Partilhar

Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?

Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?

Ver fichas de  Cachorros

Por vezes ao sair para passear na rua, pode ser que o seu cachorro pare e não queira andar mais. Fique tranquilo que você não é o único, existem muitas pessoas que passam pela mesma situação.

O fato do seu cachorro não querer andar na rua pode indicar vários fatores, por isso neste artigo do PeritoAnimal vamos ajudá-lo com soluções práticas e eficientes que lhe orientarão a resolver este problema.

Saiba por que o seu cachorro não quer andar na rua e saiba o que fazer para resolver este problema.

Também lhe pode interessar: A iguana como animal de estimação

Por que o cachorro para durante o passeio?

O fato do seu cachorro parar no meio da rua pode ser por muitas causas diferentes e, é nosso dever observar o comportamento do nosso pet para saber o que está acontecendo e por que motivo o está fazendo.

Se não consegue identificar as causas que fazem com que o seu cachorro não queira andar, no PeritoAnimal vamos lhe mostrar as causas mais comuns:

  • O seu cachorro está aprendendo a passear.
  • Não aprendeu a passear corretamente.
  • Sofre de estresse e durante o passeio não relaxa (o fato de cheirar o solo, excrementos, etc, é um indicar de que está relaxando).
  • Tem medo (de cães, bicicletas, carros ou pessoas).
  • Tem dor nas almofadas das patas.
  • Tem outro tipo de dor.
  • É um cão de idade avançada.
  • Não faz as pausas que o cachorro precisa.
  • Entretém-se com um estímulo que o atrai.

Uma vez identificada a causa, deve agir o quanto antes e, para isso continue lendo este artigo para conhecer as soluções práticas em cada um destes casos.

Por que o cachorro para durante o passeio?

Filhotes de cachorros - Aprendizagem

Se tem um filhote que está descobrindo a rua pela primeira vez, é normal que não queira andas e pare de vez em quando. O seu cachorro encontra-se no momento de socialização, um processo de aprendizagem do meio, outros pets e pessoas, no qual quer e deve descobrir tudo aquilo que o rodeia.

É fundamental permitir-lhe fazer o que lhe apetece, pelo menos fora de casa, desta forma compreenderá que o passeio é um momento dedicado ao seu entretenimento, diversão e relaxamento. Deve permitir que pare, que cheire e que dedique tempo a descobrir tudo aquilo que o rodeia. Além disso, lembre-se que deve prestar atenção a todo o mundo para evitar que o seu cachorro sofra de uma má experiência pois poderia resultar num trauma no futuro.

Para evitar que o cachorro pare constantemente pode utilizar um cão de idade maior como guia, para o estimular e ensinar a comportar-se na rua de forma natural. Também pode usar guloseimas para captar a sua atenção, fazer com que continue andando e premiar o comportamento adequado durante o passeio.

Filhotes de cachorros - Aprendizagem

Cães adultos que não sabem passear

Existem cães adultos que devido a uma má socialização ou a um processo de aprendizagem incompleto não sabem passear de forma adequada, parecem estar pouco habituados ao passeio. No geral, costumam estar neste segmento cães abandonados que não receberam a atenção adequada nas suas etapas mais importantes de vida.

Para isso, podemos usar um sistema idêntico ao anterior e adotar ou passear com um cachorro que já tenha assumido o passeio na rua como um ato natural. É benéfico usar outro animal para o ajudar a relaxar e compreender as regras do passeio na rua. Os cachorros são animais sociais que convivem dentro de uma matilha, por isso não é de estranhar que se utilizem outros como exemplo, além disso os cães podem aprender mesmo sendo adultos.

Para evitar que ele pare se não quiser andar, é fundamental ensinar-lhe a passear outra vez pouco a pouco, remodelando o seu comportamento na rua. Recomendamos que utilize ambientes calmos e relaxados, que lhe vá dando guloseimas e prêmios e que o guie de forma tranquila na rua. Não o repreenda nem o castigue, desta forma apenas irá piorar a situação.

Cães adultos que não sabem passear

Estresse ou Medo

Aqueles cães que não cumprem as 5 liberdades do bem-estar animal são suscetíveis a sofrer de estresse. Também existe o caso dos cães com medo, quando geralmente são abandonados à sua sorte, mordidos por outros cães ou atropelados por um bicicleta.

Nestes casos é necessária uma terapia por parte do especialista etólogo, uma vez que não é um simples problema de falta de aprendizagem o seu cachorro sofre e passa mal durante o passeio. Antes de recorrer a um profissional é indispensável que repare nos fatores que fazem com que o seu cachorro sofra de medo ou estresse, tenha em conta que quanto mais souber, melhor o poderá ajudar. Estes podem ser vários e dependerão do cachorro e da sua história.

Pode tentar suavizar a situação passeando por ambientes mais calmos, dedicando tempo a fazer exercício com o seu pet e fazendo guloseimas e prêmios para lhe oferecer.

Estresse ou Medo

Dor e doença

Existem problemas de saúde no cachorro que, graças a sintomas claros, podemos identificar facilmente: febre, um tumor, sangue... Mas por outro lado existem doenças que passam despercebidas e que não nos damos conta até ter passado um tempo.

É importante dedicarmos pelo menos meia hora a revisar de forma periódica o nosso pet. Isto inclui apalpar todo o corpo para encontrar tumores, revisar as orelhas e olhos em busca de uma infecção, certificar-de de que no cachorro não tem febre, revisar as almofadas das patas para ver se não estão mal, etc.

Se fizer isto com certa regularidade poderá se antecipar a uma doença grave e neste caso, por exemplo, identificar umas almofadas desgastadas, uma fratura leve ou uma unha quebrada.

Dor e doença

Um cão idoso

Os cães idosos são animais de estimação com necessidades muito especiais e particulares. Se o seu cachorro se está iniciando na velhice, é possível que comece a sofrer de demência senil ou de problemas habituais da idade como:

  • Tumores
  • Surdez
  • Cegueira
  • Anemia
  • Desidratação
  • Obesidade
  • Dor muscular
  • Apatia

É importante consultar o veterinário com mais regularidade que no caso dos cães adultos (pelo menos a cada 6 meses) e com a mesma frequência levar a cabo uma análise de sangue para descartar uma possível anemia. Uma vez que o veterinário identifique o caso em particular é quando o dono consegue entender porque o seu cachorro, que sempre passeou bem, agora para na rua ou volta para trás, trata-se da idade, o cachorro está ficando mais velho.

Para passear melhor um cão de idade avançada lembre-de que deve adaptar o seu ritmo e não dar passeios superiores a 30 minutos. Tente repetir sempre os mesmos sítios para evitar se desorientar e preste atenção para não chocar contra nenhum objeto. Por último, recomendamos que não dê puxões, pois isto pode causar-lhe mal-estar.

Informe-se também dos cuidados de um cachorro idoso e das atividades para cães idosos.

Um cão idoso

Um passeio correto

Em muitas páginas de internet poderá encontrar um tipo de frases muito generalizadas como por exemplo: "não deixe que o seu cachorro o passeio, deve passeá-lo você", "é um cachorro muito dominante" ou "faça-o passear ao seu lado".

Na nossa opinião, todas estas afirmações são de pessoas que desconhecem o adestramento positivo, as necessidades do cachorro e os conselhos básicos para um bom passeio. É importante dedicar tempo e se informar sobre quantas vezes deve passear um cachorro por dia e, quais são os requisitos mínimos para que o seu pet se sinta bem e livre de estresse.

Para que um passeio se leve a cabo de forma correta, deve dar liberdade ao cachorro para cheirar e urinar de forma relaxada, é importante premiar a tranquilidade. Além disso, deve agir se souber que o seu cachorro tem altos níveis de energia, praticando exercício com o seu cachorro de forma regular.

Não lhe dê puxões ou o empurre se não se comportar adequadamente, é preferível dar-lhe guloseimas para o incentivar a avançar, a ouvi-lo, etc.

Um passeio correto

Distração

Por último, vamos lhe falar do último motivo pelo qual talvez o seu cachorro não queira andar na rua, o seu cachorro distrai-se com facilidade. Pode ser devido ao contato visual com outros cães, pessoas que o chamam a atenção, barracas de comida, etc.

Como já mencionamos várias vezes no PeritoAnimal, é importante dar alguma liberdade ao cachorro durante o passeio. Se tiver a necessidade de se relacionar, não há mal nenhum em fazê.lo. Lembre-se que o cão passa tempo sozinho, não pode ficar com os seus "amigos" quando quer, apenas pode fazê-lo durante o passeio. Por este motivo, é importante ser permissivo e entender que o passeio é um momento especial em que o cachorro é o protagonista. Deixe-o distrair-se se assim o pretender, não o puxe ou empurre, é preferível chamar a sua atenção com pedaços de fiambre ou guloseimas para animais.

Distração

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário sobre Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
alfredo mandarino
Rock tem um ano e meio, primeira vez que ficou estressado num passeio querendo voltar para casa a todo custo foi quando o levei a um bloco de carnaval este ano, onde o barulho o assustou. De la para cá ele alterna periodos de calma e estresse para sair. Atualmente sai no portão do predio faz seu xixi e quer voltar logo. Moro numa rua movimentada e reparo que o barulho é que gera esta sensação de panico.
Como agir?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Alfredo! O seu cachorro está com muito medo e por isso não quer sair. Você deve voltar a ensinar ele tal como se ele fosse filhote. Ande sempre com petiscos no bolso para o premiar quando ele sair de casa. Vá reforçando sempre positivamente e nunca ralhe com ele para não aumentar ainda mais o medo. Reforce quando saem da porta de casa, quando saem para a rua e principalmente quando ele urinar na rua. Leia este artigo que pode ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/ensinar-cachorro-a-fazer-xixi-no-lugar-certo-21113.html. Quanto aos petiscos para o reforço, temos também algumas ideias aqui: https://www.peritoanimal.com.br/melhores-petiscos-para-caes-22245.html

Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?
1 de 9
Meu cachorro não quer andar na rua - O que fazer?
Voltar ao topo da página