Partilhar

Como cortar asa de papagaio

 
Por Carolina Costa, Médica Veterinária. Atualizado: 18 abril 2019
Como cortar asa de papagaio

As aves de maior porte como os papagaios, as araras e as caturras são cada vez mais comuns nos dias de hoje como animais exóticos domésticos. Estes animais são extremamente inteligentes, têm uma larga longevidade e, muitas vezes, desenvolvem problemas comportamentais consequentes do cativeiro, aborrecimento e do comprometimento do seu bem-estar. Isto significa que manter uma ave destas em cativeiro como animal de estimação pode ser muito difícil.

Neste artigo do PeritoAnimal, vamos falar sobre restrição de voo, as consequências de cortar asa de papagaio e se você deve mesmo optar por cortar as asas do seu animal.

Também lhe pode interessar: Cuidados para uma gata castrada

Aves selvagens e aves domésticas

Grande parte dos papagaios comercializados são capturados ilegalmente da Natureza ou são a primeira ou segunda geração de animais em cativeiro. Todos estes animais mantêm as suas características selvagens e grande parte não é apta para ser totalmente domesticada.

Estes animais têm necessidade de expressar o seu comportamento natural, onde se incluiu a socialização e o voo1.

Os papagaios selvagens passam a maior parte do tempo voando em busca de comida e a interagindo com os coespecíficos (animais da mesma espécie), ao contrário do que ocorre com os papagaios de estimação.

As principais preocupações de muitos autores no que diz respeito ao bem-estar de papagaios em cativeiro são:

  • Isolamento social;
  • Restrição de voo,
  • Dietas inadequadas
  • Pouco ou nenhum enriquecimento ambiental para entretenimento e desenvolvimento cognitivo.

Aves mantidas numa gaiola por mais de 10h por dia tendem a ter problemas psicológicos graves e podem apresentar comportamentos anormais (os chamados comportamentos estereotipados) como morder as grades, agressividade ou picacismo (arrancar penas). Elas precisam de, no mínimo, 4 a 6 horas livres, voando e/ou socializando.

Quando se torna tutor de uma ou mais aves, você terá de tomar decisões importantes que apresentam muitas opiniões controversas, como é o caso do corte das asas.

Existem muitos artigos de como cortar asa de papagaio para não voar. No entanto, o objetivo deste artigo é que você conheça as duas versões, os argumentos e contra-argumentos sobre o corte de asas nas aves domésticas.

Argumentos a favor do corte de asas

De certeza que você pesquisou muito sobre como cortar penas da asa de papagaio, mas será que tem a sua opinião e as suas dúvidas bem esclarecidas?

Esses são os argumentos comuns utilizados por quem defende o corte de asas de aves:

  • Alguns treinadores defendem que a ave é mais cooperativa e que aprende mais facilmente se se cortar as suas asas, restringindo o voo.
  • A segurança da ave e dos tutores é usada como o principal objetivo de cortar asa de papagaio bravo ou manso. As aves com asas íntegras podem derrubar ou destruir objetos na casa, danificar as penas por embaterem em espelhos, portas de vidro ou objetos decorativos, ficar presos, fraturar algum osso ou até comer determinados alimentos ou produtos tóxicos ou químicos.
  • Um outro argumento é que o corte de asas evita a fuga da ave.
  • Evita quedas de grandes alturas.
  • É mais fácil recuperá-la se ela escapar.

Porque é que o corte de asas é desaconselhado?

No entanto, desde o PeritoAnimal, NÃO RECOMENDAMOS que você corte as asas do seu papagaio, já que essa é uma prática cruel que pode ser contraposta com os seguintes motivos esclarecidos por qualquer bom profissional de veterinária:

  • O esqueleto da ave consiste em ossos leves e ocos, músculos e outras estruturas que funcionam em simultâneo quando o papagaio voa, tornando o sistema respiratório mais dinâmico e rentável.
  • O corte de asas de aves bebês é desaconselhado porque pode alterar o crescimento normal das penas e causar atrofia muscular.
  • O corte de asas impede a ave de realizar o comportamento natural de voo e aprendizagem, assim como de exercitar os músculos e garantir uma boa respiração.
  • Além de ser uma ameaça ao bem-estar, o corte de asas também é desnecessário pois os papagaios podem ser facilmente treinados para obedecer à maioria das ordens dos tutores.
  • Muitos tutores desejam cortar as asas para segurança, no entanto as aves com asas cortadas podem ser mais perigosas quando se sentirem ameaçadas, vulneráveis e sem capacidade de fuga e podem até investir para atacar como mecanismo de defesa.
  • O argumento que apela ao corte de asas para segurança da ave, como fuga, cortes, queimaduras ou ingestão de alimentos tóxicos pode ser facilmente contraposto. Quando se tem um ou bebê ou criança em casa, nós tomamos todas as precauções para a criança não se magoar ou cair. Tem um berço vedado e todas os objetos aguçadas ou pequenos são colocados fora do seu alcance. Então porque não tomar todas essas precauções quando soltamos a sua ave? Se você fechar a cozinha, vedar o acesso da ave a todos os espelhos ou familiarizá-la com os mesmos, assim como portas de vidro e janelas da casa, retirar todos os alimentos e produtos químicos do seu alcance, que necessidade tem cortar as asas do papagaio? É senso comum não deixar que a ave voe em locais perigosos.
  • Relativamente a possíveis afogamentos em baldes ou vaso sanitário aberto, a solução é simples. Basta verificar se existem fontes de água alcançáveis e perigosas e retirá-las, cobri-las ou vedá-las.
  • Cortar a asa do papagaio significa que, quando você soltá-lo, ele terá de caminhar mais pelo chão, onde também existem perigos como fios elétricos, perigo de ser pisado e até mesmo por ele se tornar acessível a outros animais que vivam na casa.
  • Se o animal com asa aparada cair de uma altura considerável, ele pode se ferir por não conseguir amparar a queda.
  • O corte de asas impede o voo para cima, mas não horizontalmente e, mesmo com o corte de asas bem realizado, os papagaios podem conseguir voar pequenas distâncias e embater contra janelas, espelhos e paredes, ou até mesmo escapar.
  • Se o seu papagaio com asa cortada fugir, pode ser mais perigoso para ele, já que existem mais probabilidades de ser mordido ou atropelado do que se tivesse as asas intactas para poder voar e se refugiar em alguma árvore ou local alto.
Como cortar asa de papagaio - Porque é que o corte de asas é desaconselhado?

Treino de papagaios: uma boa alternativa

"Aqui", "fique", "vai", "sobe" e "desce" são alguns exemplos de ordens que você pode ensinar ao seu papagaio. Se dedicamos tempo a treinar os nossos cachorros, porque não fazer o mesmo com as aves que são tão inteligentes?

Apesar de exigir muita dedicação, o treino de papagaios é uma ótima alternativa ao corte de asas.

Reforço positivo em papagaios

Um tipo de treino baseado no reforço positivo consiste em manter ou aumentar um comportamento desejado, estimulando o pet com algo que ele goste, como brinquedos, comida, biscoitos e/ou elogios. É o tipo de treino de modificação de comportamento que funciona melhor, ignorando quando a ave não faz o que o tutor pede, mas valorizando e recompensando quando obedece.

Para ensinar o seu papagaio a voar até você, comece por incentivá-lo com um alimento ou algo cativante. Depois, aos poucos, vá introduzindo a instrução, que deve se basear sempre na mesma palavra para não confundir o papagaio.

Você deve recompensar cada vez que ele voar até você para que ele possa associar a ordem à recompensa e à ação. Atenção, quando implementar a palavra para a instrução, a recompensa só deve ser oferecida quando o animal voar depois da ordem. Não repreenda a ave quando ela voar sem ordem, simplesmente não dê recompensa para ela.

Comece com uma distância curta e vá se afastando e aumentado a distância aos poucos. Como foi referido anteriormente, é necessário algum tempo para ensinar o papagaio, mas bastam alguns minutos por dia e algumas vezes todos os dias para que o papagaio aprenda a ordem. Não se esqueça que eles adoram desafios e aprender.

Estas dicas funcionam não só para ensinar o animal a voar até você, mas também para ensiná-lo a ficar, a voar para outros locais ou outros truques. Basta ensinar um truque de cada vez e assim progressivamente.

Saiba quais são os melhores brinquedos para papagaio nesse artigo do PeritoAnimal.

Cortar asa de papagaio: Recomendações finais

Será que todos os perigos referidos não podem ser evitados? Será o corte de asas o melhor método para garantir a segurança das aves? Você realmente deve pensar nas verdadeiras implicações de cortar a asa ao seu animal.

Como vimos, existem muitos motivos para não praticar o corte de asa, assim como muitos profissionais que essa prática desaconselhada e indesejável no que diz respeito ao bem-estar animal.

Se ainda assim você quiser cortar a asa do seu papagaio

O corte de asa dá uma falsa sensação de segurança, uma vez que a ave pode conseguir fugir e voar curtas distâncias na mesma. Peça sempre ao veterinário a opinião dele e, caso opte pelo aparo de asas, deve ser ele quem realiza o corte. Além disso, o corte deve ser simétrico para garantir estabilidade e nunca se deve cortar ao ponto de impedir totalmente o voo.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como cortar asa de papagaio, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Referências
  1. Engebretson, M. (2006). The welfare and suitability of parrots as companion animals: A review. Animal Welfare, 15, pp263–276
Bibliografia
  • Forbes, N.A., Glendell, G. (1999) Wing clipping in psittacine birds. Vet. Rec. 144, p299.
  • Grant, R. A., Montrose, V. T. e Wills, A. P. (2017) ExNOTic: Should We Be Keeping Exotic Pets. Animals (Basel), 7(6), 47-48.
  • Wilson, L.; Luescher, A.U. (2006) Parrots and fear. In Manual of Parrot Behavior, 1st ed.; Wiley-Blackwell: Oxford, UK, pp225–231.

Escrever comentário sobre Como cortar asa de papagaio

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como cortar asa de papagaio
1 de 2
Como cortar asa de papagaio

Voltar ao topo da página