Partilhar

Os gatos escolhem seus donos?

Por Jungla Luque, Etóloga e adestradora canina. Atualizado: 10 junho 2020
Os gatos escolhem seus donos?

Ver fichas de  Gatos

É possível que você já tenha ouvido dizer que são os gatos que escolhem a gente, e não o contrário. Talvez você ache isso não é verdade, pois certamente foi você quem escolheu receber seu gato em sua casa. Contudo, devemos te dizer que esse ditado popular não está totalmente errado. Gatos são animais inteligentes e independentes, por esse motivo, não ache que se sentirão obrigados a viver com você se não estiverem confortáveis com isso.

Se você ainda está se perguntando se os gatos escolhem seus donos, recomendamos que leia este artigo do PeritoAnimal em que te contamos como esses animais escolhem onde e como querem viver.

Também lhe pode interessar: Os gatos amam seus donos?

Como é a relação entre um gato e uma pessoa?

É muito importante entender esse ponto, já que os gatos não têm dono. Ou seja, o significado de dono implica possuir algo e os gatos são, obviamente, seres vivos com quem convivemos, que não se percebem como "pertencentes a alguém". Portanto, eles não têm absolutamente nenhuma obrigação de ficar conosco. No entanto, esses são animais sociais que precisam estar acompanhados para se sentirem confortáveis ​​e seguros. Por esse motivo, esses animais escolhem companheiros para conviver. Os gatos escolhem um tutor, um guia, uma pessoa ou várias, como referências para seguir, não como mestres. Do nosso ponto de vista, é possível nos chamarmos de donos, porque hospedar um gato implica uma responsabilidade legal, mas logicamente é contraditório chamar um animal de objeto, uma vez que é um sujeito com personalidade e motivações próprias.

Tendo esclarecido isso, é importante entender que um felino que não se sente à vontade em casa ou com os membros de sua família sairá para encontrar um ambiente mais favorável para ele. Isso é compreensível, nós também não escolhemos com quem nos relacionar? Quando não temos um relacionamento gratificante com alguém, simplesmente evitamos manter contato com essa pessoa (na medida do possível).

Como os gatos escolhem seus companheiros

Neste ponto, você provavelmente está se perguntando o que está fazendo certo com seu companheiro felino, para ter a sorte de ele querer estar com você. A explicação é que isso ocorre porque graças a você, as bases do bem estar do seu gato estão sendo atendidas, portanto, ele não precisa ir embora, pois se sente confortável.

Antes de tudo, é você que supre suas necessidades fisiológicas, como por exemplo uma dieta adequada. Caso contrário, não seria estranho que ele fosse morar na casa do vizinho, se estivesse faltando comida em casa e o vizinho o alimentasse. Portanto, ele depende de você na hora de se alimentar, especialmente se não souber caçar, algo bastante comum com os gatos domésticos que não tiveram dificuldades e, portanto, não precisaram "ganhar a vida".

Então, graças a você, ele tem um ambiente adequado, que ele considera seu território. Ele se sente em um espaço seguro, isolado de ameaças externas, também possui um local limpo para se aliviar (geralmente sua caixa de areia), um local para descansar, etc.

Além disso, normalmente suas necessidades sociais também estão sendo atendidas e, embora geralmente independentes, os gatos gostam de passar um tempo em companhia, com outros gatos ou conosco. Por esse motivo, os diferentes membros da família fazem parte de seu grupo, e isso cria um sentimento de pertencimento e segurança, pois ele se sente protegido. É importante enfatizar que, no caso de acolher um novo membro da família (outro gato, um cachorro, um filho...), é comum que essa mudança gere estresse no gato, pois é alguém de fora de sua família e, portanto, no início ele pode perceber como hostil, se não os apresentarmos de forma progressiva e adequada.

Os fatores acima são geralmente os mais determinantes quando se trata de saber como os gatos escolhem seus "donos". "Donos" entre aspas porque, lembre-se, a coisa certa a dizer são companheiros. Agora, você deve ter notado que seu gato prefere passar mais tempo com determinadas pessoas. Isso ocorre porque os gatos preferem pessoas que sabem como interagir com eles. Vamos ver o que as caracteriza:

  • Sabem se relacionar com ele, respeitando seus limites. Os gatos costumam se aproximar das pessoas que não "os sufocam demais". Geralmente, essas pessoas sabem quando o gato está pedindo para que parem (de fazer carinho, por exemplo), algo vital para que ele possa te respeitar e confiar em você.
  • Associam sua presença com algo positivo. O gato percebe quais membros de sua família lhes trazem coisas mais positivas. Por exemplo, se costumam passar algum tempo brincando com ele (quando o gato quer brincar) ou se é a pessoa que o alimenta.
  • Evitam o castigo. Muitas vezes, podemos perder a paciência quando tentamos viver em harmonia com um animal de estimação. Agora, você jamais deve repreender um animal, uma vez que para ele, a agressão física ou um grito serão completamente injustificados e gerarão medo. Os gatos são particularmente sensíveis a essas situações e se tornarão arredios ao passar por essas más experiências (além de gerar neles estresse e desconforto). Por isso, sempre recomendamos técnicas mais benéficas para o relacionamento, como o reforço positivo ou recondicionar os comportamentos que você acha inadequados, como arranhar os móveis da casa.
Os gatos escolhem seus donos? - Como os gatos escolhem seus companheiros

Quantos donos um gato tem?

Nenhum. Como dissemos anteriormente, os gatos não têm donos ou mestres, eles têm companheiros com quem compartilham suas vidas. Dito isso, reformulamos a pergunta para: quantos guias ou quantas pessoas "favoritas" um gato tem? Entendendo "favoritas" como as pessoas que são parte de seu núcleo social mais próximo. Nesse caso, os gatos podem ter mais de uma pessoa favorita ou de referência, de modo que não precisam seguir ou demonstrar seu carinho por uma única pessoa. Como dissemos, o importante é o vínculo estabelecido com o gato, a maneira como você se relaciona e convive com ele. Se o gato se sente seguro, protegido e à vontade, pode ter mais de um companheiro.

No entanto, se você notou que seu felino gosta mais de uma pessoa do que de outra, não hesite em consultar este outro artigo: Por que os gatos gostam de algumas pessoas?

O que fazer para seu gato gostar de você?

Se você mora com um gato e percebeu que ele está fugindo de você, é possível que ele prefira morar em sua casa porque suas necessidades fisiológicas estão cobertas (comida, água...), mas não se sinta confortável quando você interage com ele. Antes de mais nada, não se abale, pois todos precisamos aprender! E pense que cada felino tem suas próprias peculiaridades e maneiras de interagir com os seres humanos. Por esse motivo, querer entender seu gato já é um bom começo para que ele comece a gostar de você.

Muitas vezes, os gatos podem se mostrar ariscos conosco porque somos afetuosos demais: queremos acariciá-los nos momentos em que preferem ficar sozinhos, queremos brincar com eles quando estão tranquilos... É muito importante entender a linguagem corporal do gato para saber quando eles estão estabelecendo seus limites, para que você possa respeitá-los. Caso contrário, o gato pode desconfiar de você e pode até ficar com raiva e te machucar, se você o sufocar demais.

Você também deve ter em mente que cada indivíduo é único e, portanto, pode ser que você conheça um gato muito calmo e afetuoso, mas o seu seja bastante ativo e independente, de modo que não precisa de tantas demonstrações de afeto. Encontrar a maneira mais apropriada de interagir com o seu gato vai ajudá-lo a se apegar mais facilmente a você. Talvez ele seja um felino bastante brincalhão e goste de brincar com você ou, por outro lado, pode ser um gato bastante calmo que não quer nem quer ver os brinquedos que você apresenta a ele.

Além disso, tente não ser sempre o primeiro a iniciar as interações. Prefira os momentos em que seu gato se aproxima de você, já que nesses momentos ele é que quer passar tempo com você. Você também pode recompensá-lo com um presente, como petiscos ou malte, assim ele te verá como alguém realmente gratificante.

Finalmente, se você mora com mais pessoas em casa e vê que seu gato está mais à vontade com outra pessoa, tente observar como essa pessoa se relaciona com ele e peça a ela alguns conselhos. Certamente, desta forma, você pode aprender ainda mais sobre o seu gato!

Em resumo, saber o que seu companheiro gosta e quando abordá-lo será fundamental para criar um vínculo emocional com ele. Se você quer saber mais sobre como melhorar seu relacionamento com seu gato, te convidamos a ler 5 conselhos para ganhar a confiança de um gato ou a conferir o vídeo seguinte:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Os gatos escolhem seus donos?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre Os gatos escolhem seus donos?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Fábio Junior Pereira Lima
Tenhos 4 gatineos. Mas é importante saber o que eles nos dizem, isso irá melhorar a saúde dos nossos pequenos.

Os gatos escolhem seus donos?
1 de 2
Os gatos escolhem seus donos?

Voltar ao topo da página