Partilhar

Quanta água um gato deve beber por dia?

Quanta água um gato deve beber por dia?

Ver fichas de  Gatos

Os gatos precisam de água fresca e renovada de forma diária. Podem ser um pouco especiais com a comida, mas no que diz respeito à água, são ainda mais. Além do seu comportamento escrupuloso, é habitual que os proprietários tenha dificuldade para calcular a quantidade diária que o gato bebeu ao longo do dia. Alguns têm a tendência de beber pouco e outros, pelo contrário, demasiado.

Neste artigo do PeritoAnimal explicamos-lhe quanta água um gato deve beber por dia, entrando em variáveis como a idade, sexo e alimentação. Estes são alguns dos pontos que devemos ter presentes na hora de responder ao nosso veterinário sobre esta tão simples, mas ao mesmo tempo, problemática pergunta.

De que depende a ingestão de água?

Pode chegar a ser uma resposta muito complicada. A ingestão de água pode depender do tamanho do gato, da época do ano em que se encontre e, como todos sabemos, da sua alimentação.

Se o nosso gato se alimenta unicamente de alimento comercial, o qual só apresenta uns 10% de água na sua composição, devemos dar-lhe entre 60 a 120 ml mais que aos gatos que se alimentam de comida úmida, a qual pode conter até 80% de água. Assim sendo, um gato alimentado apenas com ração seca, deverá beber mais água que os gatos alimentados com comida úmida, tudo isso para se manterem corretamente hidratados.

Se nos referirmos à idade do gato, devemos saber que os filhotes e gatos idosos devem beber mais água que os adultos. Mas não há uma regra para isso nas idades, apenas no peso. Um gato de 5 kg de peso deveria beber 250 ml de água por dia em condições normais. É sempre importante saber quanta água pode conter o bebedouro do nosso felino e, se possível, não encher até ficar vazio. No entanto um gato deveria beber tanta água como lhe apetecer, por isso é sempre positivo incentivá-lo com diferentes recipientes em vários lugares da casa, para que nunca se esqueça.

Por último, varia em pequenas proporções dependendo da época do ano. Não é o mesmo no verão, onde sofrem com o calor, que no inverno, quando não querem separar-se nem um segundo do aquecedor, nem para beber água. Devemos ser racionais nestes casos para não nos alarmarmos desnecessariamente.

De que depende a ingestão de água?

Quando nos devemos preocupar?

Os extremos nunca são bons, por isso deve começar a prestar mais atenção ao seu gato se bebe pouca ou muita água. Um gato desidratado pode apresentar alguns sintomas, como os que lhe explicamos em seguida:

  • Pelo pouco brilhante e com escamas
  • Pele pouco flexível (pode fazer o teste da pele no pescoço. Puxe um pouco a pele dessa região e se demorar mais que 2 segundos a voltar ao normal o gato pode estar desidratado).
  • Atividade física reduzida, apatia e mau humor.
  • Urina poucas vezes por dia

A deficiência de água, em casos muito extremos pode levar o nosso gato a ter problemas no seu aparelho urinário, como cristais na urina, cálculos nos rins, etc. Sendo a falha renal crônica a causa de morte mais comum nos gatos idosos. Outros problemas serão visíveis na pele, mas também pode verificar um mau odor na boca, ou seja halitose.

A ingestão excessiva de água ou polidipsia, pode estar indicando que o gato perde líquidos por outro lado, quer seja através da urina ou de outras vias. Geralmente a polidipsia virá acompanhada da poliúria, uma patologia que faz com que o gato urine mais que o normal. Podemos detectá-la se observarmos mais de três urinas por dia, inclusivamente fora da caixinha de areia. As mudanças devem ser paulatinas mas quando as notam, pode ser demasiado tarde. Devemos consultar o veterinário quando vemos que algo não está bem.

Quando nos devemos preocupar?

Dicas para hidratar um gato

  • Evitar bebedouros de plástico, uma vez que costumam desprender sabores que não agradam ao gato e deixam de beber aí. É preferível que sejam de aço inoxidável ou de vidro em vários lugares da casa, especialmente importante em gatos mais velhos com mobilidade reduzida.
  • Manter sempre a água fresca e limpa.
  • O alimento seco pode ser umedecido com um pouco de caldo de peixe ou galinha (sem sal ou cebola) ou água quente para realçar os aromas e estimular o gato a beber mais água.
  • Dê-lhe todos os dias uma pequena porção de comida úmida.
  • Não impeça que beba água da torneira porque é um hábito que os gatos adoram. Hoje em dia já existem pequenas fonte para gatos. Pesquise sobre elas.
Dicas para hidratar um gato

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quanta água um gato deve beber por dia?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Escrever comentário sobre Quanta água um gato deve beber por dia?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Márcia Moura
Muito bom o artigo. Grata por compartilhar informação. 😸
Nídia do Carmo (Editor/a de PeritoAnimal)
Valeu pelo comentário Márcia! Continue acompanhando o PeritoAnimal :)
Solange Reimberg
Incentivo minha gata Pandora a tomar água soprando um canudinho na vasilha, ela se interessa pelo barulho e bebe. Eu também levo a água até onde ela está, adora a mordomia.
Maíra
Hahahaha... nem gosta de mordomias!

Quanta água um gato deve beber por dia?
1 de 4
Quanta água um gato deve beber por dia?
Voltar ao topo da página