menu
Partilhar

Como limpar ouvido de gato com otite

 
Por Carla Moreira, Médica veterinária. 17 dezembro 2022
Como limpar ouvido de gato com otite

Ver fichas de  Gatos

A otite em gatos (inflamação do ouvido) é uma situação comum, podendo proporcionar grande desconforto ao bichano. As causas são muito variadas e a inflamação pode começar de forma suave e evoluir para quadros graves. O ouvido (ou orelha interna) é responsável pela audição e pelo equilíbrio do animal, por isso, casos mais complicados podem apresentar sintomas neurológicos, como pender a cabeça para o lado afetado e andar em círculos.

Mas como tratar a otite em gatos? E o que passar no ouvido do gato com otite? O tratamento da otite exige dedicação e persistência dos tutores, que devem realizar limpezas periódicas e aplicação de medicamentos. Em casos mais graves, a terapia pode incluir antibióticos sistêmicos e anti-inflamatórios (para aliviar a inflamação e a dor). As otites podem ser causadas por bactérias, fungos, parasitas, tumores e corpos estranhos. A avaliação do médico veterinário é de extrema importância, para que seja identificada a causa principal e instituído o tratamento correto.

Alguns sintomas são bem característicos, como coçar as orelhas e sacudir a cabeça, devendo os tutores prestarem muita atenção em qualquer alteração de comportamento do bichano. A otite, a depender da gravidade, pode causar muita dor ao gato, dificultando a limpeza dos ouvidos. Neste artigo do PeritoAnimal, ensinaremos como limpar os ouvidos do gato com otite antes da aplicação dos medicamentos, além de dar dicas sobre produtos e soluções indicadas para limpar as orelhas de gatos. Continue lendo.

Também lhe pode interessar: Gato com dor de ouvido - Causas e tratamentos

O que é a otite em gatos?

A otite é um processo inflamatório da orelha e pode ser classificada de acordo com sua localização, podendo ser externa, média e interna. Independentemente de sua causa, a doença sempre traz grande desconforto e dor para o animal. Vamos descrever melhor a orelha de um gato para entendermos como a inflamação acontece: a orelha é formada pela pina, meato acústico externo (dividido em um meato acústico vertical e um meato acústico horizontal), a orelha média e a orelha interna.

A pina (parte visível do ouvido) é desenvolvida para capturar sons, auxiliando na comunicação não verbal entre gatos e outros animais. Os gatos possuem em sua maioria a pina ereta (exceto gatos da raça scottish folds, que possuem a ponta da pina dobrada), triangular, com uma superfície côncava e uma convexa, ambas revestidas por pele e levemente coberta por pelos. A orelha média é composta pela membrana timpânica e a cavidade timpânica, nervo timpânico, abertura para a tuba auditiva e os três ossículos auditivos (martelo, bigorna e estribo). As estruturas da orelha interna incluem a cóclea, o vestíbulo e os canais semicirculares

A otite externa ocorre somente quando o canal externo, fora da membrana timpânica, está acometido; otite média é quando há envolvimento do tímpano e bula timpânica; e otite interna remete a danos no aparelho auditivo, onde sintomas neurológicos (como pender a cabeça para o lado afetado e andar em círculos) e surdez normalmente estão envolvidos.

Alguns fatores podem facilitar a ocorrência da otite em gatos, como ambiente úmido (devido a banhos e lambeduras pelos gatos), que podem deteriorar o tecido da orelha; estenose (estreitamento) do canal auditivo e deformação da pina secundários a otohematoma (acúmulo de sangue no pavilhão auricular externo, geralmente de origem traumática); e limpezas agressivas ou muito frequentes das orelhas. Os agentes etiológicos podem ser parasitas (principalmente o ácaro Otodectes cynotis, causador da sarna otodécica), alergias, doenças autoimunes, neoplasias, doenças congênitas, corpo estranho, pólipos e trauma.

Sintomas de um gato com otite

Gatos com otite e, portanto, com inflamação no ouvido, apresentam dor, secreção ceruminosa ou purulenta com odor característico, ulcerações no pavilhão auricular devido ao ato de coçar e canal auditivo externo edemaciado. Alguns animais sacodem a cabeça constantemente e ficam com a orelha mais baixa no lado afetado. A depender do grau de incômodo e dor, alguns gatos ficam mais quietos e sem comer, reclamam quando manipulados, ficam prostrados, pode ocorrer perda parcial ou total da audição e sentem dor quando a boca é aberta.

Normalmente, o primeiro sinal percebido pelo tutor é o ato de coçar constantemente a orelha, podendo apresentar vários ferimentos de arranhões. Além disso, o gato pode se apresentar mais irritado e sem querer contato físico. Dependendo da causa e do grau de evolução da doença, podem ser percebidas secreções e odor fétido no ouvido afetado. No caso da sarna otodécica, a secreção lembra borra de café. Alguns bichanos ficam tão incomodados que permanecem quietos a maior parte do dia, com as orelhas abaixadas. A manipulação pode ser extremamente dolorosa, sendo necessário sedar o animal para realizar exames, limpeza e aplicação de medicamentos.

Abaixo você confere uma foto de um gato com otite.

Como limpar ouvido de gato com otite - Sintomas de um gato com otite

Como limpar o ouvido de um gato com otite

Gatos com otite devem ser manipulados com muito cuidado e delicadeza, devido ao grande desconforto e dor causados pela doença. Caso o animal mostre agressividade ou sintomas de dor muito intensa (vocalização, ansiedade, resistência em deixar mexer nas orelhas), será necessário sedação, que só poderá ser realizada pelo médico veterinário. Parar limpar o ouvido de um gato com otite, é preciso seguir um passo a passo bastante simples:

  1. A parte externa das orelhas deve ser higienizada com a ajuda de um pedaço de algodão, que pode ser enrolado no dedo do tutor
  2. Umedeça o algodão com óleo mineral ou soro fisiológico. Produtos próprios para limpeza de ouvidos de gatos também podem ser utilizados para esse procedimento.
  3. Não é aconselhável o uso de pinças ou cotonetes para higienizar a parte interna das orelhas, pois esses instrumentos podem empurrar a secreção para o interior do conduto auditivo, prejudicando a penetração de medicamentos.
  4. Passe suavemente o algodão umedecido na região.

Pode passar soro fisiológico em ouvido de gato com otite?

Sim, a melhor solução para limpar orelha de um gato é o soro fisiológico. No entanto, não se deve instilar o soro diretamente nos ouvidos, sendo indicado apenas umedecer o algodão para a limpeza da parte mais externa da orelha. Para um maior conforto do gatinho, o soro fisiológico pode ser aquecido antes de ser utilizado, até ficar morno.

Pode limpar ouvido de gato com cotonete?

Não é indicado o uso de cotonetes, pinças ou instrumentos similares para limpar as orelhas de gatos. O uso de cotonetes pode empurrar a secreção para a parte mais profunda das orelhas, impedindo que a medicação penetre em todo o conduto auditivo. Além disso, o uso incorreto do cotonete pode causar lesões no epitélio do ouvido e até mesmo romper a membrana do tímpano.

Deixamos aqui outra foto de um gato com otite.

Como limpar ouvido de gato com otite - Pode limpar ouvido de gato com cotonete?

Faz bem limpar o ouvido do gato com vinagre?

O uso de vinagre não é indicado para limpar os ouvidos dos gatos, pois pode alterar o pH da orelha, deixando-o mais ácido, o que pode favorecer a proliferação de alguns tipos de microrganismos.

Que remédios usar para otite em gatos?

O tratamento da otite exige cuidado e dedicação. Alguns medicamentos utilizados em cães são contraindicados para gatos, devido à toxicidade (gatos são mais sensíveis a alguns antibióticos). Casos mais graves podem necessitar do uso de antibióticos sistêmicos e anti-inflamatórios, que devem ser prescritos pelo médico veterinário.

O uso de antibióticos, antifúngicos e anti-inflamatórios tópicos são bem frequentes para tratamento de otites médias sem complicações. Geralmente, essas três classes de medicamentos estão associadas nos produtos indicados para otites em cães e gatos. O uso inadequado desses medicamentos ou o tratamento realizado por tempo insuficiente pode causar resistência, tornando o quadro mais grave. Por esse motivo, é adequado sempre consultar um médico veterinário, para maior segurança e eficácia.

Agora que você já sabe como limpar o ouvido de um gato com otite, não perca este outro artigo sobre as causas e tratamentos para um gato com dor de ouvido.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como limpar ouvido de gato com otite, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Garcia, F.C., Dorigon, F.G. Tratamento farmacológico otite felina e canina: uma revisão. III Colóquio Estadual de Pesquisa Multidisciplinar e I Congresso Nacional de Pesquisa Multidisciplinar, 2018. Disponível em file:///C:/Users/carlamoreira/Downloads/admin,+MV04%20(2).pdf. Acesso em 14/12/2022.
  • Elia, A.E.M. Otite Média e Interna em Felinos: Relato de Caso. Centro Universitário CESMAC, 2016. Disponível em https://www.equalisveterinaria.com.br/wp-content/uploads/2017/06/Otite-M%C3%A9dia-e-Interna-RC-com-numera%C3%A7%C3%A3o-final.pdf. Acesso em 14/12/2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Como limpar ouvido de gato com otite
1 de 3
Como limpar ouvido de gato com otite

Voltar ao topo da página