Partilhar

Diclofenaco para cachorros: doses e usos

 
Por Maria Besteiros. 12 setembro 2019
Diclofenaco para cachorros: doses e usos

Ver fichas de  Cachorros

O diclofenaco sódico é a substância ativa de um medicamento bem conhecido e utilizado, vendido sob a marca Voltaren ou Voltadol. É um produto utilizado para combater a dor. O veterinário receitou diclofenaco para seu cachorro? Você está com dúvidas sobre os usos ou doses?

Neste artigo do PeritoAnimal, falaremos sobre o diclofenaco para cachorro, como esse medicamento é usado na medicina veterinária e quais aspectos são importantes considerar para o uso. Como sempre insistimos, este e qualquer outro medicamento só deve ser administrado a um cachorro com receita veterinária.

Cachorro pode tomar diclofenaco?

O diclofenaco é uma substância ativa pertencente ao grupo dos anti-inflamatórios não esteróides, ou seja, aqueles comumente conhecidos como AINEs. Estes são produtos prescritos para o alívio da dor, especialmente aqueles relacionados a problemas nas articulações ou nos ossos. Cachorro pode tomar diclofenaco, desde que prescrito pelo veterinário.

Pode dar diclofenaco para cachorro?

O diclofenaco para dor é utilizado na medicina veterinária para cachorros e também em humanos, isto é, principalmente no caso de distúrbios ósseos e articulares. Mas este medicamento também pode ser prescrito pelo veterinário oftalmologista como parte do tratamento de doenças oculares, como é o caso da uveíte em cachorros ou, em geral, aquelas que ocorrem com inflamação. Também é utilizado como medicamento prévio ou posterior a um cirurgia oftalmológica.

Obviamente, a apresentação do medicamento não será a mesma. Sendo um AINE, ele também tem um efeito anti-inflamatório e antipirético, ou seja, contra a febre. Além disso, em alguns casos, o veterinário pode receitar um complexo B com o diclofenaco para cachorros. Este complexo refere-se a um grupo de vitaminas B com diferentes e importantes funções no corpo. Esse complemento geralmente é recomendado quando há suspeita de déficit ou para melhorar o estado geral do animal.

No entanto, existem outros anti-inflamatórios para cachorros que são mais utilizados que o diclofenaco para problemas de dor associados a ossos ou articulações, como o carprofeno, firocoxibe ou meloxicam. Estes são mais seguros para uso nesses animais e produzem menos efeitos colaterais.

Diclofenaco para cachorros: doses e usos - Pode dar diclofenaco para cachorro?

Como dar diclofenaco para cachorro

Assim como todos os medicamentos, você deve prestar atenção à dosagem e seguir rigorosamente as recomendações do veterinário. Mesmo assim, os AINEs têm um impacto considerável no sistema digestivo e podem causar sintomas como vômito, diarreia e úlceras. Por esse motivo, especialmente em tratamentos prolongados, os AINEs são prescritos juntamente com os protetores estomacais. Evite usar este medicamento em animais com problemas renais ou hepáticos.

A dose de diclofenaco para cachorro só pode ser estabelecida pelo veterinário que, para determiná-la, levará em consideração a doença e as características do animal. Os estudos sobre medicamentos fornecem uma variedade de doses seguras entre as quais o profissional de saúde pode escolher. Ele sempre vai buscar alcançar o efeito máximo com a menor dose possível. No caso dos colírios, a dose e o esquema de administração dependerão do problema a ser tratado.

Uma dose excessiva causa vômito, que pode conter sangue, fezes negras, anorexia, letargia, alterações na micção ou sede, mal-estar, dor abdominal, convulsões e até morte. Daí a insistência para que você utilize apenas os medicamentos prescritos pelo veterinário, nas doses e durante o tempo indicado.

Apresentações do diclofenaco para cachorros

O gel de diclofenaco, que seria o que é atualmente comercializado para seres humanos sob o nome de Voltaren e amplamente utilizado, não é muito empregado em cachorros por razões óbvias, uma vez que não é cômodo nem funcional aplicar gel em áreas peludas do corpo dos animais.

O diclofenaco oftalmológico para cachorros é o escolhido para o tratamento oftalmológico. O fato de ser um colírio não deve te fazer pensar que não terá efeitos colaterais, por isso, nunca o aplique sem a receita veterinária. Com esta apresentação do diclofenaco para cachorros em gotas, também é necessário monitorar a dose para não excedê-la. O uso do diclofenaco lepori para cachorros, sendo este um colírio para uso humano, só pode ser prescrito pelo veterinário.

Também é possível usar o diclofenaco injetável em cachorros. Nesse caso, o medicamento será administrado pelo veterinário ou, se você precisar aplicar em casa, ele te explicará como preparar e conservar o medicamento, de que maneira e onde você deve injetá-lo. Uma reação local pode ocorrer no local da injeção.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Diclofenaco para cachorros: doses e usos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Vídeos de Diclofenaco para cachorros: doses e usos

1 de 3
Vídeos de Diclofenaco para cachorros: doses e usos

Escrever comentário sobre Diclofenaco para cachorros: doses e usos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Diclofenaco para cachorros: doses e usos
1 de 2
Diclofenaco para cachorros: doses e usos

Voltar ao topo da página