Partilhar

Por que existe cachorro de língua azul?

 
Por Eduarda Piamore. 18 novembro 2019
Por que existe cachorro de língua azul?

Ver fichas de  Cachorros

A língua roxa, azul ou preta, é uma característica chamativa que identifica algumas raças caninas. O Chow Chow, por exemplo, é um cachorro de língua azul super conhecido e querido no Brasil pela aparência encantadora, que resulta similar a de um leão. Mas você já se perguntou por que alguns cachorros têm a língua azul (ou roxa)?

E mais ainda... Você sabia que existem lendas milenárias da cultura asiática, principalmente na China, que explicam de forma mítica o nascimento do cachorro com língua roxa? Claro que, além da mitologia, há teorias científicas para explicar o “nascimento” desse traço tão particular em alguns animais da natureza, inclusive de cães chineses como o Shar Pei e o já mencionado Chow-Chow.

Então, quer saber por que alguns cachorros têm a língua azul? Continue lendo este novo artigo do PeritoAnimal para entender as origens desta característica.

Também lhe pode interessar: Por que o chow-chow tem a língua roxa?

Origens genéticas do cachorro de língua azul

A explicação científica para o nascimento de um cachorro de língua roxa se encontra na estrutura genética. Um cachorro com língua azul ou roxa, como o chow chow ou o Shar Pei, possui uma grande quantidade de células especiais que contém certos pigmentos, os quais são os responsáveis por dar essa coloração tão chamativa à língua do peludo.

Essas células pigmentarias estão presentes no organismo de todos os cães, principalmente nas mucosas e na língua. É justamente por isso que estas regiões possuem uma pigmentação mais intensa do que o resto da pele do resto do corpo. Porém, a diferença da maioria dos cachorros que possuem a língua rosada, alguns cachorros têm a língua roxa devido a uma maior concentração destas células.

Geralmente, é possível observar que um cachorro de língua azul também possui os lábios, o palato (céu da boca) e as gengivas numa tonalidade parecida ou até mais escura que a língua. No caso do Chow-Chow, por exemplo, alguns indivíduos desta raça podem mostrar lábios que parecem quase pretos à simples vista.

Pois bem, a quantidade ou a concentração destas células cheias de pigmentos é determinada pelo código genético do animal. Na natureza, também é possível encontrar a língua roxa em outras espécies, como as girafas e os ursos polares.

Porém, ainda se investiga muito para tentar conhecer as origens de raças tão antigas como o Chow Chow e entender porque a herança genética faz com que alguns cachorros tenham a língua azul como um traço característico. Algumas hipóteses estudam apontam que o Chow-Chow poderia prover do Hemicyon, uma espécie de mamífero que viveu no período do Mioceno e consiste em um “elo” na cadeia evolutiva dos cães e de algumas famílias de ursos. Mas ainda não foi possível encontrar uma prova conclusiva que confirma esta possibilidade.

As lendas orientais sobre o cachorro com língua roxa

Como falamos lá na introdução, a origem do cachorro da língua azul também a protagonista de histórias mitológicas no Oriente, principalmente nos países asiáticos. Na China, existem várias lendas muito interessantes sobre o nascimento do Chow-Chow. Embora os relatos mitológicos precisem de provas cientificas, vale a pena compartilhá-las para expandir os conhecimentos sobre a importância deste cachorro com língua roxa na cultura de seu país de origem.

Uma das lendas da mitologia chinesa diz que o Chow-Chow era um cão dragão que adorava os dias, mas detestava as noites. Em uma noite qualquer, estando cansado da escuridão, o cachorro atrevido decidiu lamber o céu inteiro para fazer com que a noite deixasse de existir e fosse sempre dia. Porém, esse comportamento irritou muito os deuses, que decidiram castigá-lo fazendo com que sua língua continuasse azul escura ou negra como a escuridão para sempre. Assim, o Chow-Chow lembraria todos os dias pelo resto da existência da sua atitude vergonhosa e aprenderia a nunca mais contrariar os deuses.

Outra lenda afirma que a língua do Chow-Chow ficou azul porque o cachorro decidiu acompanhar o Buda quando ele pintou o céu de azul. Curioso por natureza, o cãozinho teria lambido as pequenas gotas de pintura que caiam do pincel de Buda. E a partir desse dia, o cachorro com língua roxa carrega consigo um pedacinho do céu.

Quando é preciso se preocupar com um cachorro de língua roxa?

Como explicamos, alguns cachorros têm a língua azul pela sua estrutura genética. Então, se o seu melhor amigo pertence a uma das raças de cachorro de língua roxa, essa característica é completamente normal e você não precisa se preocupar. Além disso, caso você tenha adotado um vira lata, também é possível que seu peludo tenha algum parentesco com estas raças e, por isso, pode mostrar uma pigmentação especial nas mucosas e na língua.

Em ambos os casos, é possível perceber que a cor azul ou roxa faz parte das características físicas do cãozinho e está presente desde sua infância. Ou seja, a coloração não aparece repentinamente nem interfere no comportamento ou no estado de saúde do animal.

No entanto, se você perceber que a língua ou as mucosas do seu cachorro mudaram de cor, apresentam manchas estranhas ou verrugas, que aprecem de forma repentina, leve seu melhor amigo ao veterinário rapidamente. As mudanças repentinas de coloração na língua e nas mucosas podem indicar vários problemas de saúde, como a anemia ou falhas hepáticas, ou ser um sinal de envenenamento nos cães.

Para saber mais sobre cachorros de língua azul, veja também nosso vídeo no YouTube:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que existe cachorro de língua azul?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Referências
  1. Heinrich, Ronald E.; Strait, Suzanne G.; Houde, Peter (2008). "Earliest Eocene Miacidae (Mammalia: Carnivora) from Northwestern Wyoming". Journal of Paleontology 82(1): 154-162.
  2. Frantz, L. A. F.; Mullin, V. E.; Pionnier-Capitan, M.; Lebrasseur, O.; Ollivier, M.; Perri, A.; Linderholm, A.; Mattiangeli, V.; Teasdale, M. D.; Dimopoulos, E. A.; Tresset, A.; Duffraisse, M.; McCormick, F.; Bartosiewicz, L.; Gal, E.; Nyerges, E. A.; Sablin, M. V.; Brehard, S.; Mashkour, M.; Bălăşescu, A.; Gillet, B.; Hughes, S.; Chassaing, O.; Hitte, C.; Vigne, J.-D.; Dobney, K.; Hanni, C.; Bradley, D. G.; Larson, G. (2 de junio de 2016). "Genomic and archaeological evidence suggest a dual origin of domestic dogs". Science 352 (6290): 1228-1231.
  3. Yang, H., Wang, G., Wang, M., Ma, Y., Yin, T., Fan, R., ... & Zhang, Y. (2017). "The origin of chow chows in the light of the East Asian breeds." BMC genomics, 18(1), 174.

Vídeos de Por que existe cachorro de língua azul?

1 de 3
Vídeos de Por que existe cachorro de língua azul?

Escrever comentário sobre Por que existe cachorro de língua azul?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Por que existe cachorro de língua azul?
Por que existe cachorro de língua azul?

Voltar ao topo da página