menu
Partilhar

Meu cachorro acha que sou mãe dele?

 
Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. Atualizado: 16 outubro 2023
Meu cachorro acha que sou mãe dele?

Ver fichas de  Cachorros

Muitos tutores utilizam uma linguagem afetiva ao se dirigirem aos seus cães, referindo-se a eles como seus "filhos e filhas" e insinuando que têm um relacionamento muito íntimo, comparável ao de uma mãe com sua prole.

Sabemos que o tipo de vínculo que um cão estabelece com um ser humano pode ser muito diverso e é amplamente influenciado pelas experiências que ambos compartilham. Em muitos casos, os filhotes são criados desde muito cedo por pessoas. Em outras situações, eles são integrados à família quando já são adultos ou idosos, e até mesmo alguns cães passam por várias casas ao longo de suas vidas, tendo não apenas um, mas vários tutores. Todas essas situações nos fazem questionar se os cães realmente podem nos considerar como seus pais ou mães, ou se isso é impossível.

Embora ainda haja muitas coisas que não sabemos sobre a capacidade cognitiva dos cães, o PeritoAnimal preparou este artigo para ajudar você a descobrir se seu cão realmente o considera como sua mãe ou não, não deixe de conferir!

Os cães reconhecem suas mães?

Qualquer pessoa que conviva ou tenha convivido com um cão sabe que os cães têm memória, pois lembram onde deixaram seus brinquedos, aprendem horários e rotinas, reconhecem lugares que já visitaram antes e ficam felizes ao ver outros cães ou pessoas com quem têm um bom relacionamento. No entanto, até que ponto vai a capacidade deles de reter informações? Eles são capazes de reconhecer seus próprios familiares?

Essa questão já intrigava os pesquisadores nos anos 90, década em que um estudo[1] foi realizado para verificar até que ponto os cães se lembram de seus irmãos, mães e filhotes. Os cães participantes do experimento foram separados de suas mães e irmãos de ninhada entre as oito e doze semanas de idade e foram introduzidos, cada um deles, em diferentes famílias humanas. Após dois anos, cada um dos cães foi reunido com seus parentes para estudar seu comportamento. A conclusão do estudo foi que os cães não mostram sinais claros que permitam afirmar que reconhecem seus próprios irmãos depois de tanto tempo separados. No entanto, eles são perfeitamente capazes de reconhecer suas mães, e as mães reconhecem seus filhotes.

O reconhecimento mútuo em cães é possível graças ao seu excelente sentido de olfato. Durante as primeiras semanas de vida, a mãe desenvolve um vínculo muito intenso com seus filhotes, e inconscientemente eles memorizam o odor característico de cada um, influenciado também pela importante ação das feromonas caninas produzidas pela mãe. Como sabemos, os odores estão intimamente relacionados à memória e às emoções, e é por meio desse sentido que os cães são capazes de reconhecer outros indivíduos.

Um cachorro pode considerar uma pessoa sua mãe?

Embora os cães possam reconhecer suas mães através do olfato, isso não significa necessariamente que sejam capazes de compreender o que é uma "mãe" e, muito menos, que considerem alguém de uma espécie diferente como tal. O grande desenvolvimento cognitivo dos seres humanos e nossa capacidade de usar a linguagem nos permite atribuir um significado objetivo e uma avaliação subjetiva a cada palavra, então entendemos o que significa ser filho de alguém. Por outro lado, os cães reconhecem seus progenitores simplesmente porque isso lhes proporciona uma vantagem adaptativa: se você sabe quem é sua mãe, pode recorrer a ela em caso de perigo, garantir uma fonte de alimento, prevenir a consanguinidade e evitar brigas dentro do grupo familiar.

Embora muitos tutores "humanizem" seus cães e os tratem como filhos, os cães sabem perfeitamente que pertencemos a espécies diferentes e, por esse motivo, seu comportamento não é o mesmo quando estão interagindo com uma pessoa ou com outro cão. Muitos séculos de convivência com seres humanos fizeram com que os cães fossem capazes de aprender o significado de nossos gestos e palavras se comunicar conosco de maneiras que nunca usariam com outros animais. Nesse sentido, os cães podem desenvolver um vínculo muito estreito e duradouro com seus tutores e, é claro, podem reconhecê-los entre outras pessoas, mas não há evidências que sugiram que consideram uma pessoa como mãe ou pai.

Meu cachorro acha que sou mãe dele? - Um cachorro pode considerar uma pessoa sua mãe?

Como saber se meu cachorro me considera sua mãe?

Conforme explicamos, é quase impossível afirmar que seu cão o considera sua mãe, literalmente, mas isso não significa que ele não possa sentir apego e carinho por você, muito pelo contrário! Portanto, o que é importante não é se o seu cão o considera como sua mãe, já que vimos que isso não é possível, mas sim saber se ele o ama ou se o relacionamento entre vocês é positivo. Neste post, explicamos como descobrir isso: "Como saber se o seu cachorro te ama?".

Um vínculo saudável entre o cão e o seu tutor é a chave para construir afinidade e uma boa convivência, por isso, aqui estão algumas dicas para construir esse vínculo:

  • Não humanize seu cão, suas necessidades de socialização, exercício, estimulação etc., são diferentes das de uma pessoa, e também dependem da raça! Portanto, informe-se bem sobre elas e atenda-as adequadamente.
  • Aprenda sobre a linguagem corporal canina para poder compreender o que seu cão quer ou sente em cada momento. Aqui está um Guia sobre linguagem canina e sinais de calma.
  • Passe tempo de qualidade com seu peludo e façam atividades juntos que ele goste, seja ao ar livre ou em casa.
  • Cuide da saúde dele, ou seja, ofereça uma alimentação de qualidade, um ambiente adequado e atenção veterinária.
  • Eduque-o com reforço positivo, sendo coerente, paciente e empático.

Seu cão pode não considerá-lo sua mãe, mas seguindo essas dicas, você conseguirá se tornar uma referência e o melhor apoio para ele.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Meu cachorro acha que sou mãe dele?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Educação básica.

Referências
  1. Hepper, P. G. 1994. Long-term retention of kinship recognition established during infancy in the domestic dog. Behavioural processes, 33(1-2), 3-14.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Meu cachorro acha que sou mãe dele?
1 de 2
Meu cachorro acha que sou mãe dele?

Voltar ao topo da página