menu
Partilhar

Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 28 julho 2021
Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

Atualmente, existem vários problemas ambientais globais que estão causando um impacto alarmante no planeta. Um deles é a mudança climática, que podemos definir como a alteração dos padrões climáticos em escala global, produto do aquecimento global a partir de ações causadas por seres humanos. Apesar da tentativa de alguns setores de questionar isso, a comunidade científica deixou clara a realidade do assunto e as consequências adversas que devemos enfrentar.

Como as mudanças climáticas afetam os animais? Entre os vários efeitos desfavoráveis ​​causados ​​pelas alterações climáticas, encontramos os impactos sofridos pela diversidade animal, uma vez que é fortemente afetada pelas alterações do clima em muitos dos seus habitats, que em alguns casos as pressiona até ao ponto da extinção. Aqui no PeritoAnimal, trazemos este artigo sobre alguns dos animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas para que você saiba quais são. Continue lendo!

Como as mudanças climáticas afetam os animais?

O aumento das concentrações de gases do efeito estufa na atmosfera é o que faz com que a temperatura média da Terra aumente de forma constante e, consequentemente, ocasione o conjunto de diversas alterações que conhecemos como mudanças climáticas. À medida que os padrões climáticos mudam, em decorrência do que foi exposto acima, ocorrem uma série de circunstâncias que acabam afetando os animais.

Se você se pergunta como as mudanças climáticas afetam os animais, apresentamos algumas delas:

  • Pouca chuva: existem regiões onde, devido às variações climáticas, as chuvas começaram a diminuir. Assim, a disponibilidade de água para os animais tende a ser menor porque no solo há menos água para consumir, e se restringem também os corpos d'água como lagos, rios e lagoas naturais, vitais para o desenvolvimento de certas espécies.
  • Chuvas torrenciais: em outras áreas ocorrem chuvas torrenciais, muitas vezes associadas a fenômenos climáticos como furacões e tornados, que sem dúvida impactam a biodiversidade animal do local.
  • Redução das camadas de gelo marinho em zonas polares: isso afeta consideravelmente a biodiversidade animal que se desenvolve nessas áreas, uma vez que estão adaptadas e dependem das condições naturais que caracterizam os espaços árticos do planeta.
  • Temperatura de incubação: alguns animais que se reproduzem de forma ovípara escavam o solo para colocar seus ovos. Ao fazer isso em áreas mais quentes do que o normal, os processos reprodutivos naturais de algumas espécies são alterados.
  • Variações de temperatura: foi identificado que algumas espécies transmissoras de doenças em animais, como alguns mosquitos, têm expandido seu alcance de distribuição em decorrência das variações de temperatura.
  • Vegetação: ao alterar o clima nos habitats, há um impacto direto na vegetação que faz parte da dieta de vários animais locais. Portanto, se esta vegetação diminui ou é alterada, a fauna que depende dela é afetada de forma alarmante porque seu alimento se torna mais escasso.
  • Elevações térmicas nos oceanos: influenciam as correntes oceânicas, das quais muitos animais dependem para seguir suas rotas migratorias. Por outro lado, isso também afeta a reprodução de certas espécies nesses habitats, o que acaba afetando as redes tróficas dos ecossistemas.
  • O dióxido de carbono é absorvido pelos oceanos: o aumento dessas concentrações resultou na acidificação dos corpos marinhos, alterando as condições químicas do habitat de muitas espécies de animais que são impactadas por esta alteração.
  • Impacto climático: em muitos casos origina a migração forçada de várias espécies para outros ecossistemas que nem sempre são os mais adequados para elas.

A seguir apresentaremos, portanto, alguns dos animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas.

Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

Alguns animais, como vimos anteriormente, estão sofrendo maiores impactos devido às alterações do clima. A seguir, apresentamos algumas das espécies de animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas:

1. Urso-polar (Ursus maritimus)

Uma das espécies icônicas mais afetadas pelas mudanças climáticas é o urso-polar. Este animal é fortemente impactado pela redução das camadas de gelo, das quais precisa para se deslocar e encontrar seu alimento. As características anatômicas e fisiológicas desse animal são adaptadas para habitar esses ecossistemas gelados, de modo que o aumento da temperatura também altera sua saúde.

Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas - Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

2. Corais

Os corais são animais que pertencem ao filo dos cnidários e habitam colônias comumente chamadas de recifes de coral. O aumento da temperatura e a acidificação dos oceanos afetam esses animais, que são altamente suscetíveis a essas variações. Atualmente, há consenso na comunidade científica sobre o alto grau de afetação global que os corais sofreram em decorrência das mudanças climáticas.[1]

3. Urso-panda (Ailuropoda melanoleuca)

Este animal depende diretamente do bambu para alimentação, já que é praticamente sua única fonte de nutrição. Entre outros motivos, todas as estimativas indicam que são animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas devido às alterações significativas no habitat do urso-panda, reduzindo a disponibilidade de alimentos.

4. Tartarugas-marinhas

Várias espécies de tartarugas-marinhas estão em perigo de extinção devido às mudanças climáticas. Por exemplo, a tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) e a tartaruga-marinha-comum (Caretta caretta).

Por um lado, a elevação do nível do mar, em decorrência do degelo dos polos, provoca inundações nas áreas de nidificação das tartarugas. Além disso, a temperatura influencia na determinação do sexo dos filhotes, por isso seu aumento aquece mais a areia e altera esta proporção nas tartarugas em fase de incubação. Além disso, o desenvolvimento de tempestades também causa impactos nas áreas de nidificação.

5. Leopardo-das-neves (Panthera uncia)

Este felino vive em condições extremas naturalmente e as alterações climáticas ameaçam o leopardo-das-neves com a alteração do seu habitat, o que afetaria a disponibilidade de presas para caçar, obrigando-o a se deslocar e a entrar em conflito com outras espécies felinas. É por isso que ele, infelizmente, é outro dos animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas.

Neste outro artigo você verá mais informações sobre o leopardo-das-neves e sobre outros animais da Ásia.

6. Pinguim-imperador (Aptenodytes forsteri)

O principal impacto para este animal é a diminuição e concentração do gelo marinho, necessário para a sua reprodução e para o desenvolvimento dos filhotes. Além disso, as variações climáticas também afetam as condições do oceano, que também têm um impacto sobre a espécie.

7. Lêmure

Estes primatas endêmicos de Madagascar são outros dos animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas. Entre outros motivos, isso ocore pelas variações climáticas que incidem sobre a diminuição das chuvas, aumentando os períodos de estiagem que influenciam a produção das árvores que são fonte de alimento para esses animais. Além disso, as alterações do clima também provocam ciclones na área em que vivem, muitas vezes devastando todo seu habitat.

8. Sapo-comum (Bufo bufo)

Este anfíbio, assim como muitos outros, vê seus processos biológicos reprodutivos alterados devido ao aumento da temperatura dos corpos d'água onde se desenvolve, o que em várias espécies provoca um adiantamento da desova. Por outro lado, esse efeito térmico na água diminui a disponibilidade de oxigênio dissolvido, o que também afeta as larvas do sapo-comum.

9. Narval (Monodon monoceros)

As mudanças no gelo marinho do Ártico, provocadas pelo aquecimento global, afetam o habitat deste mamífero marinho, bem como o da beluga (Delphinapterus leucas), uma vez que a distribuição das presas muda. Mudanças inesperadas no clima modificam a cobertura do gelo, fazendo com que muitos desses animais fiquem presos em pequenos espaços entre os blocos polares, o que acaba causando sua morte.

Imagem: macorisserie23.com

10. Foca-anelada (Pusa hispida)

A perda do habitat formado pelo gelo é a principal ameaça a esse que está nesta lista de animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas. A cobertura de gelo é essencial para os filhotes, e à medida que diminui devido ao aquecimento global, afeta sua saúde e induz a uma maior mortalidade da espécie, além de causar maior exposição a predadores. As variações climáticas também afetam a disponibilidade de alimentos.

Imagem: animalia.bio

Outros animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

Vamos conhecer outras espécies de animais que também são afetadas pelas mudanças climáticas:

  • Caribu ou rena (Rangifer tarandus)
  • Baleia-azul (Balaenoptera musculus)
  • Rana-temporaria (Rana temporaria)
  • Tentilhão-de-montanha-de-Cochabamba (Compsospiza garleppi)
  • Beija-flor-de-tesoura (Hylonympha macrocerca)
  • Toupeira-da-água (Galemys pyrenaicus)
  • Pika-americana (Ochotona princeps)
  • Papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca)
  • Coala (Phascolarctos cinereus)
  • Tubarão-enfermeiro (Ginglymostoma cirratum)
  • Papagaio-imperial (Amazona imperialis)
  • Mamangava (Bombus)

Animais extintos pela mudança climática

Agora que você já viu quais os impactos do aquecimento global sobre os animais, também temos que destacar que algumas espécies não conseguiram suportar os choques causados ​​pelas mudanças climáticas, e por isso já foram extintas. Vamos conhecer alguns animais extintos devido às mudanças climáticas:

  • Melomys rubicola: era um roedor endêmico da Austrália. Os recorrentes fenômenos ciclônicos causados pelas mudanças climáticas acabaram com a população existente.
  • Incilius periglenes: conhecido como sapo-dourado, era uma espécie que habitava a Costa Rica e, por diversas razões, entre elas o aquecimento global, foi extinta.

A mudança climática é atualmente um dos graves problemas ambientais de impacto global. Dado o impacto negativo que causa para a humanidade, atualmente busca-se mecanismos para mitigar esses efeitos. Contudo, isso não ocorre no caso dos animais, que são altamente vulneráveis ​​a esta situação. Assim, mais ações são necessárias urgentemente para minimizar os danos sofridos pelas espécies animais no planeta.

Se você se interessa por este tema, recomendamos que assista a este vídeo do canal Nossa Ecologia em que são apresentadas algumas dicas para evitar as mudanças climáticas:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Animais em perigo de extinção.

Referências
  1. Creary, M. (s/f). Efectos del Cambio Climático Sobre Los Arrecifes de Coral Y el Medio Marino. Naciones Unidas. Disponível em: <https://www.un.org/es/chronicle/article/efectos-del-cambio-climatico-sobre-los-arrecifes-de-coral-y-el-medio-marino>. Acesso em 28 de julho de 2021.
Bibliografia
  • Sánchez, B., Flores, S., Rodríguez, E., Anaya, A. y Contreras, E. (2020). Causas y consecuencias del cambio climático en la producción pecuaria y salud animal. Revista mexicana de Ciencias Pecuarias, 2020; 11(Supl 2):126-145. Disponível em: <http://www.scielo.org.mx/pdf/rmcp/v11s2/2448-6698-rmcp-11-s2-126.pdf>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • BirdLife International. 2020. Aptenodytes forsteri. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2020: e.T22697752A157658053. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2020-3.RLTS.T22697752A157658053.en>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • Grupo de especialistas en anfibios de la CSE de la UICN (2020). Incilius periglenes. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2020: e.T3172A54357699. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2020-3.RLTS.T3172A54357699.en>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • Indefinido (2013). Dermochelys coriacea. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2013: e.T6494A43526147. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2013-2.RLTS.T6494A43526147.en>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • Indefinido. (2016). Pusa hispida. La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2016: e.T41672A45231341. 20 de mayo de 2021. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2016-1.RLTS.T41672A45231341.en>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • Indefinido. (2017). Caretta caretta (versión modificada de la evaluación de 2015). La Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN 2017: e.T3897A119333622. 20 de mayo de 2021. Disponível em: <https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2017-2.RLTS.T3897A119333622.en>. Acesso em 28 de julho de 2021.
  • Uribe, E. (2015). El cambio climático y sus efectos en la biodiversidad en América Latina. ONU, CEPAL, Unión Europea. Disponible en: Disponível em: <https://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/39855/S1501295_en.pdf?sequence=1 Waisgood, R., Wang>. Acesso em 28 de julho de 2021.

Fotos de Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas
Imagem: macorisserie23.com
Imagem: animalia.bio
1 de 21
Animais ameaçados de extinção pelas mudanças climáticas

Voltar ao topo da página