Partilhar

Tipos de insetos: nomes e características

 
Por Luísa Savala, Redatora especializada em animais. 25 fevereiro 2020
Tipos de insetos: nomes e características

Os insetos são artrópodes hexápodes, portanto seu corpo é dividido em cabeça, tórax e abdômen. Além disso, todos têm seis pernas e dois pares de asas que surge do tórax. No entanto, como veremos mais adiante, esses apêndices variam de acordo com cada grupo. De fato, junto com as antenas e o aparelho bucal, é possível diferenciar facilmente os diferentes tipos de insetos que existem.

Este grupo de animais é o mais diverso e contêm cerca de um milhão de espécies. No entanto, acredita-se que a maioria ainda nem tenha sido descoberta. Quer conhecer mais sobre os insetos? Neste artigo PeritoAnimal, vamos explicar quais são os tipos de insetos, seus nomes, características e muito mais.

Classificação dos insetos

Devido à sua enorme diversidade, a classificação dos insetos inclui um grande número de grupos. Por isso, vamos explicar sobre os tipos mais representativos e conhecidos de insetos. Estas são as seguintes ordens:

  • Odonata;
  • Ortóptero;
  • Isópteros;
  • Hemíptero;
  • Lepidópteros;
  • Coleópteros;
  • Díptera;
  • Himenópteros.

Odonata

As odonata são um dos insetos mais bonitos do mundo. Este grupo inclui mais de 3.500 espécies distribuídas por todo o mundo. São as libélulas (infraordem de Anisoptera) e as donzelinhas (subordem de Zygoptera), insetos predadores com filhotes aquáticos.

As odonata têm dois pares de asas membranosas e pernas que servem para capturar presas e agarrar o substrato, mas não para andar. Seus olhos são compostos e aparecem separados nas donzelinhas e juntos nas libélulas. Esta característica permite diferenciá-los.

Alguns tipos de insetos que pertencem a esse grupo:

  • Calopterix virgo;
  • Cordulegaster boltoni;
  • Libélula emperador (Anax imperator).
Tipos de insetos: nomes e características - Odonata

Ortóptero

Esse grupo é o de gafanhotos e grilos que totalizam mais de 20.000 espécies. Embora sejam encontrados em quase todo o mundo, eles preferem as regiões e estações do ano mais quentes. Tanto os jovens como os adultos se alimentam de plantas. São animais ametábolos que não sofrem metamorfose, ainda que sofram algumas mudanças.

Podemos diferenciar facilmente esses tipos de animais porque suas asas anteriores são parcialmente endurecidas (tegminas) e suas patas traseiras são grandes e fortes, perfeitamente adaptadas para saltar. Normalmente, eles têm cores verde ou marrom que os ajudam a se camuflar no ambiente ao seu redor e se escondem do grande número de predadores que os perseguem.

Exemplos de insetos Ortóptero

Alguns exemplos de gafanhotos e grilos são:

  • Esperança ou grilo verde (Tettigoria viridissima);
  • Grilo-toupeira-europeu (Gryllotalpa gryllotalpa);
  • Euconocephalus thunbergii.
Tipos de insetos: nomes e características - Ortóptero

Isópteros

O grupo de cupins inclui cerca de 2.500 espécies, todas muito abundantes. Normalmente, esses tipos de insetos se alimentam de madeira, embora possam comer outras substâncias vegetais. Eles vivem em grandes cupinzeiros construídos em madeira ou no solo e apresentam castas muito mais complexas das que conhecemos.

Sua anatomia depende das diferentes castas. No entanto, todos eles têm grandes antenas, pernas de locomotivas e um abdômen dividido em 11 partes. Quanto às alas, elas só aparecem nos reprodutores principais. O resto das castas são insetos ápteros.

Exemplos de insetos Isópteros

Algumas espécies de cupins são:

  • Cupim de madeira úmida (Kalotermes flavicollis);
  • Cupim de madeira seca (Cryptotermes brevis).
Tipos de insetos: nomes e características - Isópteros

Hemíptero

Esses tipos de insetos se referem a percevejos (subordem Heteroptera), afídios, cochonilhas e cigarras (Homoptera). No total, eles são mais de 80.000 espécies, sendo um grupo muito diversificado que inclui insetos aquáticos, fitófagos, predadores e até parasitas hematófagos.

Os percevejos têm hemiélitros, ou seja, suas asas anteriores são duras na base e membranosas no ápice. No entanto, os homópteros têm todas as suas asas membranosas. A maioria possui antenas bem desenvolvidas e um aparelho bucal picador-sugador.

Exemplos de insetos hemíptero

Alguns exemplos desses tipos de insetos são:

  • Barbeiros (Triatoma infestans);
  • Piolho-negro-da-fava (Aphis fabae);
  • Cicada orni;
  • Carpocoris fuscispinus.
Tipos de insetos: nomes e características - Hemíptero

Lepidópteros

O grupo de lepidópteros inclui mais de 165.000 espécies de borboletas e mariposas, é um dos tipos mais diversos e abundantes de insetos. Os adultos se alimentam de néctar e são polinizadores, enquanto as larvas (lagartas) são herbívoras.

Entre suas características destacam-se a metamorfose completa (holometabólica), suas asas membranosas cobertas de escamas e sua tromba, um aparelho bucal muito alongado que fica enrolado quando não estão se alimentando.

Exemplos de insetos lepidópteros

Algumas espécies de borboletas e mariposas são:

  • Mariposa atlas (Attacus atlas);
  • Mariposa imperador (Thysania agrippina);
  • Boboleta caveira (Acherontia atropos).

Coleópteros

Calcula-se que existem mais de 370.000 espécies conhecidas. Entre eles, encontram-se insetos tão diferentes como a vaca-loura (Lucanus cervus) e as joaninhas (Coccinellidae).

A característica principal desse tipo de inseto é que suas asas anteriores estão completamente endurecidas e recebem o nome de élitros. Elas cobrem e protegem a parte de trás das asas, que são membranosas e servem para voar. Além disso, os élitros são fundamentais para controlar o voo.

Tipos de insetos: nomes e características - Coleópteros

Díptera

São moscas, mosquitos e mutucas que reúnem mais de 122.000 espécies distribuídas pelo mundo. Esses insetos sofrem metamorfose durante o seu ciclo de vida e os adultos se alimentam de líquidos (néctar, sangue, etc.), pois têm um aparelho bucal sugador-labial.

Sua principal característica é a transformação de suas asas traseiras em estruturas conhecidas como balancins. As asas anteriores são membranosas e as batem para voar, enquanto os balancins permitem que eles mantenham o equilíbrio e controlem o vôo.

Exemplos de insetos dípteras

Alguns tipos de insetos pertencentes a esse grupo são:

  • Mosquito-tigre-asiático (Aedes albopicus);
  • Mosca tsé-tsé (género Glossina).
Tipos de insetos: nomes e características - Díptera

Himenópteros

Os himenópteros são formigas, vespas, abelhas e sínfitos. É o segundo maior grupo de insetos, com 200.000 espécies descritas. Muitas espécies são sociais e organizadas em castas. Outros são solitários e frequentemente parasitóides.

Exceto os sinfitos, o primeiro segmento do abdome é unido ao tórax, o que lhes permite uma grande mobilidade. Com relação ao aparelho bucal, esse é mastigador em predadores como vespas ou sugador-labial naqueles que se alimentam de néctar, como as abelhas. Todos esses tipos de insetos têm poderosos músculos nas asas e um sistema glandular altamente desenvolvido que permite que se comuniquem com muita eficiência.

Exemplos de insetos himenópteros

Algumas espécies encontradas nesse grupo de insetos são:

  • Vespa-asiática (Vespa velutina);
  • Vespas Potter (Eumeninae);
  • Masarinae.
Tipos de insetos: nomes e características - Himenópteros

Tipos de insetos sem asas

No início do artigo, dissemos que todos os insetos têm dois pares de asas, no entanto, como vimos, em muitos tipos de insetos essas estruturas foram transformadas, dando origem a outros órgãos, como o élitros ou os balancins.

Também existem insetos ápteros, ou seja, que não têm asas. É o resultado do seu processo evolutivo, isso ocorre porque as asas e as estruturas necessárias para seu movimento (músculos das asas) requerem muita energia. Portanto, quando não são necessárias tendem a desaparecer, permitindo o uso da energia para outros fins.

Exemplos de insetos ápteros

Os insetos mais conhecidos são a maioria das formigas e cupins, dos quais apenas aparecem asas nos indivíduos reprodutores que saem para formar novas colônias. Nesse caso, o determinante de que as asas aparecem ou não é o alimento que é fornecido às larvas, ou seja, os genes que codificam a aparência das asas estão presentes em seu genoma, mas, dependendo do tipo de alimentação durante o desenvolvimento, sua expressão é suprimida ou ativa.

Algumas espécies de hemípteros e besouros têm suas asas transformadas e permanentemente presas ao corpo, para que não possam voar. Outros tipos de insetos, como a ordem Zygentoma, não têm asas e são verdadeiros insetos. Um exemplo são as traças ou pieixinho-de-prata (Lepisma saccharina).

Outros tipos de insetos

Como dissemos antes, existem diversos tipos de insetos que é muito difícil nomear cada um deles. No entanto, nesta seção, vamos explicar com detalhes sobre outros grupos menos abundantes e mais desconhecidos:

  • Dermaptera: também conhecidas como tesourinha, são insetos que vivem em áreas úmidas e têm apêndices como grampo no final do abdômen.
  • Zygentoma: são insetos ápteros, planos e alongados que fogem da luz e da secura. Eles são conhecidos como "insetos de umidade" e entre eles estão os bichos-da-prata.
  • Blattodea: são baratas, insetos com antenas longas e asas parcialmente endurecidas que são mais desenvolvidas nos machos. Ambos têm apêndices no final do abdômen.
  • Mantodea: os louva-a-deus são animais perfeitamente adaptados à predação. Suas pernas anteriores são especializadas em raptar presas e têm uma grande capacidade de se mimetizar-se com o ambiente ao seu redor.
  • Phthiraptera: são piolhos, um grupo que inclui mais de 5.000 espécies. Todos são parasitas externos hematófagos.
  • Neuroptera: inclui vários tipos de insetos, como formigas-leões ou crisopas. Eles têm asas membranosas e a maioria são predadores.
  • Shiphonaptera: são as temidas pulgas, parasitas externos hematófagos. Seu aparelho bocal é picador-sugador e as patas traseiras são muito desenvolvidas para o salto.
  • Trichoptera: esse grupo é muito desconhecido, embora inclua mais de 7.000 espécies. Eles têm asas membranosas e suas pernas são muito longas, como as de um mosquito. Destacam-se pela construção de “caixas” para a proteção de suas larvas.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tipos de insetos: nomes e características, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Hickman, C. P. et al (2009). Principios integrales de Zoología. McGraw-Hill, Madrid.
  • Lerauce, P. (2007). Insectos de España y Europa. Lynx editions.
  • Chinery, M (1995). Guía de Campo de los Insectos de España y Europa. Omega.

Vídeos relacionados com Tipos de insetos: nomes e características

1 de 3
Vídeos relacionados com Tipos de insetos: nomes e características

Escrever comentário sobre Tipos de insetos: nomes e características

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de insetos: nomes e características
1 de 8
Tipos de insetos: nomes e características

Voltar ao topo da página