃE ABANDONOU ?
Equipe editorial do PeritoAnimal (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi, Isaura. Temos este post que explica como alimentar um gato recém-nascido: https://www.peritoanimal.com.br/como-alimentar-um-gato-recem-nascido-21489.html
Esperamos que seja útil! 😺

Meu gato não engorda, por quê?
1 de 3
Meu gato não engorda, por quê?

Voltar ao topo da página