Partilhar

Socializar um gato adulto

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 23 maio 2017
Socializar um gato adulto

Ver fichas de  Gatos

Se decidiu adotar um gato ou tem um há muito tempo mas não o consegue socializar com cachorros ou outros gatos entrou no site adequado. Neste artigo do Perito Animal mostramos-lhe quais são os fatores que influenciam na socialização de um gato e que possibilidade existem para que um gato que é acolhido em uma casa, seja um animal dócil com as pessoas.

Quando alguém resgata um gato de rua e o leva para casa, tem que ser consciente de que é um animal com uma conduta mais ou menos consolidada e que pode ser muito difícil a sua mudança (por vezes impossível). Se é um animal dócil, não há problema, mas pode dar-se o caso de ser uma animal agressivo e/ou medroso, o que pode dificultar muito a convivência com os humanos. Continue lendo e descubra como socializar um gato adulto.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um gecko leopardo

Como se forma a conduta de um gato?

O gato é um felino, predador solitário e territorial. Pode em determinados momentos partilhar territórios com outros gatos (sobretudo fêmeas emparelhadas), mas as tensões hierárquicas são frequentes.

No gato existem diversas variáveis que influenciam a sua conduta, sendo a mais importante conhecida como "período sensível de socialização". É um tempo que decorre desde a segunda à sétima semana de vida do gato. Durante este período de amadurecimento do sistema nervoso central, o gato começa a ter os sentidos o suficientemente maduros para poder explorar o seu meio envolvente. Assim sendo, pode familiarizar-se com o ambiente, relacionar-se com outros gatos, com outros animais, lugares, odores, comida ou presença de humanos entre muitas outras coisas.

Durante este período o animal desenvolve múltiplas experiências e recebe várias informações do meio que o rodeia, não existindo a resposta de medo até a finalização deste período. Tudo o que "viva" durante este curto espaço de tempo, marcará a futura conduta do gato. Além disso, existem outros fatores que influenciam na conduta do gato, que lhe explicamos em seguida. Utilizar o reforço positivo por exemplo é uma forma de guiá-lo para uma conduta desejada.

Socializar um gato adulto - Como se forma a conduta de um gato?

Que outros fatores influenciam na conduta de um gato?

Por um lado a alimentação da mãe, durante a gestação e lactância influencia muito na capacidade de aprendizagem dos gatinhos e na conduta de medo e agressividade. Uma má alimentação durante este período dá origem a gatos com pouca capacidade de aprendizagem e com respostas medrosas e/ou agressivas.

A meiguice do pai influencia na futura conduta da ninhada. Um pai dócil e um período de socialização com a presença de humanos vai originar gatos muito dóceis. Um pai pouco dócil dará lugar a gatinhos pouco dóceis, embora seja o período de socialização o que molda mais esta conduta no caso do contato com os humanos.

Um aspeto que há que ter em conta é que os gatos mais agressivos são os que em principio têm um maior sucesso reprodutivo, uma vez que adquirem o "direito a montar as gatas no cio", embora conduta sexual da gata faça com que outros gatos menos agressivos tenham a possibilidade de transmitir os seus genes.

Socializar um gato adulto - Que outros fatores influenciam na conduta de um gato?

Por que é tão complicado socializar um gato adulto?

O melhor conselho que se pode dar é resgatar um gatinho durante o período de socialização. Essa é a forma de assegurar que o animal poderá conviver no futuro com humanos. No entanto, a conduta do progenitor influencia, mas esta variável não pode ser controlada, pois não se sabe quem é o pai, inclusivamente diferentes gatos podem ser pais de uma mesma ninhada.

No caso de querer adotar um gato adulto, os critérios de escolha são mais complicados. Um gato que se aproxime de forma espontânea a um humano é um bom candidato (em principio é meigo e curioso), embora posteriormente possam surgir novos problemas, como por exemplo adaptação ao novo território, a presença de outros gatos, etc. Apesar de tudo achamos que deve tentar!

Socializar um gato adulto - Por que é tão complicado socializar um gato adulto?

Truques para socializar um gato

O requisito básico e imprescindível deste processo será a paciência e o carinho que podemos oferecer ao nosso gato. Socializar este animal pode ser complicado mas não impossível se dedicarmos o tempo adequado. Se tem dúvidas ou a situação se complicar não duvide em consultar um profissional que o possa ajudar.

Socializar um gato com o ser humano

Para ganhar a confiança do gato utilize alguns truques anteriormente mencionados como por exemplo oferecer alimento úmido que o gato considere irresistível (preferivelmente dê na sua mão), fale suavemente e brinque com ele. No entanto nem todos os gatos vão aceitar esta conduta estreita com o ser humano, é até normal que o gato fuja de você. Devemos ser pacientes e respeitosos e não forçar nunca ao animal a fazer algo que não queira.

Socializar um gato com outros gatos

Pode acontecer que o gato seja arisco com as pessoas mas que se relacione muito bem com outros felinos visto que sempre viveu em grupo. Se não sabe nada do seu passado e está pensado em adotar outro gato ou já tem um e não sabe como vai ser quando juntar ambos, recomendamos o seguinte:

Primeiro que tudo deve saber que os gatos são tremendamente territoriais ou seja, no começo, deve evitar que se encontrem muitas vezes. Deixe que se habituem a cheirar o odor do novo membro da família. Utilize uma cama durante uns dias e mude-a para que descubram que existe outro gato vivendo em sua casa.

Deixe que se vejam a uma certa distância e observe o seu comportamento. Um porta de vidro, por exemplo, é perfeita para ver como se dão. Embora observe um comportamento positivo não os junte imediatamente, deixe passar dois ou três dias.

As lutas de gatos são extremamente terríveis, por esse motivo deve estar presente no seu primeiro encontro. Ponha uma guia ou arnês a ambos os gatos (embora se saiba que será incômodo para ambos) para poder frenar um ataque caso aconteça.

Socializar um gato com cachorro

O procedimento de socialização de um gato com um cão é muito parecido ao que explicamos no caso anterior. Primeiro será fundamental que ambos percebam que existe outro animal vivendo na sua mesma casa. Deixar peças de roupa com o cheiro do outro na sua cama é uma boa forma de começar.

Depois devemos procurar que exista contato visual entre eles para observar as suas reações e comprovar o que cada um faz. Por fim, a segurança do primeiro encontro será primordial para evitar uma desgraça.

Dê algum tempo entre cada passo para que ambos se tolerem e comecem a se aceitar. Não force nunca um encontro se ambos tentam fugir. As consequências podem ser muito graves, inclusivamente para si.

Socializar um gato adulto - Truques para socializar um gato

Como se pode socializar um gato adulto de rua?

A mudança de conduta de um animal adulto é bastante complexa. Por uma lado há que desenvolver uma estratégia de paciência de forma a que o animal vá pouco a pouco perdendo a sensibilidade a determinados estímulos.

A presença de um humano de forma constante, a uma distância prudente e sem consequências negativas para o gato, pode fazer com que o animal vá pouco a pouco confiando a aproximando-se cada vez mais do humano.Neste ponto há que lembrar que o gato não é um animal tão social como o cão, por isso as chamadas, os carinhos e as tentativas de brincar com eles podem ser perigosas para o bem intencionado proprietário.

Depois de começar a dessensibilização, é possível começar a premiar o gato com algo que ele goste (sobretudo comida) diante da realização de alguma conduta. Isto chama-se "condicionamento operante de reforço positivo". Se o gato associa alguma conduta com o prêmio, repetirá essa conduta novamente.

A resposta dos gatos diante destas estratégias costuma ser muito individualizada, por isso não é possível dar tempos ou percentagens de sucesso.

Socializar um gato adulto - Como se pode socializar um gato adulto de rua?

E se não conseguir socializar o meu gato?

Nestes casos o mais recomendável será recorrer a um profissional para que nos aconselhe alguns truques ou pautas avançadas que possamos seguir para, pouco a pouco, avançar nesta etapa de aprendizagem.

Socializar um gato adulto - E se não conseguir socializar o meu gato?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Socializar um gato adulto, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário sobre Socializar um gato adulto

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Socializar um gato adulto
1 de 7
Socializar um gato adulto

Voltar ao topo da página