menu
Partilhar

Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento

 
Por Maria Besteiros. 20 agosto 2021
Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento

A doença de Newcastle é uma doença que geralmente afeta as aves de criação (comerciais), também podendo atingir as alves silvestres. É uma doença viral generalizada em todo o mundo. Afeta principalmente o sistema respiratório, mas há também outros sintomas como a diarreia ou problemas neurológicos. Sua gravidade depende da virulência do vírus e do estado da ave doente.

Neste artigo do PeritoAnimal, falaremos em detalhes sobre a doença de Newcastle, revisando os sintomas desta patologia, seu tratamento e como pode ocorrer um possível contágio, e acima de tudo, como podemos preveni-la. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Anaplasmose canina - Sintomas e tratamentos

O que é a doença de Newcastle

A doença de Newcastle é uma doença viral altamente contagiosa que afeta o sistema respiratório das galinhas, que são as mais suscetíveis, e de outras aves domésticas e silvestres. A incidência é considerada maior em aves de criação, que vivendo em comunidades, podem se infectar mais rapidamente.

É uma das doenças de notificação obrigatória à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), ao menos no caso das cepas mais virulentas. Isso significa que, quando um caso é detectado, o veterinário é obrigado a notificar as autoridades. O vírus da doença de Newcastle é um paramixovírus que pode causar a morte da ave, já que algumas cepas são muito virulentas. De fato, em aves não-vacinadas, a taxa de mortalidade é muito alta.

Está distribuída em todo o mundo e afeta aves de qualquer idade em qualquer época do ano. É capaz de sobreviver por muito tempo no ambiente, principalmente nas fezes. O contágio ocorre pelo contato com elas e com outras secreções de aves doentes, além de qualquer utensílio, alimento ou líquido que esteja contaminado. O vírus é eliminado durante o período de incubação, durante a doença e durante um período variável de convalescença.

Os últimos registros confirmados da doença de Newcastle no Brasil, de acordo com o Ministério da Agricultura, foi em 2006 em aves comerciais nos estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Amazonas.

Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento - O que é a doença de Newcastle

Sintomas da doença de Newcastle

Dependendo da virulência da cepa, é possível observar diferentes sintomas. Assim, as mais virulentas, também chamadas de velogênicas, causarão sintomatologia respiratória e nervosa, e são as que mais causam mortes. Alguns dos sintomas mais frequentes da doença de Newcastle, são:

  • Depressão
  • Tremores
  • Perda de apetite
  • Letargia
  • Paralisa das asas e pernas
  • Pescoço torcido
  • Movimentação em círculos

O quadro típico da forma mais virulenta são sintomas respiratórios, depressão, diarreia esverdeada e aquosa e inchaço da cabeça e pescoço. Os sintomas nervosos com diarreia são mais comuns na doença de Newcastle em pombos. As demais cepas, mesogênicas e lentagênicas, produzem sinais clínicos leves como tosse, espirros, problemas respiratórios ou sibilos e causam menor mortalidade. Outro sintoma é a diminuição da postura de ovos, se for o caso, e modificações em suas cascas. O vírus também fica presente nos ovos.

Também influeciam na gravidade as condições da ave, como idade ou estado imunológico, e pode haver complicações bacterianas associadas. Fêmeas jovens são mais suscetíveis. Algumas aves afetadas podem permanecer assintomáticas e com o único sintoma perceptível sendo a diminuição da postura de ovos.

A doença de Newcastle em patos geralmente se apresenta dessa forma, embora já tenham sido identificados sintomas como diarreia, sinais neurológicos, anorexia e morte súbita. Esta situação também pode ocorrer na doença de Newcastle em canários e outros passeriformes, embora algumas dessas espécies desenvolvam sintomas graves. A doença de Newcastle se destaca nos papagaios porque eles podem ser portadores, daí a importância de controlar sua origem.

Neste outro artigo, você conhecerá as principais doenças de galinhas e seus sintomas.

Como curar a doença de Newcastle? Há tratamento?

O vírus da doença de Newcastle se propaga, principalmente, por meio de produtos contaminados e aerossóis de aves infectadas. Artrópodes, insetos e roedores também são vetores que auxiliam na disseminação do vírus.

A doença de Newcastle pode ser diagnosticada com um kit de teste rápido realizado pelo veterinário. É importante garantir o diagnóstico, pois os sintomas podem ser confundidos com os de outras doenças, como a gripe aviária. Animais com doença de Newcastle devem ficar isolados.

Não existe tratamento contra ela, mas existem protocolos de vacinação para prevenir o seu aparecimento, embora a eliminação do vírus possa continuar ocorrendo. Essas vacinas para galinhas, pombos e perus são eficazes quando as cepas não são excessivamente virulentas. Elas podem ser administrados por pulverização ou na água potável. Por isso, a melhor forma de prevenir a doença de Newcastle é por meio da vacinação e, também, limitar que aves domésticas convivam com outras livremente.

Se você tem aves e pretende aumentar a família, é importante garantir que as novas sejam vacinadas. Os protocolos de vacinação devem ser desenvolvidos por profissionais e adaptados a cada caso, pois existe o risco de contribuir para a propagação da doença.

A doença de Newcastle pode contagiar humanos?

A doença de Newcastle é uma patologia zoonótica, o que significa que pode ser transmitida para seres humanos, nos quais causa sintomas leves de gripe e conjuntivite sem representar um risco grave para a saúde. São afetados principalmente os profissionais que têm contato com vacinas e estão regularmente expostos a grandes quantidades do vírus. Os tratadores das aves não parecem ser afetados.

Agora que você conhece os sintomas e viu que não há cura nem tratamento para a doença de Newcastle, mas que é possível prevenir o problema, recomendamos a leitura deste outro artigo sobre as doenças mais comuns em aves domésticas.

Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento - A doença de Newcastle pode contagiar humanos?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças parasitárias.

Bibliografia
  • Doença de NewCastle. Disponível em: <https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sanidade-animal-e-vegetal/saude-animal/programas-de-saude-animal/pnsa/doenca-de-newcastle-dnc>. Acesso em 16 de agosto de 2021.
  • Miller, Patti J. Newcastle Disease in Poultry en Merck Veterinary Manual.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento
1 de 3
Doença de Newcastle - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página