menu
Partilhar

Por que cachorro não gosta de gato?

 
Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. 3 junho 2022
Por que cachorro não gosta de gato?

Ver fichas de  Cachorros

Sempre se acreditou que a rivalidade entre cães e gatos é algo natural. Com certeza mais de uma vez você escutou a expressão "brigam como cão e gato" para mencionar pessoas que não tem uma boa relação, mas, é realmente verdadeiro o mito que as duas espécies se odeiam? Faz parte de sua natureza?

Quando dois animais tão diferentes como cachorros e gatos convivem em um mesmo ambiente podem surgir certas tensões e conflitos entre eles. No entanto, também existe a possibilidade de desenvolverem um forte vínculo e se tornem grandes amigos. Afinal, por que cachorro não gosta de gato? Neste artigo do PeritoAnimal te contamos se isso é verdade ou não. Continue lendo!

É verdade que cachorros e gatos não se dão bem?

Você já se perguntou por que cachorro não gosta de gato? Na verdade, nenhuma espécie animal se dá mal com outra intrinsicamente, pois a relação que se estabelece entre dois indivíduos depende de muitos fatores e não unicamente da espécie a que pertencem. Por isso, é errado generalizar e afirmar que cachorros e gatos se odeiam e não podem conviver de forma pacífica no mesmo lugar.

O certo é que ambos animais se assemelham em muitos aspectos, mas também têm diferenças que podem interferir na relação entre eles. Os cães são mamíferos gregários, vivem em grupo (do qual os humanos fazem parte), estabelecem normas sociais e, de certa forma, dependem uns dos outros para sobreviver e ter qualidade de vida. No entanto, os gatos são muito mais independentes e, mesmo que formem ocasionalmente grupos de convivência estáveis, não mostram tanta codependência entre eles nem com as demais espécies.

As diferenças que possuem, por natureza, para se comunicar e interagir com seus congêneres faz com que cães e gatos tenham dificuldades de se entenderem e interpretar as intenções um do outro, gerando certa desconfiança e receio. Mas, isso significa que cães e gatos jamais poderiam se aceitar e conviver juntos? De forma alguma! Pois fazemos igual com as pessoas, eles podem aprender a tolerar a presença um do outro, a se comunicar de forma eficaz e se respeitar mutuamente, chegando inclusive a ter uma relação de amizade verdadeira em muitos casos.

Por que cachorro não gosta de gato? - É verdade que cachorros e gatos não se dão bem?

Por que meu cachorro não gosta de gatos e persegue eles?

Se você se questiona por que os cachorros perseguem os gatos, latem, rosnam ou se alteram todas as vezes que veem um, não significa que os odeie pelo simples fato de serem gatos! Existem várias causas que podem explicar esses comportamentos. Se é o caso do cachorro que vive com você, continue lendo que te mostramos as razões mais frequentes que podem explicar por que os cachorros "odeiam" gatos:

1. Nunca se socializaram com gatos ou não estão habituados a eles

Se um cachorro jamais teve contato com gatos durante sua fase sensível de socialização (das três semanas a três meses de idade) ou não passou por momentos de convivência com eles em nenhum momento da vida, é possível que reaja de forma desproporcional toda vez que aparece um gato no seu ambiente. Às vezes o comportamento do cachorro é, simplesmente, produto de sua curiosidade que sente por esse animal que não está acostumado a ver, mas, em muitas ocasiões, têm relação com um sentimento de medo e insegurança ao desconhecido. Nem todos os cães expressam medo da mesma forma, alguns se paralisam, outros fogem, se escondem e um grande número latem, rosnam, se eriçam e, inclusive perseguem a ameaça, tentando afastá-la.

2. Tiveram alguma má experiência com gatos

Outro possível motivo que um cachorro parece odiar os gatos é que tenha experimentado algum episódio traumático ou desagradável ao se relacionar com um. Muitas vezes, os cães que estão mais acostumados com a presença de gatos ou aqueles de personalidade mais curiosa, têm "excesso de confiança" com os felinos que passam pelo seu caminho, aproximando-se de forma invasiva, cheirando ou tentando brincar com eles. Se o gato em questão se sente ameaçado, pode atacar o cachorro com suas garras ou dentes, assuntando ou provocando algum machucado. Como consequência disso, é possível que o cachorro associe, a partir desse momento, a presença de gatos como uma experiência negativa e comece a reagir de forma indesejada com eles.

3. Tem um instinto de caça/presa marcado

Todos os cães, independente de raça, possuem certo instinto caçador, pois são animais principalmente carnívoros com um ancestral em comum: o lobo. Uma sequência completa de caça é composta por várias condutas que se realizam sempre na mesma ordem e que buscam um objetivo, a perseguição do mesmo e, por fim, morder a presa. Devido a interesses humanos, a criação seletiva vem potencializando e polindo ao longo dos anos estes instintos em certas raças conseguindo, por exemplo, cachorros com superolfatos especializados em rastreios, outros que possuem condutas inatas de perseguição capazes de alcançar um coelho em plena corrida. Assim, a genética também é um aspecto a se levar em consideração caso teu cachorro tende a perseguir ou caçar gatos. Por isso, se teu cão mata gatos, os persegue e ataca brutalmente, é provável que a genética seja um fator determinante nesse caso.

Como fazer gato e cachorro se darem bem?

Para modificar a conduta do cachorro, o primeiro a fazer é identificar bem a causa do seu comportamento, compreender a emoção que está oculta atrás do mesmo e aprender a quantificar. Assim, se a causa do comportamento do seu cachorro seja, em parte, genética, existem exercícios que pode realizar com o peludo e que te ajudarão a aumentar seu nível de tolerância com os gatos, tanto se os encontra nas ruas ou quando convivem na mesma casa.

Neste artigo te ensinaremos alguns métodos para começar a trabalhar com seu cachorro, mas como sempre, se você está preocupado com este ou qualquer outro comportamento, te recomendamos procurar um profissional especializado ou educador canino que trabalhe com um método respeitoso e estude profundamente cada caso.

Como fazer que meu cão não odeie os gatos na rua?

A relação que um cachorro estabelece com cada indivíduo é única e diferente, o que explica por que um cão pode conviver sem problemas com um gato em sua casa e depois reagir de forma explosiva com os gatos desconhecidos que encontra na rua. Seja este o seu caso ou não, você deve habituar seu cão com a presença de gatos, especialmente se mora em uma região em que seja fácil encontrar os mesmos durante os passeios. Para isso, comece mantendo a máxima distância dos gatos que encontrar, mesmo que tenha que mudar o caminho. Acostumar seu cão com os gatos e que os ignore, será mais difícil se estiverem ao seu alcance.

E quando seu cachorro vir um gato, reduza o passo e, antes que ele reaja exageradamente, desvie a atenção dele para você dizendo seu nome ou através de algum comando como "olha pra mim", que terá que o ensinar previamente. No momento que o cachorro desvia sua visão para você, ou as orelhas, diga "muito bem"! e reforce esse comportamento. Continuando, convide-o para te seguir ou dê meia volta e mantenha distância que respeite o gato.

Com esse exercício se pretende ir criando aos poucos uma associação entre os gatos e os reforços, levando o cachorro a ignorar o felino em troca de ganhar algo que goste. Claro, devemos ter ciência que em muitas ocasiões, especialmente os cães com grande instinto caçador, a busca e a perseguição de gatos são reforçadoras e são muito mais potentes que qualquer comida que podemos lhes oferecer. Por esse motivo, no caso desses cães é uma boa opção utilizar como reforçador um jogo que, igualmente, lhe permita usar seu instinto de caça como agitar ou jogar um brinquedo na direção contrária.

Nunca castigue ou grite com o cachorro se ele reage com um gato e evite puxar a guia de forma brusca, pois pode piorar a situação. Lembre-se que a modificação de condutas é um processo lento que requer paciência e é normal que existam algumas recaídas.

Como fazer o gato e o cachorro se darem bem?

Para um cachorro, começar a conviver com um gato supõe uma grande mudança na sua vida e nem todos os cães podem ficar confortáveis com isso. Muitas vezes surgem conflitos que os tutores não compreendem ou não conseguem resolver e, na maioria dos casos, se pode prevenir realizando uma boa apresentação entre ambos os animais.

O processo de adaptação dos animais pode ser longo e difícil, mas deve evitar forçar qualquer tipo de interação entre eles caso um algum não se sente confortável. Continuando, te damos algumas dicas para facilitar a convivência:

  • Durante os primeiros dias, delimite os espaços de ambos os animais por meio de barreiras físicas e que ambos tenham um local onde possam descansar tranquilos.
  • Dê para cada um objetos impregnados com o cheiro do outro para que comecem a se acostumar. Aos poucos, permita que se vejam ou se aproximem se estão calmos, sempre mantendo as medidas de segurança.
  • Mantenha a calma durante suas interações, procure não levantar a voz ou fazer movimentos bruscos.
  • Assegure que o gato tenha acesso a lugares altos, se sentirá mais seguro.
  • Preste a mesma atenção a ambos e reforce todas as interações positivas entre eles.
  • Treine com o cão exercícios de autocontrole para evitar que persiga constantemente o gato pela casa, proporcione enriquecimento físico e ambiental suficiente, e brinque com ele para saciar seu instinto de caça.

Se mesmo praticando todas essas dicas, percebe que seu cão odeia os gatos, incluindo seu companheiro de casa, novamente, te recomendamos procurar um etólogo ou educador de cães.

Agora que você já sabe que é bem assim quando dizem que cachorro não gosta de gato, deixamos o vídeo a seguir sobre como aproximar um cachorro e um gato:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que cachorro não gosta de gato?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Por que cachorro não gosta de gato?
1 de 2
Por que cachorro não gosta de gato?

Voltar ao topo da página