Partilhar

Diamante mandarim

11 abril 2016
Diamante mandarim

O diamante mandarim ou apenas mandarim, também é conhecido como Zebra Finch e é originário da Austrália. Nos últimos 5 anos a tendência desta ave se popularizou devido à sua fácil manutenção e à alegria que transmitem dentro de casa. Também é comum a criação destas aves pois a sua reprodução é muito simples.

Dependendo da zona onde habita, o tamanho desta ave pode ser maior ou menor e encontra-se praticamente no mundo todo devido à grande quantidade de seguidores desta maravilhosa espécie de pássaro. Continue lendo em PeritoAnimal para saber tudo sobre as aves mais adoráveis.

Origem
  • Oceania
  • Austrália

Aparência física

Trata-se de uma ave de tamanho muito pequeno que costuma medir entre 10 e 12 centímetros de comprimento e alcança as 12 gramas de peso aproximado. O bico do diamante mandarim é curto e compacto, adaptado para comer várias sementes.

O diformismo sexual é evidente nesta espécie de ave, uma vez que os machos têm as bochechas de cor enquanto que as fêmeas têm uma plumagem mais simples. Praticamente todas as variações de cor mostram este diformismo à excepção dos diamantes mandarins de cor branca completa.

Devido à grande quantidade de criadores amadores, existem muitas variedades de mutações que dão lugar a espécies muito bonitas e únicas. É impossível classificá-los todos, mas pudemos fazer um resumo dos mais conhecidos:

  • Cinza comum: A maior parte do corpo é de cor cinza embora o pescoço e a cauda possuam umas caraterísticas listras pretas, daí o nome de Zebra Finch. No final das asas apresenta uma plumagem marrom e salpicada. O ventre é todo branco. A fêmea cinza comum é completamente cinza com o ventre branco. Apenas tem o salpicado na cauda e uma lágrima preta debaixo do olho.
  • Bochechas pretas: Como o seu nome indica, este exemplar destaca-se pelas suas bochechas pretas. Apenas os machos evidenciam este fenômeno, embora hajam relatos de fêmeas que também contam com esta caraterística.
  • Branco e marrom: É uma variedade do mandarim que apresenta uma plumagem branca e marrom. As zonas de manchas podem variar nas asas, na parte superior do corpo ou na cabeça. As listras na cauda também costumam ser marrom embora as possamos encontrar também de cor preta. Estes exemplares podem ser muito variados e singulares, apresentando ou não as manchas habituadas nas plumas das asas.
  • Branco: Existem diamantes mandarins completamente brancos. Neste caso é muito difícil determinar o sexo e, para isso devemos nos guiar pela cor do bico, mais avermelhado nos machos e mais laranja no caso das fêmeas.

Comportamento

Os diamantes mandarins são aves muito sociáveis que vivem em grandes colônias que favorecem a sua sobrevivência. Gostam de se relacionar e comunicar, por esse motivo, ter apenas um diamante mandarim é uma tristeza para eles, que não podem desfrutar dos da mesma espécie.

Se quer ter vários mandarins em uma gaiola grande ou voadeira, recomendamos que misture várias fêmeas uma vez que terão um comportamento positivo e amigável entre elas. Se quer desfrutar da presença de um ou dois machos, aconselhamos que tenha várias fêmeas por cada macho, caso contrário poderão existir atitudes de rivalidade. É importante destacar que ter simplesmente um casal pode esgotar a fêmea, que será constantemente forçada pelo macho a reproduzir.

São aves muito tagarelas, especialmente os machos, que passarão o dia todo a cantar e a se relacionar com os seus companheiros e inclusive consigo. Embora sejam aves um pouco assustadiças, se as adotar já na fase adulta, os diamantes mandarins com o tempo habituam-se a quem lhes dá de comer e cuida deles. Responderão aos seus assobios sem hesitar.

Como já referimos anteriormente, o diamante mandarim reproduz-se com bastante facilidade e regularidade. São muitas aquelas pessoas que os criam por prazer uma vez que é todo um ritual observar como fazem o ninho e o tiram depois em conjunto. No geral, falamos de uma espécie que é bastante fiel ao seu parceiro.

Cuidados

O diamante mandarim é uma ave que, embora tenha um tamanho reduzido, adora voar e precisa de espaço. Certifique-se de ter uma gaiola grande, de preferência horizontal: de 1 metro x 70 centímetros é totalmente aceitável.

Na gaiola deve contar com vários utensílios como paus ou ramos, que encontrará em lojas habituais, existem ramos de árvores de frutos muito bonitos que além de decorar a sua gaiola farão com que ela seja um lugar único para os seus mandarins. O osso de siba não pode faltar, uma vez que tem um alto conteúdo em cálcio, bastante necessário.

Também terá de ter recipientes para a comida e bebida, sempre frescos e limpos.

Além das suas necessidades básicas, é importante que tenha os seus momentos de diversão, por isso, pode deixar-lhes ao seu alcance brinquedos e espelhos. A água é outra fonte de diversão, uma vez que o diamante mandarim adora se limpar. Proporcione-lhe isto com uma piscina ou um pequeno recipiente, eles irão se molhar e gostar, além disso estará prevenindo o aparecimento de ácaros e piolhos.

A alimentação do diamante mandarim é muito simples, será suficiente que tenha à sua disposição sementes especiais, que encontrará em qualquer loja de animais. Deverão conter cerca de 60% de alpiste, 30% de painço e cerca de 10% entre linhaça, canola, cânhamo e niger. Incluir gema de ovo de vez em quando irá proporcionar-lhes um extra de energia e vitalidade na plumagem, lembre-se que deve retirá-la quando passar um tempo. Pode dar-lhes alfafa, algo que gostam muito e devorarão num piscar de olhos.

Dar-lhes fruta é muito importante, para isso, experimente primeiro dar-lhe pequenos pedaços de diferentes tipos como laranja, maçã ou pera, descubra o que o seu diamante mandarim gosta mais. Por fim, como prêmio também pode deixar ao seu alcance vários insectos, apenas de vez em quando.

Interaja, com o seu diamante mandarim para que este o conheça e desfrute consigo. Fale com ele, coloque música ou assobie e desfrute de o observar todos os dias, pois têm um nível de energia alto que se torna adorável para os amantes dos pássaros.

Saúde

É importante que vá olhando o seu diamante mandarim para saber se tem algum problema de saúde, de seguida explicamos quais são os problemas mais comuns:

  • Ovo preso: Se está criando diamantes mandarins isto pode acontecer e, trata-se de um problema grave, pois a fêmea pode morrer. Verá que se trata de um ovo preso porque tem o abdômen inchado e emite sons fracos e de dor. Pegue nela com cuidado e faça uma pequena massagem na zona do ovo para que possa expulsá-lo. Se isso não acontecer leva-a de imediato ao veterinário.
  • Fratura da pata: Se observar que o seu diamante tem a pata fraturada deverá pegar nele e imobilizá-la com duas hastes e uma gaze, em duas semanas deveria se curar sem problema. Tente perceber por que isso aconteceu e se for um problema da gaiola, mude-a.
  • Anemia: As carências alimentares traduzem-se nesta doença. Poderá identificá-lo por uma descoloração do bico ou nas patas. Varie a sua dieta e ofereça-lhe diferentes alimentos.
  • Cloacite: Consiste em uma inflamação da cloaca, mais comum nas fêmeas que põem ovos. Limpe a zona e aplique uma pomada à base de óxido e zinco, além disso ofereça-lhe uma dieta mais variada.
  • Acaríase: É o aparecimento de ácaros e piolhos. Evite este problema colocando uma piscina na gaiola do seu diamante para tomar um banho, além disso nas lojas de animais encontrará spray antiparasitários para resolver o problema.
  • Crescimento anormal do bico: Neste caso falamos de uma consequência da falta de osso de siba. Pode provocar carências na sua alimentação. Parta o osso e deixe-o ao seu alcance para que pouco a pouco resolva o problema.

Evite doenças como a bronquite e a acaríase nas patas mantendo o seu diamante mandarim em um ambiente limpo e seco, sem umidades nem correntes de ar, também não é aconselhável o contato direto com o sol.

Curiosidades

  • Os diamantes mandarins aprendem a cantar imitando o som que os seus pais ou companheiros adultos fazem, reproduzem um som muito idêntico ao que ouvem, por esse motivo, o canto do diamante mandarim tem milhares de possibilidades.

Fotos de Diamante mandarim

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Diamante mandarim

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Diamante mandarim

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?
6 comentários
Mariana
Percebo diferença nos olhos sendo os machos com a pupila preta ao redor castanho e nas fêmeas tudo preto que não se identifica a pupila. Isto confere?
Gilberto Guilherme dos Santos
Boa tarde,este pássaro apareceu em minha casa hj,queria saber se é este Diamante que vi na pesquisa.
naldo
sim amigo e esste mesmo
Moisés Cardoso da Silva
Ola, tudo bom gostei muito dos ensinamentos passados vou tentar passar pros meus mandarins com amor.
Nídia do Carmo (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Moisés! Que bom que você gostou das dicas. Continue acompanhando nossos artigos! :)
josé alves
como reconhecer um mandarim macho jovem
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi José! Geralmente, os machos têm manchas laranjas nas bochechas, listras no peito e o bico e patas são avermelhados. Já as fêmeas, possuem como uma "lágrima" preta na zona da bochecha, o bico e as patas são mais claros do que os machos. Também é mais habitual os machos cantarem e as fêmeas apenas piarem.
luciano rodrigues de oliveira
COMO SABER QUAL E O MACHO E QUAL E A FEMEA
Vanessa Lopes (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Luciano! Os machos diamante mandarim têm normalmente manchas laranjas ou acastanhadas nas bochechas, o bico e as patas são avermelhadas, têm listras no peito e cantam. Já as fêmeas, na zona das bochechas possuem apenas uma espécie de lágrima, uma pequena linha que vem do olho, não têm listras no peito, as patas e o bico são laranjas claros e apenas piam. Normalmente a fêmea é mais redonda e gordinha. Espero que tenha sido de ajuda! Obrigado pelo seu comentário :)
Kátia
Muito bom seu post. Tenho um casal de mandarins e lendo outros postos não foram tão interessantes como este....muito explicativo, poderia continuar postando sobre o assunto??? Tenho periquitos e canários também, poderia postar sobre eles?? Desde já agradeço!!!
Nelson Ferreira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Kátia, muito obrigado pelo seu comentário. Ficamos muito contentes por saber que os nossos artigos estão sendo úteis para os nossos leitores. Vamos ter o seu comentário em consideração e iremos postar mais artigos relacionados com aves. Esperamos que continue acompanhando as nossas dicas :)
Diamante mandarim
1 de 13
Diamante mandarim

Voltar ao topo da página