Partilhar

Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?

Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?

Ver fichas de  Cachorros

Desde o momento em que se decide adotar um pet, é necessário ter claras as regras que irão reger o comportamento do filhote e os comportamentos que serão permitidos, para evitar situações indesejadas e problemas com outros membros da família ou as visitas que receber em casa.

O filhote querer morder a criança lá de casa costuma ser um problema frequente entre donos de cachorros, mas deve ser corrigido para evitar acidentes com as crianças e conservar a harmonia em casa. Por isso, neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe explicar o que fazer se o seu cachorro quiser morder o seu filho, com alguns conselhos que o ajudarão a reverter esta situação.

Também lhe pode interessar: Cuidados das tartarugas de água

A importância da educação

Educar o seu cachorro desde filhote no tratamento e relação que deve ter com os membros da família é fundamental para desenvolver um vínculo afetivo livre de rancores e, para evitar que o pet se converta em um problema.

No entanto, quando falamos da educação do filhote muitas vezes esquecemo-nos que também é necessário ensinar as crianças de casa a tratar o animal, não apenas a cuidar dele mas também a respeitá-lo e a dar-lhe o seu espaço, evitando ser uma causa de perseguição para o animal.

Isto costuma ser difícil entender para muitas crianças, pois vêm o cachorro como um brinquedo, grande ou pequeno, que é capaz de se mexer e responder aos estímulos que eles lhes proporcionam. Esta costuma ser uma das principais causas de um cachorro de família morder ou atacar repentinamente a criança de casa, pois a paciência do animal esgota-se perante o comportamento incômodo do pequeno.

É importante referir que este tipo de comportamento nunca é culpa do animal, tem a ver com uma reação normal perante algo que consideram uma ameaça (a criança mete-lhe cola ou tira a sua comida, por exemplo), ou com um comportamento dominante que não foi corregido a tempo e que começa a ser incômodo apenas quando há crianças em casa.

Além disso, lembre-se que um cachorro que passa dias amarrado a uma corrente, tem alguma dor ou mal-estar, entre outros fatores, irá se tornar hostil com o que o rodeia, em uma tentativa de se proteger de possíveis agressores, inclusive quando se trata dos seus donos.

Também pode acontecer que estejam saindo os dentes do filhote, algo que lhe causa dor e incômodos. Quando isto ocorre, devemos ensinar o nosso cachorro a morder os brinquedos e mordedores que tem ao seu alcance, felicitando-o positivamente quando o fizer.

Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer? - A importância da educação

O que pode desencadear a violência de um cachorro?

Além de um comportamento originado pela dor do nascimento dos dentes, o cachorro pode morder "violentamente" por algumas razões. Antes de saber o que fazer perante este tipo de comportamento, deve conhecer os fatores que podem estar desencadeando esta atitude:

  • Ciúmes. Talvez o seu cachorro antes fosse o centro das atenções e, desde que a criança está em casa você se descuidou e o colocou em segundo plano. Por isso, sente-se triste e está tentando defender-se daquele invasor do seu território.
  • Jogos impróprios. É possível que o seu filho, ao jogar, rebole no solo com o cachorro ou imite uma "briga" medindo a sua força com ele. Se o animal ganhar várias vezes, isso irá dar-lhe a sensação de que é superior à criança, pelo que pode tentar submetê-lo à sua vontade de outra forma, como mordendo-o.
  • O cachorro é um brinquedo. Se é das pessoas que permitem que as crianças tratem o cachorro como um brinquedo, incomodando-o enquanto dorme, colocando-lhe cola ou interrompendo o seu momento para comer, é muito provável que o animal tente colocar as crianças no seu lugar para se livrar desta situação.
  • Falta de educação. Não adestrou o seu cachorro no tratamento cordial com a família e na socialização, pelo que as reações do animal se tornam imprevisíveis.
  • Abraços. Na linguagem canina, os abraços podem ser interpretados como uma ameaça, e é muito provável que o cachorro reaja de forma violenta se a criança tentar mostrar-lhe carinho desta forma.
  • Maus tratos. Se o seu cachorro permanece o dia todo amarrado a uma corrente, recebe uma alimentação deficiente ou é maltratado, como pretende que trate bem os seus filhos?
  • Medo. É possível que o seu filho corra gritando pela casa ou pelo jardim e faça barulho com seus jogos, deixando o animal nervoso.
  • Grunhidos. Talvez o seu filho tente brincar com o cachorro imitando os seus grunhidos e mostrando os dentes, mas estes sinais serão mal interpretados pelo cachorro, pois o animal não entenderá que se trata de uma brincadeira.
Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer? - O que pode desencadear a violência de um cachorro?

O que fazer para resolver a situação?

Com o cachorro:

  • Em primeiro lugar, não tenha medo do cachorro. Trata-se de um filhote, não vai magoar ninguém, à exceção de pequenas mordidas.
  • Se morder ou tentar morder o seu filho, primeiro certifique-se de que não se trata de um jogo, e se vir que é uma atitude negativa recorra a um educador canino ou etólogo. Tal como levaria o seu filho a um profissional se fosse necessário, deve fazer o mesmo com o seu filhote.
  • Nunca utilize a violência para tentar ensinar-lhe algo.
  • No caso de ciúmes, tente passar mais tempo com o animal, desfrutando de passeios e jogos com ele. Deve inclui-lo na sua rotina diária, ensinar-lhe obediência, realizar atividades e dar-lhe caringo,
  • Ensine ao seu cachorro a ordem "quieto" para entender quando é suficiente e deve parar um comportamento.
  • Tenha as vacinas em dia, para evitar possíveis doenças no caso de alguma mordida.

Com a criança:

  • Ensine-lhe a respeitar o espaço do animal. Eduque-o para deixar de pensar que é divertido magoar o cachorro, incomodá-lo quando está dormindo ou tocar na sua comida. Deve entender que se trata de um ser vivo que sente e pode enfurecer-se quando o incomodam.
  • Não permita os jogos selvagens. Ensine-o a ter um comportamento afetivo, respeitoso, calmo e agradável com o cachorro.
  • Não permita que tire a bola ao cachorro ou algum brinquedo que estiver utilizando. Os cachorros que sofrem de proteção de recursos podem responder muito negativamente.
  • A criança deve esperar que seja o cachorro a se aproximar dele buscando companhia, não ao contrário. Quando o cachorro se aproximar, o melhor é permitir-lhe que cheire a mão antes de dar o passo seguinte.
  • Nunca deixe que acaricie animais desconhecidos.
  • Não deve acariciar o cachorro por cima da cabeça, a cauda ou as patas, opte pela cara ou o pescoço.
  • Evite que corra e grite ao redor do animal.

Lembre-se de supervisionar sempre a interação entre o seu filho e o seu cachorro para detetar possíveis comportamentos negativos em algum dos dois. Fazer com que se deem bem é muito fácil, deve apenas educar cada um para respeitar o espaço do outro.

Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer? - O que fazer para resolver a situação?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário sobre Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Aline
Meu cachorro tem 2 anos e sempre interagiu com meus filhos na maior amizade, o pequeno causou-lhe sim alguns atritos quando ele era bem pequeno, mas tento ensina-lo que deve respeitar o cachorro, mas o cachorro tem ciumes dele. O cachorro foi muito bem cuidado mas por mim, a mãe. E ele tem muito apego a mim. Ultimamente tenho deixado o cão mais tempo interagindo em outros ambientes além do espaço do quintal para dar mais liberdade e alegria, e uma semana que ele ficou sozinho devido viagem, ele ao retornarmos começou a morder repentinamente meus dois filhos quando estes o tentar acariciar. Nunca aconteceu isso nessa agressividade tamanha, quando esta muito muito ameaçado.
Com um rosnado assustador. Preciso urgente de ajuda para resolver isso. Não estou entendendo isso.

Aguardo

Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?
1 de 4
Meu cachorro quer morder o meu filho, o que fazer?

Voltar ao topo da página