Partilhar
Partilhar em:

Doenças que os carrapatos podem transmitir

Doenças que os carrapatos podem transmitir

Os carrapatos, embora sejam insetos pequenos, de inofensivos não têm nada. Alojam-se na pele dos animais mamíferos de sangue quente e chupam o líquido vital. O problema é que não chupam apenas o líquido vital, eles também podem infetar e transmitir vários tipos de doenças, que no caso de não serem tratadas corretamente, podem se converter em graves problemas de saúde. Os carrapatos não voam, vivem em grama alta e rastejam até cima ou caem sobre os seus anfitriões.

Se passa muito tempo ao ar livre com o seu pet, continue lendo este artigo do PeritoAnimal sobre as doenças que os carrapatos podem transmitir, muitas delas podem afetá-lo a si também.

O que são os carrapatos?

Os carrapatos são parasitas externos ou ácaros de tamanho maior que fazem parte da família dos aracnídeos, sendo primos das aranhas, e que são transmissores de doenças e infecções para animais e pessoas.

Os tipos de carrapatos mais comuns são o carrapato do cachorro ou carrapato canino e o carrapato de patas negras ou carrapato de cervo. Os cachorros e os gatos sentem-se atraídos por espaços abertos com muita vegetação, grama, folhas acumuladas ou arbustos, e é aí precisamente que se encontram os carrapatos, tendo uma maior incidência em temporadas de calor.

Doença de Lyme

A mais temida mas comum doença transmitida por carrapatos de cervo é a doença de Lyme, que se transmite por carrapatos tão pequenos que podem não se ver. Quando isto acontece, o diagnóstico é mais difícil de realizar. Uma vez que um carrapato deste tipo morde, produz uma erupção vermelha de forma circular que não coça nem dói, mas que se vai estendendo e que gera cansaço, dores de cabeça intensas, gânglios linfáticos inflamado, problemas musculares faciais e neurológicos. Esta doença pode ocorrer mais de uma vez em um mesmo paciente.

Esta condição é uma infecção que debilita em grande medida mas que não é mortal, no entanto, se não se diagnosticar e tratar de forma adequada pode desenvolver problemas como:

  • Paralisia facial
  • Artrite
  • Desordens neurológicas
  • Palpitações

A doença de Lyme deverá ser tratada com diversos tipos de antibióticos receitados pelo veterinário.

Tularemia

A bactéria Francisella tularensis é a causadora da tularemia, uma infecção bacteriana transmitida pelas picadas dos carrapatos e, também pelos mosquitos. Os animais mais afetados por esta doença que um carrapato pode transmitir são os roedores, mas os seres humanos também se podem infetar. O objetivo do tratamento é curar a infecção com antibióticos.

Aos 5-10 dias aparece o seguinte quadro de sintomas:

  • Febre e calafrios.
  • Úlceras indolores na zona de contato.
  • Irritação dos olhos, dor de cabeça e dores musculares.
  • Rigidez nas articulações, dificuldade para respirar.
  • Perda de peso e sudoração.

Erliquiose humana

Esta doença que um carrapato pode transmitir contagia-se através das picadas de carrapatos infetados por três bactérias diferentes: Ehrlichia chaffeensis, Ehrlichia ewingii e Anaplasma. O problema com esta doença ocorre mais nas crianças, porque normalmente os sintomas começam de 5 a 10 dias depois da picada, e se o caso se tornar grave pode causar graves danos cerebrais. Tanto para os pets como para as pessoas, parte do tratamento é a administração de antibióticos entre outros medicamentos durante um período de pelo menos 6-8 semanas.

Parte dos sintomas são idênticos aos da gripe: perda de apetite, febre, dor nos músculos e articulações, dor de cabeça, calafrios, anemia, diminuição dos glóbulos brancos (leucopenia), hepatite, dor de estômago, tosse severa e em algos casos erupção cutânea.

Paralisia do carrapato

Os carrapatos são tão versáteis que podem causar até perda da função muscular. O interessante é que quando se agarram na pele das pessoas e animais (maioritariamente os cachorros), soltam um tóxico que causa paralisia, e é durante este processo de remoção do sangue, que a toxina penetra na corrente sanguínea. É um jogo duplo vencedor para estes pequenos ácaros.

A paralisia começa desde os pés e vai subindo por todo o corpo. Além disso, na maioria dos casos, causa sintomas similares à gripe: dor muscular, cansaço e dificuldade para respirar. Cuidados intensos, apoio de enfermagem e banhos com inseticidas serão necessários como tratamento. Como referimos, os maiores afetados de paralisia por uma picada de carrapatos são os cachorros, no entanto, os gatos também podem sofrer dela.

Anaplasmose

A anaplasmose é outra das doenças que um carrapato pode transmitir. Também é uma doença infecciona zoonótica, o que significa que pode infetar pessoas, assim como os pets. É produzida por uma bactéria intracelular transmitida aos humanos pela picada de três espécies de carrapatos (cervos: Ixodes scapularis, Ixodes pacificus e Dermacentor variabilis). Em alguns casos provoca alterações gastrointestinais e na maioria afeta os glóbulos brancos. Os idosos e as pessoas que têm um sistema imunológico fraco são mais sensíveis e desenvolvem sintomas graves que podem colocar em perigo de vida, neste caso o tratamento imediato com antibióticos é necessário.

Os pacientes expostos ao agente da doença têm problemas para serem diagnosticados devido à natureza não específica dos sintomas e, por se apresentarem de repente de 7 a 14 dias depois da picada. A maioria são dores de cabeça, febre, calafrios, mialgia e mal-estar que se pode confundir com outras doenças infecciosas e não infecciosas e vírus. Não perca também os nossos artigos sobre febre em cachorros e febre em gatos para saber como atuar.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças que os carrapatos podem transmitir, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Doenças que os carrapatos podem transmitir

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doenças que os carrapatos podem transmitir
1 de 7
Doenças que os carrapatos podem transmitir