Partilhar

Criação de mandarins

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 18 janeiro 2019
Criação de mandarins

Ficha do animal: Diamante mandarim

O diamante mandarim é uma ave muito pequena, dócil e ativa. São muitas as pessoas que encontram neste animal um ótimo animal de estimação, assim como uma possibilidade para criar uma ave em cativeiro.

Costumam procriar várias vezes ao ano, de 5 a 7 ovos aproximadamente cada uma, e não é difícil de levar a cabo mesmo que não se tenha experiência.

Por esse motivo, hoje em dia não são apenas os criadores profissionais ou amadores que levam a cabo este processo, pois qualquer um que quiser pode se iniciar e descobrir a maravilhosa experiência da criação de mandarins. Saiba tudo neste artigo de PeritoAnimal.

Também lhe pode interessar: A criação dos peixes Betta

O parceiro parfeito

Para começar, deve procurar um casal de diamantes mandarins. Pode adotar procurando exemplares em diferentes casas de acolhimento ou optar pelos criadores.

Procure dois exemplares já adultos que não tenham grau de parentesco entre eles, e se quiser uma descendência variada, pode selecionar um cinza comum e outro castanho-amarelado por exemplo. Também é ideal conseguir dois exemplares que tenham caraterísticas físicas diferentes para que se compensem entre eles.

À partida não terá problemas de convivência uma vez juntos. A época de reprodução é durante a primavera embora os mandarins procriem o ano todo.

Criação de mandarins - O parceiro parfeito

A gaiola de reprodução do diamante mandarim

Para controlar e observar todo o processo recomendamos que utilize uma gaiola para reprodução, ou seja, uma gaiola de pequenas dimensões. Procure uma de 50 x 45 por exemplo.

Na gaiola não pode faltar o alimento em sementes do diamante mandarim, água fresca e limpa e o osso de siba. Não utilize demasiados brinquedos para não reduzir em excesso o seu movimento dentro da gaiola. Pode adicionar Tabernil na água (vitaminas) e oferecer em um dos recipientes da comida cereais e insectivora, tudo isso favorece a saúde do mandarim e também a reprodução.

Adicione um ninho fechado, que são os seus preferidos, na parte superior da gaiola e deixe ao seu alcance no sol pelo de cabelo que encontrará à venda em lojas de animais. Verá como um dos dois (ou ambos) irá começar a pegá-lo e a colocá-lo dentro do ninho.

Criação de mandarins - A gaiola de reprodução do diamante mandarim

Cópula e reprodução

Uma vez que o parceiro se encontre na gaiola com o ninho vai começar o namoro. O macho vai começar a cantar para a fêmea para a conquistar, pode ser que no início não ocorra a cópula, tenha paciência.

Verá como o macho vai começar a dar voltar em cima da fêmea enquanto ela emite uns sons bastante particulares, isso é porque a cópula se está realizando.

Uma vez que a fêmea esteja fecundada não demorará muito a por os ovos no ninho já montado. É importante que não toque em nada. É muito importante que lhes dê espaço e que os observe à distância e com cuidado, caso contrário poderão abandonar o ninho.

Continue oferecendo-lhes comida para que tudo ocorra nas melhores condições.

Criação de mandarins - Cópula e reprodução

Reprodução, incubação e nascimento

A fêmea começará a colocar os ovos, é importante que tenha cuidado se a ouvir a fazer sons fracos e tristes. Se vir que durante um dia não põe nenhum ovo e está muito inchado, pode-se tratar de um ovo preso. Isto acontece em exemplares jovens. Neste caso deverá pegá-la com cuidado e acariciar o ventre para facilitar a expulsão do ovo. Se ainda assim ela não o conseguir expulsar e o seu estado piorar, leva-a de imediato ao veterinário.

Uma vez que tenha posto o quinto ovo, o parceiro mandarim vai ajudar a incubá-los. É um momento muito especial pois os pais participam neste processo de forma conjunta. Durante o dia costumam fazê-lo por turnos e, à noite dormirão ambos no ninho.

No período de uns 13-15 dias os primeiros pintainhos começarão a nascer. Ouvirá como emitirão sons pedindo alimento aos seus pais. É importante que não falte o suplemento de reprodução neste ponto e que continue sem os tocar, é normal que hajam fezes no ninho, mas não as deverá limpar.

Criação de mandarins - Reprodução, incubação e nascimento

Crescimento do diamante mandarim

Aos 6 anos é recomendável colocar-lhes as anilhas, embora muitos criados prefiram não o fazer uma vez que podem machucar as patas dos pássaros. Por isso, isto fica ao seu critério.

Os dias irão passando e verá que os pintainhos do diamante mandarim começaram a crescer, as penas começarão a sair, vão passar mais tempo em cada toma, etc.

Se um dos pintainhos for expulso do ninho, isto pode ser porque se trata de um exemplar fraco ou doente que os pais não querem alimentar. Neste caso pode começar a fazê-lo você mesmo com uma seringa ou deixar que a natureza siga o seu natural curso.

Criação de mandarins - Crescimento do diamante mandarim

Separação

Se você mesmo vai alimentar um diamante mandarim, para que este se converta no seu amigo fiel, deverá separá-lo dos seus pais aos 20 ou 25 dias. Trata-se de um bebê ainda e por esse motivo durante pelo menos mais 15 ou 20 dias deverá alimentá-lo como fariam os seus pais:

  • Assobie e ele irá responder-lhe quando tiver fome
  • Introduza a comida pouco a pouco na sua garganta com uma seringa pequena
  • Toque na garganta e verá que está cheio

Se não o fizer adequadamente, os seus pequenos mandarins poderão morrer, por isso seja constante.

Se estão não foi a sua opção, deixe-o com seus pais até aos 35 ou 40 dias de idade. Nesse momento o diamante mandarim já deve ter o pico preto e estar praticamente desenvolvido.

Separe-os dos pais uma vez passados estes 35 ou 40 dias, se não o fizer, o macho começará a persegui-los porque talvez queira começar uma nova procriação.

Criação de mandarins - Separação

Localização dos novos pássaros

Recomendamos que separe os diamantes mandarins por sexo, uma vez que desta forma evitará conflitos, ciúmes e consanguinidade (podem tentar reproduzir-se entre familiares). Pode procurar uma gaiola de 1 metro de comprimento por 70 de largura para que cada grupo de pássaros fique confortável e tenha espaço para voar. Se pelo contrário quer que estejam todos juntos deverá procurar uma gaiola coletiva.

Lembre-se que os elementos básicos para a gaiola do diamante mandarim são:

  • Areia de conchas no solo
  • Ramos e paus de madeira
  • Água fresca e limpa
  • Sementes, frutas e verduras
  • Osso de siba ou cálcio

Esperamos que este artigo tenha sido útil para si, pode avaliá-lo positivamente ou deixar o seu comentário se desejar.

Criação de mandarins - Localização dos novos pássaros

Se deseja ler mais artigos parecidos a Criação de mandarins, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Gestação.

Escrever comentário sobre Criação de mandarins

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
Dionei
É meu último primeiro casal de mandarim, e estão com 2 ovos mas reparei que durante o dia não ficam no ninho, nenhum deles, mas durante a noite dormem os dois juntos dentro do ninho, e se esfriar os ovos? Vão chocar normalmente?
Ronis Mendonça
Você sabe qual a diferença entre o macho e a fêmea ?

Já aconteceu isso comigo mais no meu caso era agapoles e eram duas fêmeas e eu não sabia chegaram a colocar 16 ovos , já os diamantes mandarim são bem fáceis de diferenciar .

Caso não saiba veja alguns vídeos no YouTube tem explicando diferença .

Espero que eu tenha te ajudado .
Paula Santos
Os meus tinham 8ovos,sem dar nada, deitei fora. Agora já têm novamente 11 e nada.... Alguém me pode ajudar?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Paula! Uma vez que tenha posto os ovos, o parceiro mandarim vai ajudar a incubá-los. É um momento muito especial pois os pais participam neste processo de forma conjunta. Durante o dia costumam fazê-lo por turnos e, à noite dormirão ambos no ninho.
No período de uns 13-15 dias os primeiros pintainhos começarão a nascer. Ouvirá como emitirão sons pedindo alimento aos seus pais. É importante que não falte o suplemento de reprodução neste ponto e que continue sem os tocar, é normal que hajam fezes no ninho, mas não as deverá limpar.
Paula
Bom Luisa!
Sim, isso eu já tinha lido, mas no meu caso está a ser um pouco estranho, porque neste momento estão já 11 ovos,eles vão alternando durante o dia, mas à noite saem do ninho e também já passou bastante tempo desde desde a postura dos primeiros..., 😥
Zacarias
O que eu faço? já são 9 ovos.
Mayna
Minha mandarim assim q eu separei os filhotes ela voltou a botar,agora já tem 10 ovinhos,alguém sabe me dizer pq?

Criação de mandarins
1 de 8
Criação de mandarins

Voltar ao topo da página