Partilhar

Como cuidar de um gato cego

Como cuidar de um gato cego

Ver fichas de  Gatos

A cegueira é a perda parcial ou total da visão, pode ser por uma causa congênita ou adquirida após um trauma, ou uma doença como a pressão alta, a catarata ou o glaucoma. Se você tem um gatinho cego de nascimento ou o seu velho companheiro peludo perdeu a visão, sera estressante no começo para você e para o seu gato.

No entanto, você deve saber que a cegueira não deve impedir que o seu gato viva uma vida feliz e aventureira. Os gatos são seres com resiliência, ou seja, são capazes de se adaptar a situações difíceis e até traumatizantes. Se ajudamos a fazer as devidas adaptações em casa para facilitar a sua vida e dar-lhe os cuidados necessários, o seu gato se adaptará para ter uma vida feliz.

Neste artigo do Perito Animal, daremos alguns conselhos sobre os cuidados para um gato cego.

Também lhe pode interessar: Cuidados com cães cegos

Como saber se o gato é cego

Um gato com problemas de cegueira pode ter os olhos inflamados, descoloridos, com alguma opacidade, suas pupilas são grandes e não se contraem quando recebem luz. Se está cego ou está perdendo parte da sua visão, o seu gato pode se assustar facilmente ou pode parecer confuso depois que uma peça de mobília foi movida pela casa, ou até tropeçar e golpear-se contra um móvel. Se você observar um desses sinais, leve o felino ao veterinário para determinar com certeza se o seu gato está cego ou não.

Em alguns casos, a cegueira pode ser reversível, porém, se for uma cegueira irreversível, você pode ajudar: um gato tem um sentido de audição e olfato muito mais desenvolvido que o humano e pode compensar uma perda de visão.

Se for uma cegueira adquirida que apareceu de repente, o seu gato pode precisar de algumas semanas para se ajustar à sua nova vida.

Como cuidar de um gato cego - Como saber se o gato é cego

Conselhos para um gato cego

  • A comunicação oral entre você e o seu gato torna-se primordial quando ele perde a visão: converse com o seu amigo peludo com frequência e chame-o mais do que antes para que ele possa localizá-lo em casa através da sua voz. Ao chegar em um quarto tente caminhar fazendo ruido para que o seu gato saiba que você está entrando e, evite assustá-lo.
  • Mantenha um ambiente tranquilo: evite gritar ou bater portas em casa, isso assustaria o seu gato mais do que antes e você deve evitar estressar o seu gato, especialmente no seu período de adaptação à sua nova vida.
  • Brinque com o seu gato e estimule os seus outros sentidos: você pode fornecer brinquedos que exalam um cheiro, chocalham ou fazem barulho, esse tipo de brinquedo geralmente agrada a um felino cego.
  • Mimos: não deixe de dedicar-lhe atenção e os mimos que costumava dar a ele. As carícias e os momentos com você, vão ser ainda mais agradáveis do que antes, tente passar mais tempo com o seu gato, mas, respeite a sua independência e deixe-o ir quando ele lhe mostrar que já teve o bastante.
Como cuidar de um gato cego - Conselhos para um gato cego

Adaptar a casa ao seu gato cego

  • Evite as mudanças: a primeira coisa a evitar é fazer mudanças na casa e mover os móveis. O seu gato necessita de alguma estabilidade para reconhecer o seu ambiente, já que não precisa que a disposição dos objetos da casa mude para não perder os seus pontos de referência.
  • Mantenha as suas referências: coloque sempre a sua comida e água no mesmo local para que ele saiba onde encontrá-los. Movê-los pode ser uma fonte de estresse para o seu gato.
  • A sua caixa de areia: Se o seu gato ficou cego repentinamente, terá que ensiná-lo novamente: você o coloca na sua bandeja de areia e deixa que encontre o caminho de lá até a sua cama, para que ele memorize onde está a caixa. Você pode precisar adicionar outra bandeja na casa, se for grande ou se tiver vários andares.
  • Segurança: feche a passagem das escadas para evitar que o seu gato caia ou suba, se tiver acesso a uma varanda ou janela, pois, ele não poderá perceber a altura e a queda pode ser fatal.
  • Pense nos mínimos detalhes: como baixar sempre a tampa do vaso sanitário. Se o gato não vê, é melhor evitar esse tipo de experiência ruim que pode até ser perigosa.
  • Evite deixar objetos no chão da casa: o seu gato pode tropeçar ou se assustar e se perder na casa.
Como cuidar de um gato cego - Adaptar a casa ao seu gato cego

A segurança fora de casa

Um gato cego não deve estar ao ar livre sem supervisão: ele deveria ficar apenas dentro de casa ou ter acesso a um jardim seguro e fechado com cercas. Se você não pode ficar de olho nele fora, é melhor mantê-lo dentro de casa.

É especialmente importante que o seu gato carregue um chip se ele estiver cego, de modo que, se estiver perdido e alguém o encontrar, um veterinário poderá ler o microchip e entrar em contato com você.

Como cuidar de um gato cego - A segurança fora de casa

Cuidados para um gato idoso cego

Cuidar de um gato cego é complicado no começo, mas, isso pode ser feito com paciência e muito carinho. Recomendamos que você também se informe sobre como cuidar de um gato idoso, se este for o seu caso. Lembre-se que os gatos mais velhos devem ser tratados com muito mais cuidado e afinco.

Você ainda pode estar interessado em saber por quê o seu gato mia, uma questão essencial para fortalecer o seu relacionamento neste momento delicado e aprender a se comunicar melhor.

Como cuidar de um gato cego - Cuidados para um gato idoso cego

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como cuidar de um gato cego, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Escrever comentário sobre Como cuidar de um gato cego

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Sandro Pedro
E quando o gato é cego de nascença? O que fazer?

Como cuidar de um gato cego
1 de 6
Como cuidar de um gato cego

Voltar ao topo da página