Problemas da pele

Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas

 
Cristina Pascual
Por Cristina Pascual, Veterinária. 16 outubro 2023
Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas
Cachorros

Ver fichas de  Cachorros

Os cistos sebáceos são lesões benignas que aparecem com frequência na pele dos cães, especialmente em animais de idade avançada. São cavidades rodeadas por um epitélio que contêm no seu interior a secreção gordurosa de uma glândula sebácea. Geralmente, não causam nenhum desconforto e não requerem nenhum tratamento específico. No entanto, quando são muito grandes ou aparecem em locais que comprometem o bem-estar dos animais, é recomendável proceder à sua remoção cirúrgica.

Se você quiser conhecer mais sobre o cisto sebáceo em cães, acompanhe-nos no seguinte artigo do PeritoAnimal, no qual falaremos sobre o que é, quais são as suas causas e qual tratamento deve ser realizado quando essas lesões cutâneas aparecem.

Índice
  1. O que é um cisto sebáceo em cães?
  2. Causas do cisto sebáceo em cães
  3. Sintomas do cisto sebáceo em cães
  4. Diagnóstico de um cisto sebáceo em cães
  5. Tratamento para um cisto sebáceo em cães

O que é um cisto sebáceo em cães?

Um cisto sebáceo é uma lesão nodular de pele de origem benigna. Consiste em uma cavidade revestida por um epitélio que contém em seu interior um material oleoso ou gorduroso. Este tipo de cisto é comum em cães de idade avançada, especialmente na cabeça, pescoço e tronco, embora possam ocorrer em qualquer parte do corpo.

Existem certas raças particularmente predispostas a desenvolver esse tipo de cisto, como o shih-tzu, o bóxer, o schnauzer, o yorkshire terrier e o dóberman pinscher, embora na prática possam ocorrer em cães de qualquer raça e também em cães mestiços.

Causas do cisto sebáceo em cães

Os cistos sebáceos se originam quando o ducto de uma glândula sebácea fica obstruído. As glândulas sebáceas são estruturas associadas aos folículos pilosos que são responsáveis por secretar o sebo, uma substância lipídica que ajuda a manter a pele e pelo do animal nutridos e protegidos contra o ambiente externo.

Quando um folículo piloso fica obstruído, o conteúdo oleoso produzido pelas glândulas sebáceas não pode sair para o exterior, o que leva a que esse conteúdo se acumule, resultando em um cisto sebáceo. As causas que podem levar à obstrução de um folículo piloso são diversas:

  • Traumatismos na pele;
  • Infecções na derme;
  • Formação de tecido cicatricial devido a lesões prévias.

Sintomas do cisto sebáceo em cães

Os cistos sebáceos se apresentam como nódulos de tamanho variável (geralmente entre 0,5 e 5 cm) firmes e bem definidos. Normalmente, eles aparecem como nódulos únicos, embora às vezes também possam ocorrer múltiplos nódulos nas mesma ou em diferentes regiões do corpo.

Geralmente, os cistos sebáceos são nódulos de crescimento lento e indolores, que não causam desconforto aos animais. No entanto, quando a cápsula do cisto está sob muita tensão, ele pode se romper e liberar seu conteúdo oleoso para o exterior. Nestes casos, existe o risco de que bactérias presentes na pele penetrem na lesão e causem uma infecção secundária, resultando assim em uma complicação local.

Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas - Sintomas do cisto sebáceo em cães

Diagnóstico de um cisto sebáceo em cães

O diagnóstico presuntivo dos cistos sebáceos pode ser feito por meio de uma simples observação e palpação da lesão. A presença de um nódulo na pele, firme e bem delimitado, pode levantar suspeitas de um cisto sebáceo.

No entanto, para confirmar o diagnóstico e descartar outras condições mais graves, como um histiocitoma cutâneo, é necessário realizar testes complementares. Especificamente, deve-se fazer uma punção com agulha fina na lesão para aspirar o conteúdo e examiná-lo ao microscópio. Somente dessa maneira é possível confirmar que o conteúdo da lesão é material gorduroso produzido por uma glândula sebácea obstruída.

Tratamento para um cisto sebáceo em cães

Já sabemos que o que são os cistos sebáceos e quais são as causas de sua ocorrência, mas como remover um cisto sebáceo em cães? Explicaremos isso. Como mencionamos ao longo do artigo, os cistos sebáceos são lesões benignas que geralmente não causam desconforto nos animais. Portanto, geralmente não é necessário um tratamento específico, mas é recomendável observá-los e monitorá-los a longo prazo para garantir que não causem nenhum prejuízo ao animal.

No entanto, em alguns casos, pode ser recomendável a remoção do cisto sebáceo. Particularmente, a remoção é levada em consideração quando:

  • Os cistos estão localizados em lugares que são incômodos para os cães (especialmente quando estão nas orelhas, extremidades ou articulações).
  • Os cistos têm uma tamanho maior que o habitual.
  • Os cistos se rompem e liberam seu conteúdo para o exterior, mas com o tempo reaparecem.

Em qualquer caso, a remoção de um cisto sebáceo deve sempre ser realizada por um veterinário profissional, pois requer um procedimento cirúrgico. Portanto, se meu cão tem um cisto sebáceo, eu não posso estourá-lo por conta própria? Não, em hipótese alguma. Um cisto sebáceo em cães que é estourado pode se infectar e causar complicações secundárias. Além disso, ao não remover completamente o cisto e apenas esvaziar seu conteúdo, é provável que ele se encha novamente, reaparecendo o problema.

Cisto sebáceo estourado em cães, o que devo fazer?

Consulte um centro veterinário para evitar que bactérias penetrem na cavidade e causem uma infecção secundária. O profissional irá limpar a área e drenar completamente o cisto, se for necessário. Novamente, insistimos para que você não tente "tratar" em casa um cisto estourado, pois isso poderia levar à infecção e piorar a saúde do seu cão, que, inicialmente, não estava em risco.

Se o seu cão tiver mais protuberâncias e você suspeitar que elas podem ser algo diferente de um cisto sebáceo, uma vez vistas suas características, recomendamos consultar este outro artigo e, é claro, visitar o veterinário: "Tipos de protuberâncias em cães".

Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas - Tratamento para um cisto sebáceo em cães

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Escrever comentário
Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 3
Cisto sebáceo em cães - Tratamento e causas