menu
Partilhar

Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?

 
Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. 22 abril 2022
Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?

Ver fichas de  Cachorros

Com certeza você já disse ou ouviu frases como "meu cachorro só atende a mim", "sou seu humano preferido" ou "meu cachorro ama meu parceiro mais do que a mim", mas será que os cães realmente amam mais uma pessoa do que outra? Eles de fato têm um humano favorito na família?

O debate sobre as capacidades emocionais e cognitivas dos cães ocorre há muitos anos e, embora existam aqueles que acreditam que os cães não podem sentir afeto ou ter amizades, hoje sabemos que eles são animais tremendamente complexos, com capacidade mais que suficiente para estabelecer diferentes tipos de relações com diferentes indivíduos, e de qualquer espécie. Neste artigo do PeritoAnimal analisamos as razões que explicam como os cachorros escolhem seus humanos preferidos, explicando por que eles se apegam mais a alguns humanos do que a outros e, em resumo, por que é possível que ele ame mais uma pessoa do que outra. Se você vive com cães em casa ou está planejando adotar um companheiro peludo, continue lendo este artigo!

Também lhe pode interessar: Os gatos escolhem seus donos?

Os cachorros têm um humano preferido?

Os cães são animais altamente sociais e, como tal, preferem viver em grupo, seja na companhia de outros cães ou em uma família humana. Como nós, os cães são capazes de estabelecer uma relação diferente com cada um dos indivíduos com quem vivem ou com quem têm contato próximo e frequente, o que de um ponto de vista antropocêntrico poderia ser interpretado como significando que eles escolhem uma ou mais pessoas como suas "favoritas", estabelecendo um vínculo ou apego mais forte com eles do que têm com o resto das pessoas ao seu redor.

Até alguns anos atrás, pensava-se que os cães simplesmente amavam a pessoa que os alimentava ou os levava para passear com mais frequência, mas hoje sabemos que os cães são animais muito complexos, tanto cognitiva quanto social e emocionalmente, e que, portanto, há muito mais fatores envolvidos neste sentimento de preferência.

Quando dizemos que um humano é o preferido pelo cachorro, normalmente o fazemos com base em uma série de comportamentos demonstrados pelo cão, incluindo os seguintes:

  • Obedece rapidamente às suas ordens.
  • Segue essa pessoa dentro de casa ou na rua se ele estiver andando solto.
  • Busca continuamente o contato físico com a pessoa.
  • Dá as boas-vindas com especial entusiasmo após algum tempo separados.
  • Dorme e descansa ao seu lado.

Entretanto, como veremos abaixo, esses comportamentos podem ocorrer de formas muito semelhantes em relacionamentos saudáveis, bem como naqueles em que o cão sofre de dependência excessiva e/ou patológica de um de seus tutores ou até mesmo tem medo dele ou dela. Neste último caso, portanto, não seria correto considerar essa pessoa como "favorita".

Neste outro artigo explicamos por que meu cachorro lambe minhas mãos?

Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?

Por que o cachorro se apega mais a uma pessoa? O conceito de apego faz referência um vínculo afetivo intenso entre dois indivíduos, independentemente de sua espécie. Neste sentido, tendemos a pensar que o fato de de um cachorro sentir apego a nós é sempre algo positivo e desejável, entretanto, é importante saber que existem diferentes tipos de apego e que nem todos eles são benéficos em uma relação, pois alguns deles têm consequências negativas para o indivíduo. Para entender melhor como os cachorros escolhem seus humanos preferidos em detrimento de outras pessoas, ou melhor, sentem um apego mais forte por uns que por outros humanos, vamos olhar para cada tipo:

  • Apego seguro: o chamado apego seguro é aquele que o cão estabelece com seu tutor ou tutores quando ensinam a ele desde o respeito, empatia e coerência, lhe dão segurança, cobrem adequadamente suas necessidades como espécie e encorajam sua autonomia. Em uma relação deste tipo, o animal sabe que pode confiar plenamente em seus companheiros humanos, colabora voluntariamente com eles e busca ativamente seu apoio quando necessita, o que é essencial para garantir seu bem-estar. Se você está se perguntando como dizer se você é a pessoa favorita de seu cachorro, aqui está a resposta. Este é certamente o tipo de vínculo que você deve visar quando traz um novo membro peludo para sua família e seu cão, sem dúvida, preferirá passar mais tempo com a pessoa que atende a estes requisitos.
  • Apego inseguro: Os cães que vivem com pessoas que ignoram ou interpretam mal seus sinais comunicativos, os punem sistematicamente, os impedem de desenvolver comportamentos típicos das espécies ou se comportam de forma imprevisível, tendem a desenvolver um apego inseguro a eles. Neste caso, a relação entre o animal e seu(s) tutor(es) é muito instável e, embora exista também um vínculo afetivo que pode se tornar muito forte, este se baseia principalmente no medo e/ou ansiedade, gerando em muitos casos uma dependência patológica.

Naturalmente, dentro de um grupo de convivência o cachorro pode desenvolver um tipo e/ou intensidade diferente de apego a cada humano. Para saber que tipo de vínculo seu cachorro tem com você, é importante analisar e interpretar corretamente seu comportamento, pois não basta que ele te obedeça, te siga ou procure suas carícias para poder afirmar que ele te ama mais do que qualquer outra pessoa. Se ele responder com tensão ou nervosismo a seus pedidos, mostrar sinais de calma ou ameaça sempre que você interagir com ele, tiver comportamento ambíguo ou contraditório (como querer se aproximar e se afastar de você ao mesmo tempo) ou for incapaz de permanecer calmo quando você estiver fisicamente longe dele, é muito provável que o cão se sinta inseguro no relacionamento. Neste caso, não é que você seja a pessoa favorita de seu cachorro, é que ele tem uma dependência patológica pelas razões acima.

Se você suspeita que seu cachorro pode ter desenvolvido uma ligação inadequada com você ou com um membro da família, ou se você simplesmente gostaria de melhorar seu relacionamento com ele para que você possa realmente se tornar seu humano preferido, você pode sempre contatar um etólogo profissional ou um adestrador de cães para te ajudar a compreendê-lo e a trabalhar no vínculo de vocês.

O que fazer para ser a pessoa favorita do meu cachorro?

Para garantir uma relação real e saudável de amor e amizade com o cachorro, é importante que haja um canal claro de comunicação entre vocês dois e que, como tutor ou tutora, você se informe sobre as necessidades do canino. Algumas das coisas que você pode fazer para conseguir melhorar seu vínculo com ele, são:

1. Permita que ele socialize

Como animais sociais, os cães precisam ter contato com o mundo exterior, conhecer outros cães e pessoas e ser capazes de investigar seu ambiente livremente e com segurança. Durante seu estágio sensível de socialização (de cerca de três semanas a três meses de idade), você deve garantir que o cachorro interaja gradual e positivamente com todos os tipos de objetos e seres vivos, para evitar que ele desenvolva medos ou problemas de comportamento durante sua adolescência. Lembre-se de que a superproteção pode levar a uma relação de dependência inadequada entre o cachorro e seu tutor.

2. Eduque-o de forma positiva

Muitos tutores abusam da punição para educar seus cães, pois acreditam que um cachorro deve ser "submisso e obediente". Entretanto, a punição sistemática gera medo no peludo, e o medo se torna o único motor pelo qual o cão responde aos pedidos de seu tutor. Este tipo de relacionamento pode levar a sérios problemas físicos e psicológicos para o animal, que poderiam ser evitados através de uma educação mais consistente e respeitosa.

3. Passe tempo de qualidade com ele

Os cães adoram passar tempo com seus tutores e ainda mais se este tempo for dedicado a atividades que ambos desfrutam, tais como passear no campo, nadar na piscina, brincar com o frisbee, treinar novas habilidades ou ter uma sessão de carinho e relaxamento no sofá. Encontre o que seu amigo peludo mais gosta e dedique algum tempo a ele todos os dias.

4. Respeite sua comunicação

Aprender como os cães se comunicam e saber interpretar corretamente seus sinais a fim de responder da maneira mais apropriada é um dos aspectos mais importantes para a construção de uma relação saudável com eles. Um cão que se sente compreendido e respeitado por seu tutor formará um vínculo muito mais estreito com ele, pois o tutor lhe dará confiança e segurança.

5. Deixe-o ser um cachorro

Este ponto é essencial. Se você vive com um peludo em casa, você deve saber que os cães latem, babam, correm, mordem coisas, escavam, rolam na sujeira, entram em poças, farejam tudo o que podem encontrar e têm muitos outros comportamentos que podemos achar irritantes, mas que são importantes e necessários para eles. Desde que o comportamento de seu cão não prejudique a ele ou aos demais e não seja patológico, deixe-o ser um cachorro!

Apesar de tudo isso, você também deve ter em mente que cada cão tem sua própria personalidade baseada tanto na genética quanto nas experiências de vida, o que tornará alguns cães mais independentes e menos inclinados a demonstrar carinho, enquanto outros serão mais "pegajosos" e afetuosos, o que não significa necessariamente que os primeiros nos amem menos que os segundos, assim como acontece com as pessoas.

Agora que você sabe como os cachorros escolhem seus humanos preferidos, ou por que eles geram mais apego e dependência, não pare de aprender e descubra neste vídeo 10 coisas que fazem um cachorro feliz:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?
Como os cachorros escolhem seus humanos preferidos?

Voltar ao topo da página