menu
Partilhar

Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber

 
Por Carla Moreira, Médica veterinária. 1 fevereiro 2024
Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber
Imagem: Lux Blue / stock.adobe.com

Ver fichas de  Gatos

A polidactilia, um tipo de malformação congênita, ocorre quando o gato nasce com um ou mais dedos além do normal (um gato possui 18 dedos). Malformações congênitas em felinos domésticos são menos frequentes do que em cães. Alguns grupos raciais de gatos parecem apresentar maior predisposição para desenvolver certos tipos de defeitos. O termo congênito não significa necessariamente que a transmissão é hereditária. Os pais podem não ter o problema e o filhote sim, pois a malformação pode acontecer durante a gestação, causada por algum fator externo (teratogênico), como agentes infecciosos, nutricionais, químicos ou físicos.

Mas fique tranquilo! Ter um dedinho a mais não altera muito a vida do gato, apenas serão necessários alguns cuidados para que não ocorram acidentes com o dedo extranumerário. A polidactilia nos gatos pode ocorrer de várias formas. O gene responsável pela anormalidade pode levar ao crescimento de um dedo extra em cada membro. Mas também pode ser afetada só uma pata. Também existem alguns casos mais raros em que se forma mais do que um dedo. O Livro dos Recordes menciona um gato, Jake, com 28 dedos em vez de 181. Se você quer saber mais sobre o assunto, não deixe de ler este artigo que o PeritoAnimal preparou para você, com várias dicas e curiosidades sobre o gato polidáctilo. Boa leitura!

O que é polidactilia em gatos?

O termo polidactilia é utilizado para descrever a presença de um ou mais dedos extras. A maioria dos casos é considerada de origem não genética, entretanto algumas formações possuem traços de herança autossômica dominante. Tanto em cães como em gatos, a polidactilia pré-axial (no dedo polegar) é a forma de apresentação mais comum. Em felinos esta condição é dada por herança autossômica dominante, embora a sua expressão seja variável. Não há problema de saúde para essa condição, com exceção de maiores chances de acidentes traumáticos nos dedos extras, mas não é nada doloroso (quando não há ferimentos) e nem priva o gato de uma vida normal. Algumas pessoas até afirmam que é vantajoso para o gato ter dedos a mais.

Geralmente, o dedo extra é um tecido mole e sem conexão com o corpo, sem ossos e articulação. Mas nada impede que o dedinho tenha osso, articulação e coxim, sendo completo e funcional. Alguns tutores de gatos polidáctilos relatam que os dedos extras auxiliam os bichanos nas escaladas em árvores e móveis. Dependendo de onde o dedo extra se localize, os gatos polidáctilos são divididos em dois tipos:

  1. Tipo mittens: o termo mittens significa luvas de lã sem dedos e ocorre quando a mutação genética afeta o lado interno da pata, ou seja, o gato polidáctilo possui um polegar nas patas dianteiras em vez do ergô, ou esporão.
  2. Tipo patty-foot: a pata tem a aparência de um hambúrguer (patty) e o dedo extra cresce no meio ou no lado exterior da pata.

Em todos os tipos de polidactilia, os cuidados com os bichanos serão os mesmos, mas nada que o impeça de ter uma vida plena e feliz, como qualquer outro gato com 18 dedos.

Quais raças de gatos são mais predispostas e ter polidactilia?

Cerca de 40% dos casos relatados de polidactilia ocorrem na raça maine coon. No entanto, existe uma raça chamada de polidáctilo americano, muito querida devido aos dedinhos extras dos bichanos. São gatos muito resistentes e podem sobreviver mesmo em tempos de neve. Chegaram nos Estados Unidos a bordo de navios na era colonial e tornaram-se animais de estimação. Esses gatos ficavam nos navios para controlar a população de ratos e outras pragas que pudessem danificar as cargas que estavam sendo transportadas. Os marinheiros gostavam especialmente dos gatos polidáctilos, pois diziam que eles tinham melhor equilíbrio e escalavam as cordas dos navios com maior facilidade que os gatos de 18 dedos. Eram considerados verdadeiros amuletos e indispensáveis nas viagens de navios.

Existem relatos que descrevem as vantagens dos dedos extras, que podem melhorar a locomoção do gato na neve, além de facilitar suas escaladas. Uma vez que as patas dos gatos polidáctilos são muito mais largas do que as patas dos gatos normais, os polidáctilos são melhores para correr na neve e no gelo, razão pela qual conseguiram se dar tão bem no Maine nevado (nordeste dos Estados Unidos). Resumindo, a polidactilia pode ser encontrada em qualquer raça de gato, não havendo predileção por sexo, inclusive no bichano sem raça definida, mas o gato polidáctilo americano é criado especificamente para ter dedos extras, pelo seu temperamento dócil, boa saúde, cor e tamanho.

Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber - Quais raças de gatos são mais predispostas e ter polidactilia?

Gatos polidactilos precisam de cuidados especiais?

A polidactilia nos gatos é uma condição que não causa dor ou desconforto ao animal. O risco de traumas no dedo supranumerário é um pouco maior, mas nada que limite o gato em seu comportamento natural. Raramente ocorrem acidentes onde o dedo pode se quebrar ou a unha inflamar. Como a unha do dedo extra não é muito utilizada, é comum que ela cresça muito, podendo encravar no coxim. Caso isso aconteça, o ideal é cortar a unha e tratar a ferida. Deve-se ter o cuidado de monitorar o seu crescimento e cortar sempre que necessário, além de estimular o desgaste das unhas por meio do uso de arranhadores.

Neste artigo do PeritoAnimal, explicamos "Como cortar unhas de gatos?" para você saber como proceder da melhor maneira.

Alguns tutores preferem realizar a cirurgia para extração do dedo extra logo após o nascimento, para evitar desconfortos. No entanto, existem pessoas que possuem preferência por gatos polidáctilos. O uso desses animais na reprodução é controverso, pois alguns criadores acreditam que retirar os polidáctilos seria a atitude mais correta, evitando que o gene responsável pela alteração seja propagado.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Referências
  1. 1. Franziska, G. Polidactilia nos gatos. Zooplus Magazine. Disponível em https://www.zooplus.pt/magazine/gatos/saude-do-gato-e-cuidados/polidactilia-nos-gatos/. Acesso em 25/01/2024.
Bibliografia
  • Silva, A.C.P. et al. Principais Afecções Congênitas de Conceptos em Felinos. Investigação, 2016. Disponível em file:///C:/Users/carlamoreira/Downloads/1381-Texto%20do%20artigo-6631-1-10-20161219%20(1).pdf. Acesso em 25/01/2024.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber
Imagem: Lux Blue / stock.adobe.com
1 de 2
Gato polidactilo - Tudo o que você precisa saber

Voltar ao topo da página