Partilhar

Parvovirose em filhotes recém-nascidos

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. 19 dezembro 2016
Parvovirose em filhotes recém-nascidos

Ver fichas de  Cachorros

A parvovirose é uma doença viral contagiosa, muito perigosa para os cães, especialmente, para os filhotes que vêm ao mundo sem qualquer proteção, ou seja, sem vacinas ou a obtenção de colostro. Embora seja uma condição comum, pode ser mortal se não for detetada e tratada em menos de 48 horas.

Os filhotes são mais propensos a contrair vírus e doenças, visto que o seu sistema imunológico ainda está em pleno desenvolvimento e não se pode defender como é devido. A parvovirose ataca algumas células chave do sistema digestivo de reprodução, por isso pode provocar diarreia, vômitos e até depressão no animal.

Convidamos você a ler este artigo do PeritoAnimal, porque se tem ou pensa levar um filhote para casa, é importante ter toda a informação necessária sobre esta doença, assim como conhecer os seus cuidados, para que no caso do seu cachorro começar a mostrar qualquer sintoma você se possa antecipar e combater a tempo a parvovirose em filhotes recém-nascidos.

Também lhe pode interessar: Cuidados para cachorros recém-nascidos

Sintomas e condições da parvovirose em filhotes

Este é um vírus que ocorre mais em filhotes do que em cachorros adultos. Não permite que as células cresçam, por isso, os órgãos não se formam de forma correta, travando assim o desenvolvimento saudável do animal. O aparelho digestivo reage perante todas estas agressões e por isso causam os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Vômitos
  • Apatia
  • Diarreia severa
  • Perda de apetite
  • Desidratação
  • Fraqueza extrema
  • Perda de controle motor
  • Manqueira
  • Falta de estabilidade

A parvovirose transmite-se por contato com sangue, fezes ou vômitos de outros cachorros que já se encontram infetados. Também acontece se contagiarem de solos ou ambientes contaminados. A melhor forma de prevenir esta doença desagradável é através da vacinação do cachorro.

Assim como nós quando somos bebês, os cachorros quando são filhotes, também não podem expressar sensações de dor ou todos os incômodos que uma doença pode causar. É fundamental prestar atenção ao estado do animal e aprender a diferenciar o comportamento de uma ninhada saudável e de uma ninhada doente, para detetar a tempo, a presença da parvovirose no seu organismo.

Parvovirose em filhotes recém-nascidos - Sintomas e condições da parvovirose em filhotes

O que deve fazer se o seu filhote tiver parvovirose?

Se o seu filhote tiver parvovírus, tem que se preparar porque terá que cuidar e estar pendente dele praticamente as 24 horas do dia durante pelo menos uma semana. Não é uma doença muito agradável, mas com os cuidados necessários, muita dedicação e amor, o filhote pode sobreviver e sair bem de uma batalha como esta.

Assim que vir que o seu cachorro tem essa diarreia desagradável e explosiva com cheiro a sangue, deverá ir de imediato ao veterinário. O médico tratará a doença com antibióticos e conseguirá assim travar o progresso da infecção. Também dará algum medicamento para acalmar os dolorosos espasmos intestinais.

Depois disso, se a doença estiver em um estado avançado, terá que internar o filhote. Se, pelo contrário a parvovirose estiver começando, poderá tratar-se o cachorro em casa.

Parvovirose em filhotes recém-nascidos - O que deve fazer se o seu filhote tiver parvovirose?

Cuidados em casa

Prepare um espaço para realizar o tratamento e desinfete-o. Deverá estar sempre limpo e longe de possíveis bactérias. É provável que vomite e defeque várias vezes, por isso a limpeza será essencial.

O filhote tem que se sentir confortável e manter-se quente. Não o deixe sozinho, o seu amigo precisará mais do que nunca da sua companhia. Os espaços solitários e frios onde o cachorro poderá ficar estressado, costumam piorar a doença e atrasar a melhoria. Deixe-o dormir e descansar tudo o que quiser, fale com ele com calma e suavidade e evite os sobressaltos.

Das coisas mais importantes quando se tem um filhote que sofre parvovirose, é mantê-lo hidratado. Pode usar Pedialyte, soro ou algum fluído com eletrólitos, que deverá dar com cuidado com uma seringa sem agulha ou uma colher muito pequena. As quantidades adequadas vão depender do tamanho do cachorro. Tente dar-lhe pelo menos 2 colheres de sopa a cada 45 minutos se for um filhote médio, se for um muito pequeno, diminua um pouco a medida.

Pode dar-lhe a lamber um pouco de gelo, isto vai ajudá-lo com a hidratação, aliviará a sensação de náuseas e a dor de barriga. É normal vomitar ao início, espere um pouco e tente novamente. Nunca se esqueça que durante todo este processo o seu filhote, internamente, se sente muito mal. Tenha em atenção as indicações que o médico lhe der, não tente medicar o seu filhote sem antes consultar o seu veterinário.

Quando o seu filhote começar a melhorar, a alimentação será a base da sua completa recuperação. Preste atenção à sua dieta e dê-lhe de comer quantidades muito pequenas de papas para bebês. Continue com a hidratação e convide-o a beber pouco a pouco mais água. Poderá alimentá-lo passadas 24 horas do seu último vômito, assim deixará que o intestino se cure por completo.

Siga todas estas instruções e as indicações que o veterinário indicar e, verá como em pouco tempo o seu filhote estará completamente saudável e pronto para brincar!

Parvovirose em filhotes recém-nascidos - Cuidados em casa

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Parvovirose em filhotes recém-nascidos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças virais.

Escrever comentário sobre Parvovirose em filhotes recém-nascidos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Jailson Romão
Minha pitbull pariu 12 filhotes e todos morreram em três dias com essa doença terrível. Estou muito arrasado e ela também.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Jailson! A equipe do PeritoAnimal lamenta a perda e deseja muita força nesse momento!
Ericka
Tinha 2 cachorro em casa meu e da minha prima uma deu parvovirose a outra teve filhotes quase na mesma semana que ela morreu os filhotes estão com 30 dias será que já está com vírus pode dar a vacina com 45 dias normal
Ana
Ericka os filhotes sobreviveram? Também estou passando por uma situação parecida. Estou muito ansiosa com medo de ter infectado.

Parvovirose em filhotes recém-nascidos
1 de 4
Parvovirose em filhotes recém-nascidos

Voltar ao topo da página