menu
Partilhar

Pastor-da-picardia

Atualizado: 4 novembro 2021
Pastor-da-picardia

O pastor-da-picardia, também conhecido como berger picard ou pastor berger, é uma raça de cão pastor de origem francesa, classificada no grupo I da FCI (Fédération Cynologique Internationale). É uma raça pouco conhecida, mas muito amada por todos aqueles que cuidam dela, você quer saber por quê? Explicaremos a você nesta ficha de raça do PeritoAnimal na qual falaremos em detalhes sobre o pastor-da-picardia: suas origens, características, personalidade ou treinamento, entre outros, não perca.

Origem
  • Europa
  • França
Classificação FCI
  • Grupo I
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Recomendações
  • Arnês
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do pastor-da-picardia

É considerada uma raça particularmente antiga e embora seu nome se refira à região da Picardia do norte da França, não é certo em detalhes que seja endêmica dessa área. Mesmo assim, sabemos que está distribuído em toda a Europa e que suas características correspondem a muitos dos cães do tipo pastor mais comuns desta região.

Os primeiros exemplares conhecidos competiram em uma exposição em 1863, competindo na mesma categoria que o pastor-de-brie e o pastor-de-beauce. Anos mais tarde, já em 1898, a raça tornou-se cada vez mais popular e muito mais tarde, em 1922, o primeiro padrão oficial foi elaborado por Paul Megnin. Entretanto, só foi reconhecida oficialmente e definitivamente em 1925.

Com a deflagração da Segunda Guerra Mundial, os criadores abandonaram a criação e manutenção do pastor-da-picardia. Uma vez terminada a guerra, foi muito difícil encontrar exemplos típicos da raça, e por esta razão o Clube de Raça não admitiu um reconhecimento oficial do pastor-da-picardia. Como resultado, um entusiasta de cães, Robert Montenot, fundou o "Club des Amis du Berger Picard" (CABP) em 1955.

Finalmente, em 1959, a raça foi definitivamente reconhecida e o padrão oficial foi escrito pelo Sr. J.C. Larive, em colaboração com o Sr. R. Triquet.

Características do pastor-da-picardia

O pastor-da-picardia é um cão de porte médio, medindo entre 60 e 65 cm ao garrote em cães machos e entre 55 e 60 cm. ao garrote em cadelas. Tem uma aparência agradável mas forte, com um rosto particularmente amigável. Suas orelhas, em forma de spitz, um focinho preto bem distinto e um corpo equilibrado. As proporções do cachorro devem ser de 5 a 8% a mais longas do que altas. A pelagem do rosto não costuma cobrir o olho e tem cerca de 4 cm de comprimento. Seus olhos são escuros.

O rabo é de comprimento natural e a pelagem, de pelos semilongos, devem ser ásperos ao tato. Tem um subpelo muito fino e denso, ideal para proteção contra o frio. A camada externa tem de 5 a 6 cm de comprimento e pode ser de cor castanho, castanho-amarelado, castanho-amarelado com camada externa escura ou cinza. Uma pequena mancha branca no antepeito é admissível, mas sem grandes marcas.

Personalidade do pastor-da-picardia

O pastor-da-picardia é conhecido por sua personalidade equilibrada, obediente e inteligente. É também um cão muito sociável, tanto com pessoas quanto com outros animais, apesar de que isso, naturalmente, dependerá de seu processo de socialização, que discutiremos na próxima seção. Devido a seu passado (e presente em certas regiões) como cão pastor de ovelhas, o pastor-da-picardia é geralmente um cão muito leal e protetor, especialmente com crianças, com as quais tem uma relação maravilhosa.

Cuidados com o pastor-da-picardia

O pastor-da-picardia precisa de cuidados regulares com sua pelagem, portanto, é necessário escová-lo aproximadamente 2 a 3 vezes por semana, aumentando essa frequência durante a época de muda. O banho deve ser feito quando o cão estiver sujo ou a cada 1 ou 2 meses. Devemos usar produtos e acessórios específicos para cães, nunca shampoo para uso humano.

Devemos também oferecer uma alimentação de qualidade, baseados em ração seca, dieta BARF ou outras dietas caseiras, mas lembre-se que comida caseira não é sinônimo de sobras e que deve ser sempre prescrita por um veterinário para evitar deficiências nutricionais. Consulte o especialista sempre que tenha dúvidas a respeito.

Finalmente, o pastor-da-picardia é um cão muito ativo, portanto, ele precisará de exercícios regulares. Podemos incentivá-lo com jogos simples, como buscar e trazer a bolinha, ou introduzi-lo em esportes mais complexos, como o Agility canino. Lembre-se, entretanto, que os esportes de impacto regular podem causar danos ao corpo do cão, por isso é aconselhável fazer check-ups veterinários mais frequentes.

Educação do pastor-da-picardia

Como já mencionamos, o pastor-da-picardia é um cão particularmente inteligente, por isso não terá dificuldades na educação e no treinamento. Começaremos esta seção falando sobre a socialização do filhote, um processo particularmente importante que começa com 3 semanas e termina com 3 meses, no qual o cão deve aprender a se relacionar com todos os tipos de pessoas, animais e ambientes. Portanto, é essencial não separar o filhote não vacinado de sua mãe e irmãos até uma idade ideal (2 a 3 meses) e evitar qualquer experiência negativa.

O filhote deverá aprender neste momento a fazer suas necessidades no jornal e a controlar a mordida. Também é importante nesta fase estimular sua mente com uma variedade de jogos e atividades, sempre de forma positiva e muito gradual, para melhorar sua cognição.

Mais tarde, quando o filhote estiver em dia com suas primeiras vacinas, podemos ensiná-lo a urinar na rua e, quando ele começar a crescer, vamos apresentá-lo aos comandos básicos de obediência canina, essenciais para sua segurança e para a correta comunicação com o dono. Quando atingir o estágio da juventude, nosso cão pode ser apresentado a exercícios mais complexos e habilidades caninas. E na idade adulta, seremos capazes de apresentá-lo aos esportes caninos.

Saúde do pastor-da-picardia

Existem poucas informações sobre as doenças hereditárias das quais a raça pode sofrer, no entanto, destacamos como os mais importantes e frequentes a displasia do quadril, comum em cães de médio e grande porte, e os problemas oculares. Para preveni-los e detectá-los cedo, é aconselhável fazer visitas veterinárias regulares, a cada 6 a 12 meses no máximo, assim como seguir rigorosamente o cronograma de vacinação para cães e desparasitação regular. Siga as instruções de seu veterinário a respeito do assunto.

A expectativa de vida do pastor-da-picardia é de aproximadamente 12 a 13 anos.

Bibliografia
  • FCI. (04.08.2010). Estándar-FCI N° 176 PASTOR DE PICARDIA (Berger de Picardie - Berger Picard). 16.07.2019, de FEDERATION CYNOLOGIQUE INTERNATIONALE (AISBL). Disponível em: <http://www.fci.be/Nomenclature/Standards/176g01-es.pdf>. Acesso em 4 de novembro de 2021.

Fotos de Pastor-da-picardia

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Pastor-da-picardia

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Pastor-da-picardia
1 de 4
Pastor-da-picardia

Voltar ao topo da página