Partilhar

Sintomas de ansiedade em gatos

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 7 novembro 2018
Sintomas de ansiedade em gatos

Ver fichas de  Gatos

Os gatos possuem um comportamento único e especial. Geralmente é um animal tremendamente territorial que costuma socializar corretamente com outros membros da sua espécie. À margem da sua tendência comportamental natural, para entender um comportamento patológico, primeiro devemos compreender como são no seu estado normal e definir a ansiedade propriamente dita.

No entanto, em alguns casos detectamos comportamentos que definimos erradamente como ansiedade, um problema de saúde que pode ser perigoso para os nossos felinos e muito incômodo para os seus donos. No PeritoAnimal explicamos-lhe quais são os sintomas da ansiedade em gatos e o que podemos fazer para os ajudar.

Se acredita que o seu gato tem os primeiros sintomas da ansiedade em gatos não duvide em acudir a um veterinário que possa ajudar você a descobrir as causas que a podem originar.

Também lhe pode interessar: A ratazana como animal de estimação

O que é a ansiedade?

Existem duas noções muito importantes na definição de ansiedade:

  1. A ansiedade é uma doença de adaptação. Não é mais que um agravamento patológico do estado de alerta necessário ao momento de se adaptar a um novo meio.
  2. A ansiedade consegue desorganizar o auto-controlo.

Dito isto, podemos definir a ansiedade como um estado de angustia sem uma causa precisa, ao contrário do medo ou receio onde é direcionado para um determinado objeto ou pessoa. Para o entender melhor podemos dar o exemplo do medo dos trovões ao contrário da ansiedade nas tempestades ou antes delas.

As causas da ansiedade nos gatos estão sempre associadas primeiro à sua ecologia e depois a relação com outros seres vivos sem discriminar espécies. Para finalizar com as definições, deve saber que na medicina veterinário temos por base a seguinte definição:

"A ansiedade é um estado reacional no qual aumenta a probabilidade de obter reações emocionais análogas ao medo em resposta a qualquer variação do medo interior ou exterior. Há em consequência uma desorganização dos auto-controlos e uma perda das capacidades de adaptação a qualquer variação do medo."

Sintomas de ansiedade em gatos

Para detectar os sintomas devemos pensar em 2 grandes grupos:

  • Sintomas orgânicos ou físicos
  • Sintomas mentais

Dentro dos sintomas físicos podemos observar taquicardia (aumento da frequência cardíaca) ou taquipneia (aumento da respiração) com sopros. Muitas vezes ocorre durante a consulta veterinária mas é pouco frequente em gatos, é mais observada em cachorros. Além disso, podemos observar fezes moles ou diarreias, dilatação das pupilas, suor nas almofadas plantares (que podem ser vistas ao caminhar).

Quando falamos dos sintomas mentais podemos misturá-los ou confundi-los com comportamentos que podemos chegar a pensar que são normais no nosso gato. A ingestão de comida muito reduzida é habitual em ansiedades crônicas (como em uma sobrepopulação de animais em espaços reduzidos) assim como também a falta de higiene própria, tão típica nos felinos domésticos.

Outro sintomas mais comum em cachorros que em gatos é o lambido excessivo de algumas das suas patas sem causa aparente. alterações no sono como hipervigilância devido à chegada de um novo membro, marcar território em gatos que antes não o faziam ou em forma excessiva e comportamento muito agressivos sem causa aparente e diariamente são alguns dos sintomas que podemos encontrar em nossos animais.

Sintomas de ansiedade em gatos - Sintomas de ansiedade em gatos

Tratamento a explorar para combater a ansiedade

Como sempre aconselhamos no PeritoAnimal, diante da presença destes sintomas ou algum que nos chame à atenção, consulte com o veterinário para que possa realizar o diagnóstico diferencial e possa isolar a ansiedade com uma porcentagem de certeza mais elevada que a nossa própria intuição.

É muito recomendável utilizar brinquedos de inteligência, especialmente aqueles que são dispensadores de comida, para que o nosso gato desvie a sua ansiedade com atividades que fomentem a sua inteligência e que o façam se sentir útil. As massagens e os carinhos também são uma forma magnífica de os ajudar a libertar tensão do seu corpo.

Por outro lado, são amplamente recomendáveis nestes casos as terapias com as Flores de Bach e Homeopatia. Sessões de Reiki para animais também podem ser de utilidade em especial em casas onde habitam muitos animais e a convivência às vezes costuma ser ríspida.

Sintomas de ansiedade em gatos - Tratamento a explorar para combater a ansiedade

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Sintomas de ansiedade em gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas mentais.

Escrever comentário sobre Sintomas de ansiedade em gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Mário Quitério
têm que ter + mais companhia de animais.

Sintomas de ansiedade em gatos
1 de 3
Sintomas de ansiedade em gatos

Voltar ao topo da página