Partilhar

Dogue Canário

Atualizado: 11 junho 2019
Dogue Canário

O Dogue Canário, também conhecido como Dogo Canário ou Presa Canário, é o símbolo nacional da Ilha de Grã Canária e uma das raças de cachorro mais antigas da Espanha. Essa raça de cachorro se destaca por ter poderosas características físicas e a personalidade nobre e fiel.

Se você estiver pensando em adotar um filhote de Dogo Canário ou um cachorro dessa raça já adulto, continue lendo essa ficha do PeritoAnimal, na qual te informaremos sobre os cuidados que se deve ter como esse animal, como deve ser feito o adestramento dele e quais são os principais problemas de saúde que ele pode afetar essa raça.

Origem
  • Europa
  • Espanha
Classificação FCI
  • Grupo II
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Recomendações
  • Focinheira
  • Arnês
Clima recomendado
Tipo de pelo

Dogue Canário: origem

Como o nome sugere, o Dogue Canário é um cachorro molossoide proveniente do arquipélago das Canárias, principalmente das ilhas de Tenerife e Grã Canária. Nessa região autônoma espanhola, o cachorro é tão amada que, inclusive, uma lei do governo das Canárias nomeou o Dogo Canário como um dos símbolos da ilha de Grã Canária.

Esses cães são descendentes dos antigos "perros Bardinos Majoreros", que existiam no arquipélago desde os tempos pré-hispânicos, antes mesmo do século XIV. Nessa época, os grandes cães das ilhas eram usados pelos povos indígenas da região como guardiões, protetores e até boiadeiros. Séculos depois, com a chegada dos europeus nas ilhas e com a conquista das mesmas por parte da Coroa de Castela, os Marjoreros começaram a serem usados como cachorros auxiliares de açougueiros. Foi a partir desse período também, que esses animais começaram a ser miscigenados com outras raças de cachorro que chegavam do continente.

No entanto, o Dogue Canário só se definiu por completo no século XVIII, quando ocorreu uma forte imigração inglesa para as ilhas. Os ingleses levaram às Canárias cachorros dos tipos Buldogue e Bull Terrier, que eram usados nos cruéis combates entre cachorros, muito populares até o século XX, quando essas brigas foram proibidas.

Infelizmente, o Presa Canário, assim como os cruzamentos dessa raça de cachorro com outros Majoreros e cães do tipo Bull, também foram muito utilizados nesses combates de animais, principalmente pelo tamanho e estrutura óssea. Com a proibição dos combates de cachorros pelo governo espanhol e com avanços na área da pecuária, o Dogue Canário quase foi extinto por não ser mais necessário nas funções originais. Foi só em meados do século XX que sua criação foi retomada.

Atualmente, pode-se dizer que o Presa Canário descende dos Majoreros das ilhas espanholas e de vários molossoides ingleses. No último século, essa raça de cachorro se tornou muito popular em quase todo o mundo. Porém, assim como outros cães molossos, o Dogo Canário é considerado pela lei espanhola e de outros países como um dos cachorros potencialmente perigosos junto ao Pit Bull Terrier, ao Rottweiler, ao Dogue Argentino e ao Fila Brasileiro, por exemplo.

Dogue Canário: características físicas

O Dogue Canário é um cão molossoide de porte médio-grande. Essa raça de cachorro tem um aspecto imponente e, mesmo que a altura desse animal se assemelhe a de um Pastor Alemão, ele é bem mais robusto e musculoso que este último. As medidas do Presa Canário são:

  • Machos: altura entre 60 e 66 cm da cernelha e peso entre 50 e 65 kgs.
  • Fêmeas: altura entre 56 e 62 cm da cernelha e peso entre 40 e 55 kgs.

A cabeça dessa raça de cachorro é maciça e apresenta uma pele grossa, mas solta. O nariz é preto e a depressão naso-frontal (stop) é bem pronunciada. O focinho do animal é mais curto que o crânio, bem largo, mas demarcado. Os olhos são de medianos para grandes, levemente ovais e marrons. Já as orelhas são medianas e, mesmo não sendo exigido pelo padrão atual e oficial da raça que sejam amputadas, muitos criadores infelizmente ainda realizam conchectomia (corte das orelhas) em nos cães. No Brasil, no entanto, essa prática já é considerada ilegal pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária.

O corpo do Dogue Canário é mais comprido do que alto, dando ao cachorro um perfil retangular. A linha superior é reta e se eleva levemente a partir da cernelha. O peito desse animal é profundo e largo, enquanto os flancos e quadris são um pouco mais finos. Já a cauda é de inserção média.

A pelagem do Presa Canário é curta, lisa e áspera. De acordo com o padrão dessa raça de cachorro, aprovado pela Federação Cinológica Internacional (FCI), o pelo desse cachorro deve ser de uma mistura de malhado com preto. Esses cachorros também podem apresentar algumas manchas brancas no peito, na garganta, nas patas dianteiras e nos dedos das traseiras, mas essas marcas devem ser mínimas. Padrões reconhecidos por outras organizações também aceitam o Dogue Canário de cor preta sólida.

Dogue Canário: personalidade

O Dogue Canário é um cachorro tranquilo, com um temperamento calmo, mas que é muito seguro de si mesmo e sempre está atento ao ambiente no qual se encontra. Pelo seu passado de "cão guardião", essa raça de cachorro é mais predisposta a ter comportamentos tímidos e mais reservados em relação a desconhecidos, mas nobres e serenos com a família que o adotou.

O Presa Canário é, sem dúvida, um dos cachorros mas leais que existem. Além disso, esse tipo de cachorro é muito obediente, o que permite que se possa trabalhar muito bem atividades de obediência, adestramento e outras que também incluam estimulação mental, sempre com base no reforço positivo.

Dogue Canário: cuidados

O Dogue Canário é um cachorro de cuidados simples: basta escovar a pelagem do animal semanalmente para eliminar sujeiras e restos de pelo morto. Para isso, é bom usar uma escova de cerdas curtas e macias, já que, por ter uma pelagem curta e fina, escovas de cerdas metálicas podem irritar ou até machucar a derme do cachorro. Em relação a banhos, devem ser dados a cada 6 ou 8 semanas, mesmo sendo mais recomendado esperar que o pelo do cachorro realmente esteja sujo para não eliminar a capa de proteção natural da pele do animal.

O Presa Canário também precisa minimamente de 2 a 3 passeios longos diários (entre 30 e 40 minutos) para exercitar a musculatura e se manter ativo. Além disso, é fundamental dedicar uma parte desses passeios a exercícios físicos, que ajudarão a liberar o estresse e a tensão que seu cachorro pode acumular.

Dogue Canário: educação

O Dogue Canário não é a raça de cachorro mais adequada para criadores novatos ou com pouca experiência com cães molossoides e de grande porte. O Presa Canário precisa ter ao seu lado uma pessoa responsável e com mais experiência que possa proporcionar uma educação e socialização corretas para ele. Um cachorro com essas características deve ser corretamente adestrado para evitar comportamentos agressivos ou não desejados. No entanto, é importante ressaltar que, além de já se ter mais experiência, os criadores devem sempre ser muito carinhosos com seus cachorros, o que também vale para qualquer outra raça de cachorro.

A socialização desse cachorro é provavelmente um dos fatores mais importantes para se levar em consideração na hora de adestrar um Dogue Canário, já que isso será fundamental para que o cachorro seja capaz de se relacionar com outras pessoas, cachorros e animais. Para isso, é importante apresentar ao Presa Canário, a partir dos 3 meses de vida, todo o tipo de pessoas e animais. Assim, quando ele chegar à fase adulta não reagirá de forma defensiva ou reativa com os demais.

Tenha sempre em mente que se você evitar a socialização desse cachorro para preservar o "instinto guardião" do animal, você poderá ter sérios problemas no futuro quando quiser convidar outras pessoas para visitar sua casa, por exemplo. Além disso, se esse instinto do animal for muito cultivado, é possível que você tenha que taxar seu próprio cachorro de perigoso.

Outro aspecto fundamental da educação do Dogue Canário é a obediência básica, imprescindível para a sua segurança enquanto criador e para a dos demais. Uma boa ideia para melhorar a resposta e a comunicação de maneira geral com seu cachorro é a de visitar um adestrador canino profissional, que poderá te ensinar como lidar com o seu Presa Canário e te indicar alguns exercícios que podem e devem ser praticados de forma regular para que as ordens de obediência sejam devidamente aprendidas e memorizadas.

Quando o Dogue Canário é devidamente socializado e adestrado ele é um excelente companheiro, sempre fiel e protetor. Mesmo assim, como essa raça de cachorro tende a ser mais reservada na presença de estranhos, você deve sempre estar presente quando seu cachorro está conhecendo novas pessoas e animais.

Além disso, pelo tamanho e força do Presa Canário, é preciso tomar cuidado quando este está perto de crianças, principalmente pequenas. O adestramento dessa raça de cachorro não é difícil, mas é bom levar em consideração o temperamento independente e reservado do animal e trabalhar o adestramento positivo, que funciona muito bem sempre que o treinador for firme e consistente.

Dogue Canário: saúde

Os cuidados que te mostramos anteriormente ajudarão a manter seu Dogue Canário saudável, no entanto, como em outras raças de cachorro de porte grande, o Presa Canário é mais suscetível a sofrer das seguintes doenças:

  • Displasia do quadril;
  • Displasia do cotovelo;
  • Epilepsia;
  • Torção gástrica.

Além disso, é importante também seguir o calendário de vacinação e de desparasitação interna e externa do seu cachorro rigidamente e levar seu Dogue Canário ao veterinário a cada 6-12 meses para garantir um bom estado de saúde e detectar o surgimento de qualquer doença a tempo. Lembre-se que as patologias degenerativas, como a displasia do cotovelo e do quadril, podem ser menos graves se diagnosticadas com rapidez. Com uma boa saúde, excelentes cuidados e criadores que o respeitam e o tratam com amor e carinho, o Dogue Canário pode ter uma expectativa de vida de 9 a 11 anos.

Fotos de Dogue Canário

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Dogue Canário

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Dogue Canário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Dogue Canário
1 de 4
Dogue Canário

Voltar ao topo da página