menu
Partilhar

Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento

 
Por Maria Besteiros, Auxiliar técnica veterinária. 5 novembro 2021
Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Neste artigo do PeritoAnimal vamos falar sobre a rinite em cães, um problema que afetará sua região nasal e que pode ter diferentes causas, de maior ou menor gravidade, portanto devemos ir ao veterinário para que, após o exame, ele possa determinar a causa e prescrever o tratamento mais apropriado.

Para detectar a rinite em um cachorro, testes como raios X, culturas ou rinoscopia são geralmente necessários para obter informações sobre o interior da região nasal. Muitos tutores se perguntam se cachorro tem rinite, então continue lendo para saber suas causas, sintomas e tratamento.

Anatomia da região nasal do cachorro

No nariz do cachorro, podemos ver, à primeira vista, as duas narinas. Dentro, percorrendo o comprimento do focinho, está a cavidade nasal, dividida em duas narinas, que acabam se conectando com a garganta. Além disso, a cavidade nasal se estende até os chamados seios frontais e maxilares. Qualquer infecção que afete a cavidade pode se espalhar para os seios nasais.

A mucosa que reveste a região nasal é altamente irrigada e atua como uma barreira protetora para defender a área contra a entrada de bactérias ou qualquer substância que possa causar irritação, que será levada à garganta, onde é engolida ou expelida pela tosse. A cavidade nasal é muito sensível e, devido à alta irrigação, ela sangra facilmente. A descarga do nariz pode inicialmente ser devida à presença de uma substância irritante, que também se manifesta com frequência por espirros. Portanto, cachorro tem rinite? Sim. Uma descarga nasal persistente pode ser um sinal de rinite em cães e deve ser avaliada por um veterinário.

Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento - Anatomia da região nasal do cachorro

Causas e sintomas da rinite em cães

Você já viu que cachorro tem rinite, que é uma inflamação da cavidade nasal. Se ela se espalha para os seios nasais, é chamada sinusite. Os sinais típicos de rinite são os seguintes:

  • Espirros.
  • Secreção nasal, que geralmente é espessa e com cheiro desagradável.
  • Náusea ou vômito, que é causado por substâncias do nariz para a garganta.
  • Mau hálito intenso e persistente

Há várias causas da rinite em cães. Em cães jovens, a rinite geralmente segue infecções respiratórias superiores como as causadas por vírus, mas também pela presença de corpos estranhos ou traumas no nariz. Infecções de origem viral podem ser complicadas por infecções bacterianas oportunistas.

Em cães mais velhos, por outro lado, a rinite está mais frequentemente associada ao surgimento de tumores ou infecções na boca. Nesses casos, a descarga nasal geralmente é confinada a uma única narina. Além disso, esta descarga pode conter sangue. Como mencionado acima, qualquer secreção nasal persistente exigirá atenção veterinária.

Neste outro artigo falamos sobre um dos sintomas da rinite canina, o bafo de peixe.

Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento - Causas e sintomas da rinite em cães

Tratamento da rinite em cães

Diante dos sintomas da rinite, o veterinário realizará os testes relevantes para determinar a causa da inflamação, pois é isso que nos ajudará a estabelecer o tratamento adequado. Se houver bactérias presentes, é necessário prescrever um antibiótico, pelo menos por algumas semanas. Se houver fungos, o tratamento de escolha será um antifúngico, que também deve ser administrado por algumas semanas.

Às vezes o cachorro tem rinite que pode se tornar crônica, o que complica sua resolução. Nestes casos, será necessário um antibiótico específico e, nos casos mais complexos, até mesmo uma cirurgia para limpar completamente a cavidade nasal.

Sintomas e tratamento da rinite alérgica em cães

A rinite em cães também pode ter uma origem alérgica. Os sintomas são como os descritos acima, com a diferença de que a secreção nasal será transparente. Além disso, o cachorro terá coceira, secreção ocular, vai coçar ou esfregar o rosto e vai lamber as suas patinhas.

Isso geralmente é sazonal no início, mas eventualmente ocorrerá ao longo do ano. O cachorro pode ser alérgico a pólens, pó da casa, fibras vegetais, bolores, etc. É difícil de tratar porque geralmente não é possível evitar o contato com as substâncias que provocam a alergia, e há cada vez mais delas. Portanto, o tratamento envolve o controle dos sintomas, a identificação do alergênio através de testes cutâneos e, em alguns casos, a imunoterapia, ou seja, a administração de vacinas específicas.

Agora que você viu que cachorro tem rinite crônica e alérgica e conheceu seus sintomas e tratamento, talvez você possa se interessar pelo vídeo a seguir em que contamos como cuidar de um cachorro para que ele viva mais e melhor:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças respiratórias.

Bibliografia
  • MARIA, Daniela da Silva. Rinite crônica fúngica em uma cadela. 2021. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/221184>. Acesso em 5 de novembro de 2021.
  • FERREIRA, Rafael Rodrigues, et al. Infecções fúngicas do trato respiratório de cães e gatos. Acta scientiae veterinariae. Porto Alegre, 2007. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/13304/000628652.pdf>. Acesso em 5 de novembro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento
1 de 3
Rinite em cães - Causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página