menu
Partilhar

Remédio caseiro para parar de cair pelo de gato

 
Por Carla Moreira, Médica veterinária. 5 fevereiro 2024
Remédio caseiro para parar de cair pelo de gato

Ver fichas de  Gatos

A queda de pelos é um dos problemas que mais incomoda os tutores, ainda mais o tutor de gato, pois o bichano costuma dormir nos guarda-roupas, pular nos móveis da casa e na cama, deixando um rastro de pelos por onde passa. A queda de pelos, até uma certa quantidade, é considerada normal, ainda mais se não houver falhas na pelagem. No entanto, alguns animais podem perder mais pelos que outros, devido à raça ou por problemas nutricionais, além das doenças que atingem a pele.

Doenças que causam coceira costumam resultar em grande perda de pelos, pois o animal se coça com tanto vigor que acaba por quebrar o pelo, fazendo com que ele caia antes do momento de troca da pelagem. Alergias e doenças parasitárias são as grandes responsáveis pelo prurido nos gatos, resultando em áreas de alopecia e feridas na pele. Outras doenças também podem resultar na perda de pelos, como problemas endócrinos, já que os hormônios podem influenciar o ciclo de vida dos pelos.

Mas não se preocupe! Para te ajudar, o PeritoAnimal elaborou este artigo com algumas dicas de como identificar se a queda de pelos é normal ou resultante de alguma doença, o que é possível fazer em casa e quando se deve procurar ajuda do veterinário. Fique por dentro do assunto!

Por que o pelo do meu gato está caindo?

O crescimento do pelo ocorre de maneira cíclica, compreendendo uma fase de crescimento ativo, uma fase transitória e uma fase de repouso. A fase de crescimento ativo é denominada anágena, que é seguida de um período de transição, denominado de fase catágena, e uma fase de repouso, chamada de telógena. A raça do gato influencia sobremaneira o ciclo dos pelos. Alguns gatos apresentam-se predominantemente na fase anágena (crescimento ativo) ou telógena (fase de repouso).

Os pelos dos gatos são substituídos em um padrão semelhante a um mosaico, ou seja, em uma mesma região da pele existem folículos pilosos nos três estágios. Vários fatores controlam o crescimento piloso, como a produção de citocinas, fatores de crescimento, hormônios da tireoide e sexuais, temperatura ambiente, fricção e uso de medicamentos. O processo de troca de pelos é muito bem sincronizado, de tal forma que o gato sempre estará coberto de pelos. Caso algo errado aconteça nesse processo, o animal pode ficar sem pelos em alguns locais ou no corpo todo.

Algumas condições que podem causar uma queda anormal de pelos em gatos são:

  • Problemas endócrinos costumam causar alopecia (falta de pelos) pelo corpo todo, de forma simétrica. O hipotireoidismo (quando a tireoide produz uma quantidade menor de hormônios do que deveria), por exemplo, interrompe o ciclo de crescimento dos pelos, que entram na fase telógena, e então sofrem queda sem serem substituídos. Uma nova fase anágena não retorna até que a anormalidade hormonal seja corrigida.
  • Doenças causadas por fungos, bactérias, vírus, ácaros e outros agentes patogênicos também podem causar queda de pelos, mas por motivos diferentes. Pode ser por fricção, quando o gato se coça, arrancando ou quebrando os pelos com as unhas ou com os dentes, ou por lesões no folículo piloso. Geralmente, esses casos apresentam regiões de quedas de pelos localizadas, podendo ocorrer lesões na pele. Doenças que causam muito prurido, como as sarnas, podem resultar em grande perda de pelos, devido às lesões traumáticas e de arrancamento.
  • Deficiências nutricionais também podem causar uma maior queda dos pelos. Alguns nutrientes são essenciais para a saúde da pele e formação do pelo. Além disso, alguns componentes da dieta podem causar alergia no gato, fazendo com que ele se coce e caiam mais pelos. Alguns animais podem se beneficiar com a troca da ração seca para a dieta caseira, que deverá ser balanceada e utilizar ingredientes frescos e de qualidade.

Remédios e soluções caseiras para queda de pelos em gatos

Infelizmente não existe um remédio caseiro milagroso para fazer parar de cair pelos do gato. A melhor forma de evitar uma queda excessiva da pelagem é fornecer um alimento de boa qualidade para o bichano, com nutrientes de boa qualidade e em quantidades adequadas. Além disso, a escovação diária para retirar os pelos mortos ajuda a manter a pelagem bonita e evita que o gato engula uma grande quantidade de pelos, principalmente na época de troca.

Petiscos com suplementos vitamínicos podem ajudar na saúde da pelagem e no tratamento de bolas de pelos, muito comum em gatos devido ao seu comportamento de higiene. Dietas com quantidade adequada de fibras também auxilia na eliminação dos pelos ingeridos. Outra dica para o gato não ficar estressado e se lamber mais que o normal é o enriquecimento ambiental, que pode ser feito com caixas de papelão, brinquedos e arranhadores. Isso vai estimular o bichano a fazer mais exercícios e ficar mais tranquilo e equilibrado.

Quando posso considerar normal a queda de pelos em gatos?

Incialmente, é importante entender o comportamento do gato, de forma a poder diagnosticar algumas alterações que possam surgir. A lambedura, ou grooming, faz parte do comportamento normal e inerente do gato, como forma de cuidar da sua pelagem. Além de o fazerem a si mesmos, podem também ter um comportamento de allogroomming, ou seja, procederem à lavagem do pelo de outros membros do seu grupo, de forma recíproca, como forma de estabelecer laços entre si. Neste caso, normalmente coincide com o período de descanso e é mais comumente observado em gatos que repousam juntos.

Quando sujeitos a algum fator de estresse, o comportamento de limpeza pode ser intensificado e tornar-se excessivo, resultando em lesões na pele e no pelo. As possíveis causas deste acontecimento podem estar associadas ao prurido, à dor e, em determinados casos, a alterações comportamentais. Por outro lado, a diminuição deste comportamento também é importante, podendo ter como causa alguma doença, pois um dos sinais de que o gato não está bem é uma pelagem sem brilho, malcuidada e embolada.

De forma geral, a queda fisiológica de pelos não costuma deixar falhas na pelagem e nem feridas na pele. Se ocorre a perda de pelos em associação a áreas de alopecia, é indicativo de problemas de saúde. Nunca espere o problema piorar, ajude seu amigo o mais rápido possível, pois a maioria das doenças apresentam melhor prognóstico quando tratadas no início do seu curso. Sempre procure o auxílio do médico veterinário.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Remédio caseiro para parar de cair pelo de gato, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Bibliografia
  • Jorge, M.F.L. Tricograma: estudo comparativo da pelagem do gato de raça persa e europeu comum. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, Lisboa, 2016. Disponível em https://recil.ensinolusofona.pt/bitstream/10437/7048/1/TRICOGRAMA%20ESTUDO%20COMPARATIVO%20DA%20PELAGEM%20DO%20GATO%20DE%20RA%C3%87A%20PERSA%20E%20EUROPEU%20COMUM%20-%20Marlene%20Jorge.pdf. Acesso em 31/01/2024.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Remédio caseiro para parar de cair pelo de gato
Remédio caseiro para parar de cair pelo de gato

Voltar ao topo da página