Partilhar

Shar pei

19 maio 2016
Shar pei

O shar pei é uma raça de cachorro muito peculiar, conhecida mundialmente pelas rugas que modelam o seu corpo. De origem Chinesa e Americana, este cachorro popular e apreciado em qualquer região é, também, considerado um símbolo de estatuto social.

Nessa página de PeritoAnimal vamos explicar tudo sobre o shar pei: a sua origem, as características físicas que possui, a personalidade, a educação e ainda algumas das suas doenças mais comuns.

Continue lendo e descubra como um shar pei é realmente, que necessidades tem e decida finalmente se deve adotar um cachorro com essas características ou se, pelo contrário, deve continuar à procura do seu melhor amigo:

Origem
  • Ásia
  • China
Classificação FCI
  • Grupo II
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do shar pei

O shar pei é um cachorro de origem asiática. Se estima que nasceu no mar do sul da China durante a dinastia Hang e que os seus antepassados são o mastim tibetano e o chow chow. Se acredita que é uma das raças chinesas mais antigas que existem e alguns especulam que data do ano 200 a.C. Também existem crenças de uma possível origem tibetana.

Durante uma boa parte da sua existência, foi basicamente usado como cão de guarda, cachorro de lutas, cão de caça e como cachorro pastor pois é um animal muito inteligente. Não teve qualquer problema em se adaptar às diferentes tarefas que lhe foram confiadas.

Durante o século XX, o shar pei foi perdendo popularidade, quero por guerras e fome que assombravam o país. Por fim, em 1940, o estado decretou que os cachorros eram considerados um luxo e que deviam ser usados como alimento para que a população faminta sobrevivesse. Esse foi o início do Yulin, o controverso festival de carne de cachorro que começou a se popularizar nos anos 90.

A raça foi salva graças a um pequeno grupo de pessoas que decidiu exportar o shar pei para outros países durante o ano 1960, sendo que os Estados Unidos foram o país para onde a maioria dos exemplares foi.

Características do shar pei

O shar pei é reconhecido como raça oficial e pertence ao grupo II da FCI: cachorro molosso tipo buldogue. Existem diversas linhagens de sangue do shar pei, embora as mais popular sejam, sem dúvida, a americana e a chamada "tradicional", de origem Chinesa.

É um cachorro médio, compacto e robusto. Mede uns 44-51 centímetros até à cruz, tamanho que pode variar dependendo do sexo: os machos são, geralmente, maiores do que as fêmeas. Por outro lado, o seu peso ronda os 18-30 quilogramas, estamos falando de um cachorro de tamanho médio.

A sua característica física mais conhecida é o formato da sua pele, cheia de rugas e um pouco gordurosa, algo que o beneficiou muito na sua época de cachorro de lutas. Outras características são as orelhas pequenas, os olhos escuros e a cauda redonda. Existem shar pei de todas as cores: azul, cinza, branco, bege...

Personalidade do shar pei

O shar pei possui um temperamento peculiar: por um lado encontramos um cachorro calmo, tranquilo e muito leal, afetuoso com os seus familiares, de quem cuida, respeita e protege de tudo. É, no geral, um cachorro relaxado e obediente.

Por outro lado, o shar pei é um cachorro um pouco independente, não necessitando da atenção constante que requerem outras raças de cachorro. Esse é um fator importante a ter em conta. No entanto, deve saber que qualquer cachorro, independentemente da sua raça, pode desenvolver uma personalidade ou outra.

Cuidados do shar pei

Para começar, devemos destacar que esse cachorro necessita de uma alimentação rica e de qualidade, se possível à base de peixe e arroz, o que se deve ao seu estômago muito sensível e propensão a sofrer alergias. As rações à base de peixe e arroz proporcionam uma maior digestibilidade.

Por outro lado, deve saber que não é bom dar banho ao seu shar pei de forma excessiva: no máximo, deve tomar banho a cada mês e meio. Isso acontece porque a água e o sabão eliminam a capa de gordura corporal que possui, que serve para isolar e proteger o cachorro. Esteja atento e seque o cachorro completamente, depois do banho ou de um passeio chuvoso isso é muito importante para prevenir o aparecimento de fungos. Observe atentamente o espaço escondido entre as rugas, onde os fungos costumam atacar mais.

Embora o shar pei agradeça muito o calor proporcionado pelo sol, deve tomar precaução para evitar que ele se queime. Da mesma forma, é conveniente proteger o cachorro do frio de forma adequada com abrigos.

Doenças do shar pei

O shar pei tem uma pelagem muito peculiar conhecida como horse coat (pele de cavalo), uma vez que é curto próximo do corpo. Também possui uma camada de gordura mais grossa do que outras raças. Estes detalhes, adicionados aos sulcos que provocam as dobras, favorecem o aparecimento de fungos e outros problemas relacionados com a pele do shar pei.

A secura, dermatite ou o entrópio (pele que se forma nas pálpebras inferiores e superiores do animal) são outras das doenças relacionadas com as rugas que podem afetar o cachorro.

Outra doença muito conhecida que afeta esta raça é a febre do shar pei. Observar regularmente o seu estado de saúde e visitar o veterinário a casa 6 meses são boas formas de prevenir esses problemas. Também é indispensável ter a vacinação do cachorro atualizada, assim como a desparasitação interna e externa.

Educação e adestramento do shar pei

O shar pei é um cachorro inteligente, embora em algumas situações possa ser um pouco teimoso. Deve trabalhar ativamente na sua educação e no seu adestramento para formar um cachorro sociável e bondoso:

Durante a sua fase de filhote, deve praticar a socialização, uma etapa em que deve mostrar ao seu cachorro shar pei diferentes tipos de pessoas, animais e objetos. O objetivo dessa fase é enriquecer os conhecimentos do ambiente do cachorro para garantir uma atitude sociável, carinhosa e respeitosa, prevenindo os medos ou agressividade no futuro.

Por outro lado, a sua inteligência será uma grande ajuda na sua fase adestramento. O tutor deve ser capaz de ensinar os comandos básicos de adestramento, como: sentar, deitar, ficar quieto, vir... São elementos indispensáveis para a sua segurança e para que obedeça, além de ajudar a criar um laço emocional mais forte com o cachorro.

Nunca deve utilizar o castigo físico com este cachorro. Toda a sua educação deve ser baseada no reforço positivo, sempre. Assim que aprender o básico, pode ensinar o seu shar pei a fazer truques mais divertidos ou difíceis, podendo até iniciá-lo no agility.

Dedicar tempo, paciência e carinho à educação e adestramento do cachorro shar pei é fundamental e muito importante. Da mesma forma, deve manter uma constância na sua rotina e dia a dia que permita que ele se sinta confiante.

Fotos de Shar pei

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Shar pei

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Shar pei

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Shar pei
1 de 15
Shar pei

Voltar ao topo da página