Partilhar

Cuidar de um gato em 10 passos

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 6 novembro 2018
Cuidar de um gato em 10 passos

Ver fichas de  Gatos

É a primeira vez que tem um gato? Tem dúvidas sobre os cuidados que precisa? Até certo ponto é verdade que o gato não precisa de tanta atenção como o cachorro, uma vez que se trata de um animal com uma natureza completamente diferente, no entanto, é óbvio que o gato também precisa de alguns cuidados que lhe permitam ter uma boa qualidade de vida.

No PeritoAnimal queremos ajudá-lo e orientá-lo sobre as necessidades básicas de um gato e, para que saiba o que é ter um. Descubra um mundo diferente com o seu novo pet neste artigo sobre como cuidar de um gato em 10 passos.

Também lhe pode interessar: Cuidar de um cachorro em 10 passos

1. Vacinas e consultas veterinárias

Embora os gatos normalmente vivam dentro de casa, podem chegar a ele uma infinidade de doenças através dos sapatos, roupa e inclusive através do ar. Por esse motivo, existe um calendário de vacinação específico que deve seguir:

  • Deve ser vacinado contra a leucemia e dado um reforço.
  • Também receberá vacinas contra a panleucopenia, a rinotraqueíte e o calicivírus, também será dado um reforço.
  • Mais para a frente deverá ser administrada a vacina contra a raiva.
  • Por fim, deverá receber as vacinas contra a peritonite e a infecciosa felina com seu devido reforço.

Além disso, se observarmos um comportamento estranho ou fora do normal, devemos consultar o veterinário para nos orientar e poder tratar se for necessário.

Cuidar de um gato em 10 passos - 1. Vacinas e consultas veterinárias

2. Educação

Normalmente os gatos costumam ser mais independentes que os cachorros, mas isso não significa que não se tratem de pets inteligentes que devemos educar para que a convivência em casa seja a desejada.

São animais de estimação que podem aprender todo o tipo de ordens, por esse motivo nunca deve deixar de o exercitar mentalmente e fazer com que aprenda as ordens básicas de convivência como por exemplo utilizar a caixa de areia e o seu arranhador.

Com paciência e reforço positivo conseguirá ensinar-lhe tudo o que quiser.

Cuidar de um gato em 10 passos - 2. Educação

3. A escovação

Apesar dos gatos terem uma higiene exaustiva, é necessária que escove o seu pelo para evitar as bolas de pelo no estômago, algo que pode originar um problema grave.

A frequência irá variar da escovação diária até a escovação semanal e dependerá sempre do tipo de pelo do gato, mais comprido ou mais curto. O seu gato gostará que lhe dê todas as atenções e o escove regularmente. Preste atenção especial ao seu pelo na primavera e outono, que é quando se costuma realizar a mudança de pelo.

Cuidar de um gato em 10 passos - 3. A escovação

4. A alimentação do gato

O gato deve ter uma alimentação adequada para cada etapa da sua vida correspondente ao tipo de comida Junior, Adult ou Senior. Estas gamas estão disponíveis para venda para evitar deficiências em cada etapa da sua vida.

A alimentação deve ser de alta qualidade e também recomendamos que seja variada entre ração, comida úmida e dietas caseiras, sendo de entre todos os tipos de alimentação a mais importante a ração.

Além disso, em fases de crescimento ou geriatria, tem disponíveis à venda vitaminas e suplementos ideias para que se desenvolva e mantenha saudável.

Cuidar de um gato em 10 passos - 4. A alimentação do gato

5. Jogos

Existem gatos de todos os tipos, alguns mais independentes ou mais sociáveis, outros mais brincalhões ou calmos... Todos eles devem realizar atividades físicas e mentais diariamente.

Desenvolver-se física e mentalmente é imprescindível para contar com um gato saudável, além de fortalecermos a nossa ligação com ele. Podemos utilizar espanadores, jogos de inteligência e atividades muito diferentes para que cada dia possa passar bem.

Dedique-lhe um tempo sempre que puder!

Cuidar de um gato em 10 passos - 5. Jogos

6. Liberdade

O gato, se for bem domesticado, tem uma natureza completamente selvagem e age como um predador. Não pode querer que o seu gato não saia de sua casa, se puder, dê-lhe liberdade para sair em ambientes controlados.

Se descobrir que caçou algum animal pequeno e o está a comer, permaneça atento uma vez que isto poderá causar problemas digestivos.

É muito importante esterilizar o seu gato ou gata. Como dono de um pet deve ser responsável e pensar que se não vai ter a capacidade de dar casa a uma família inteira de gatos, deverá prevenir para evitar um problema futura e em solidariedade com todos os animais que são abandonados diariamente no mundo.

Cuidar de um gato em 10 passos - 6. Liberdade

7. A caixa de areia

Quando o gato se torna adulto, usa a caixa de areia de forma instintiva e não realiza as suas necessidades fora dela. Tratam-se de animais muito limpos que respeitam o ambiente onde vivem procurando uma higiene extrema.

Lembre-se que a caixa de areia deve estar sempre em um lugar isolado e de fácil acesso para ele. Também a deve manter sempre limpa.

Cuidar de um gato em 10 passos - 7. A caixa de areia

8. As unhas

É imprescindível que o seu gato tenha ao seu alcance um tronco, utensílio ou arranhador para afiar as unhas. Se não o tiver, lembre-se que o poderá fazer em qualquer outro tipo de superfícies, como por exemplo, um sofá.

Deverá cortá-las quando achar que alcançaram um tamanho considerável. Se tiver medo de o fazer, pode ir ao veterinário que tem a obrigação de o fazer de forma gratuita.

Cuidar de um gato em 10 passos - 8. As unhas

9. A cama do gato

Tal como os cachorros, os gatos também precisam de um lugar confortável para dormir e descansar. Por isso, deve contar com uma cama ou uma almofada macia.

Os gatos gostam de dormir em locais fechados, por isso deve ter o cuidado de não deixar móveis abertos porque poderiam dormir aí e ficar fechados.

Cuidar de um gato em 10 passos - 9. A cama do gato

10. O banho do gato

Geralmente os gatos não precisam de uma higiene extra, pois são extremamente asseados, no entanto, em alguns casos pode ser necessário.

Se com umas toalhinhas úmidas não for suficiente para eliminar a sujidade do gato, deverá fazê-lo com água morna e muito suavemente, ainda assim, pode ser que o seu gato resista ao banho. Se for impossível para você dar-lhe banho pode utilizar um xampu seco específico para gatos.

Cuidar de um gato em 10 passos - 10. O banho do gato

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cuidar de um gato em 10 passos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Escrever comentário sobre Cuidar de um gato em 10 passos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Aline
Meu gato é criado indoor, o único acesso dele é no quintal da casa, fora isso ele não dá voltinhas, não sai para rua e é castrado. Não deixo ele sair de casa porque tenho medo da maldade das pessoas, ele pode não voltar.
Instalei redes de proteção na minha casa toda para que ele não tenha acesso a rua.
daniel
qual vacina citada no texto e mais importante ? e de raiva meus gatos tomaram
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Daniel! As vacinas que devem ser administradas aos gatos podem mudar a obrigatoriedade e periodicidade dependendo da região geográfica em que se encontrar, pois pode acontecer que nessa região existam doenças endêmicas concretas e que outras estejam erradicadas. Por isso, é importante informarmo-se de quais vacinas são obrigatórias e com que frequência devem ser administradas ao seu gato. É tão simples como ir ao veterinário e pedir-lhe que te informe sobre o calendário de vacinação que deve seguir, uma vez que além das obrigatórias por lei, é provável que recomende alguma vacina voluntária por ser realmente importante para a saúde do nosso seu companheiro.

Cuidar de um gato em 10 passos
1 de 11
Cuidar de um gato em 10 passos

Voltar ao topo da página