Partilhar

Por que meu gato não brinca?

Por Jungla Luque, Etóloga e adestradora canina. 18 junho 2020
Por que meu gato não brinca?

Ver fichas de  Gatos

Sem dúvida, uma das principais razões que nos motivam a adotar gatos é sua natureza lúdica e divertida, além do quão afetuosos eles são. Não é estranho, portanto, que se o seu felino não demonstra interesse em brincar, você se pergunte por que o seu gato não brinca, uma vez que esse comportamento é um bom indicador para saber que seu peludo está feliz e saudável. No entanto, como você verá neste artigo do PeritoAnimal, a verdade é que a falta de brincadeira nos gatos pode ter várias causas, e em muitos casos, é completamente natural.

Continue lendo para descobrir com a gente por que seu gato não brinca com nada, o que fazer em cada caso e quando você deve levá-lo ao veterinário.

Também lhe pode interessar: Por que meu gato não usa a caixa de areia

Por que meu gato não brinca mais como antes?

É fato que a grande maioria das pessoas que convive com um gato sabe o quão amorosos e brincalhões esses animais são. Agora, da mesma maneira que nós, os gatos, com o passar do tempo, vão mudando sua personalidade à medida em que se tornam adultos, durante o transcorrer dessa etapa e até ficarem idosos. Por este motivo, se seu gatinho era muito brincalhão quando filhote e agora que é adulto parou de brincar (ou brinca com menor frequência), você não precisa se assustar, uma vez que isso acontece porque seu gato já é adulto e agora tem uma personalidade mais madura.

Essa mudança pode acontecer não só com o desenvolvimento do seu filhote em um adulto, mas também no caso de seu gato ser idoso, já que os gatos mais velhos geralmente são mais calmos e menos comovidos, porque não têm tanta energia como quando eram jovens, e suas articulações já não são mais como antes. No entanto, se seu gato parou de brincar, isso nem sempre é consequência da idade.

Portanto, existem outras causas que podem explicar por que seu gato não brinca mais como antes e às quais você deve prestar atenção.

Ele passou por uma má experiência

Às vezes, a recusa em brincar com você pode ser porque ele associou uma experiência negativa ao fato de estar contigo. Para descartar essa possibilidade, você deve se perguntar: ele parou de brincar em geral ou simplesmente evita brincar com você? Podem haver várias situações que motivam isso, por exemplo se, ao brincar com ele, você se enfureceu e o castigou, algo que você nunca deve fazer porque ele não entende e assim você só consegue intimidá-lo, prejudicando o relacionamento de vocês. Também pode ser que ele tenha sentido dor quando você brincava com ele, que tenha se assustado com um barulho alto, que tenha se machucado com um brinquedo...

Ele se frustra ou se irrita ao brincar

Muitas vezes, quando brincamos com um gato, acabamos não fazendo isso da maneira mais adequada, causando frustração no animal. Como isso acontece? A verdade é que a brincadeira, como muitas outras ações, tem começo e fim. Isso pode parecer óbvio, mas às vezes as pessoas brincando com seus gatos ignoram esse fato e impedem que eles alcancem o brinquedo, fazendo-os perseguirem o brinquedo constantemente, por exemplo. Isso pode parecer divertido, mas como você se sentiria se constantemente tentasse alcançar alguma coisa e falhasse? Essa situação te deixaria frustrado por direcionar constantemente seus esforços a algo inútil, ou te causaria tédio, pois você se cansaria de fazer exatamente a mesma coisa o tempo todo por nada.

Quando você brinca com seu gato e nunca o deixa alcançar ou caçar seu brinquedo, acontece exatamente isso que acabamos de descrever. Então, o que você originalmente pensou para passar um tempo divertido e gratificante com seu animal, está gerando nele um estado de ânimo negativo, até que finalmente ele fica farto. Isso também acontece com um brinquedo que se popularizou recentemente, o ponteiro laser, que desperta o instinto de perseguição do gato e produz um grande sentimento de frustração, pois eles nunca conseguem capturar suas presas, o que gera um estresse desnecessário no animal.

Ele nem sempre está disposto a brincar

Os gatos são animais bastante sensíveis, que geralmente não gostam de excessos. Por esse motivo, você deve ser compreensivo e evitar ser insistente demais, principalmente quando perceber que o gato não está especialmente receptivo a brincar, talvez nesse momento ele prefira descansar ou ficar sozinho. Do contrário, se você continuar incomodando seu gato, ele pode ficar farto de você, te evitar e até te surpreender caso fique com raiva.

Ele não está bem

Se você observou uma mudança repentina na personalidade do seu gato sem nenhuma explicação aparente, deve suspeitar que isso se deve ao fato de seu gato não estar bem, ou seja, de que ele está sofrendo de alguma doença ou dor devido a uma lesão. Nesse caso, você deve levar seu gato ao veterinário.

Por que meu gato não brinca? - Por que meu gato não brinca mais como antes?

Meu gato está triste e não brinca

Gatos são animais especialmente suscetíveis às mudanças que ocorrem ao redor deles e de suas famílias. Isso ocorre porque, por natureza, eles precisam manter o ambiente sob vigilância e conhecer suas rotinas para se sentirem seguros. Não surpreende, portanto, que qualquer mudança significativa que ocorra em seu ambiente, como uma mudança de endereço, a chegada de outro membro à casa e até mudanças sutis e imperceptíveis, como ruídos estranhos em casa ou uma mudança repentina em sua alimentação, gerem desconforto e estresse. Isso geralmente costuma repercutir em sua personalidade, e o gato fica triste e desconcertado, o que implica que ele não se mostre interessado em brincar, entre muitas outras coisas.

Finalmente, se o seu gato foi adotado recentemente por você, é natural que ele ainda não confie completamente em você e no ambiente, devido a tudo o que discutimos, pois isso envolve uma mudança repentina de tudo o que ele conhece. Por esse motivo, seu amigo precisa de tempo para se adaptar ao novo ambiente, que ele ainda considera um lugar hostil e cheio de estranhos. Além disso, esse tempo de adaptação varia muito, dependendo de cada indivíduo, pois há gatos que são mais tímidos do que os outros, dependendo de sua biologia e experiências passadas.

Meu gato dorme muito e não brinca

Gatos são animais especialmente dorminhocos, geralmente dormindo entre 12 e 15 horas por dia para preservar sua energia. Por esse motivo, você não deve se preocupar se o seu gato dorme tranquilamente e prefere não brincar. Além disso, como comentamos anteriormente, você precisa estar especialmente atento a quando seu gato se mostra receptivo e quer brincar, e respeitá-lo quando ele preferir descansar.

Esses hábitos de sono também costumam variar dependendo de fatores como a idade, já que os gatos mais velhos dormem mais; e temperatura, já que no verão é comum o gato estar mais cansado, etc. No entanto, se você notou que seu gato ultimamente está mais deprimido e com falta de energia, deve estar ciente de outros sinais que podem fazer com que você suspeite que seu gato não está bem, como uma mudança em seus hábitos alimentares, se ele se afastar de você e se mostrar arisco... Quando seu gato dorme mais do que o normal, também pode significar que ele não está bem, e seria um motivo para levá-lo ao veterinário.

O que fazer para meu gato brincar?

Se o seu gato parou de brincar ou evita fazer isso com você, é importante que você tente entender por que isso está acontecendo, pois como você já viu, existem várias causas que podem provocar essa mudança de personalidade. Então, vamos ver o que fazer em cada situação se o seu gato não quiser brincar:

Garanta que ele está bem

Se o seu gato está com a personalidade um pouco abatida por não se sentir confortável ou por estar fisicamente doente, você deve encontrar o foco do problema e remediá-lo. Deve-se notar que, no caso de gatos jovens, é mais fácil descobrir se eles se encontram indispostos porque a mudança é mais abrupta (de um gato ativo a ficar praticamente imóvel, por exemplo). No entanto, se o seu gato for mais velho, é difícil saber se ele parou de brincar devido à idade ou por algum desconforto físico causado pelo envelhecimento.

De toda forma, você deve levar seu gato ao veterinário para que ele possa identificar qual é o desconforto que ele sente e te aconselhar a respeito. Assim, se o seu gato for adulto ou idoso e você não tiver certeza se ele parou de brincar por que desenvolveu um problema orgânico, você poderá descartar a possibilidade e se certificar de que é devido a uma mudança de personalidade por conta da idade, e não por uma doença associada.

Dê a ele tempo para se adaptar

Se seu gato chegou recentemente à casa ou ocorreu alguma mudança significativa, é melhor que você reserve um tempo para que ele possa se familiarizar com o ambiente e com os membros da família. Deixe que ele se aproxime daquilo que tem medo ou das coisas que o deixam desconfortável, e o recompense com comida ou uma brincadeira leve, se ele se mostrar receptivo.

Se o seu gato não brinca e se mostra desconfiado devido uma experiência negativa associada a brincar, o padrão de ação será o mesmo: transformar a situação que gerou medo em algo positivo, com tempo e paciência. Do contrário, forçá-lo a situações nas quais ele se sente desconfortável será contraproducente, pois você o fará viver com medo e estresse e, portanto, você apenas o fará associar a situação a uma experiência negativa.

Finalmente, nesses casos, o uso de um difusor de feromônios também é recomendado durante o período de adaptação, pois isso ajudará o gato a ficar mais calmo no ambiente, favorecendo especialmente a adaptação caso seu gato seja tímido.

Descubra como seu gato gosta de brincar

Embora possa parecer curioso, nem todos os gatos gostam de brincar da mesma maneira. Saber que tipo de brincadeiras e brinquedos o seu gato gosta, será decisivo para garantir que ele se divirta muito e que vocês passem um tempo de qualidade juntos.

Existem no mercado todos os tipos de brinquedos para gatos que você pode escolher, alguns saltam, fazem barulhos, têm penas, pelos, caudas, acendem, etc. Além disso, você pode procurar opções mais econômicas e fazer seus próprios brinquedos caseiros (com cordas, caixas, etc.). Certamente, seu gato tem algum tipo de preferência; portanto, observe com quais elementos ele costuma se divertir em casa.

Por último, aprenda a brincar com seu gato de forma positiva, pois brincar é uma maneira divertida e gratificante para vocês passarem tempo juntos e se seu felino se exercitar. Portanto, deixe-o perseguir, caçar e morder seus brinquedos sem restrições que contrariem seu comportamento natural.

Respeite como ele é

Os proprietários geralmente têm expectativas e crenças sobre como o gato deve ser, e isso pode ser especialmente prejudicial, pois você não pode tentar mudar o caráter do animal, forçando-o a ser o que não é. Seu gato não precisa ser tão brincalhão quanto os outros, você deve saber como aceitá-lo e, se possível, convidá-lo a brincar se ele estiver disposto a isso. Caso contrário, você só conseguirá prejudicar seu bem-estar e seu relacionamento com ele.

Agora que você conhece os diferentes motivos que explicam por que seu gato não brinca com você, por que ele parou de brincar de repente ou por que não está motivado a brincar com nada, te ensinamos como fazer brinquedos caseiros para que ele possa descobrir seus favoritos.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que meu gato não brinca?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Vídeos relacionados com Por que meu gato não brinca?

1 de 3
Vídeos relacionados com Por que meu gato não brinca?

Escrever comentário sobre Por que meu gato não brinca?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Essacontaédomeugato
Okay,ja entendi pq o meu gato n brinca mais...Ele tá velho! Kkkk oq eu esperava? 6 anos na cara do gato ,-,

Por que meu gato não brinca?
1 de 2
Por que meu gato não brinca?

Voltar ao topo da página