menu
Partilhar

Animais que têm pelos - Características e exemplos

 
Por Laura Fernández, Bióloga. 11 agosto 2021
Animais que têm pelos - Características e exemplos

Você já se perguntou para que serve o pelo nos animais? Não há uma resposta única para esta curiosa pergunta, pois a presença de pelos no reino animal depende de muitos fatores, tais como as condições ambientais e a evolução dos animais. Às vezes os animais têm mais pelos no pescoço e na cabeça; em outros, na cauda e até mesmo nas extremidades de seus membros. Mas o que determina a quantidade de pelos que os animais têm?

Neste interessante artigo do PeritoAnimal você encontrará respostas a estas e muitas outras perguntas sobre os animais que têm pelos, suas características e exemplos.

Também lhe pode interessar: Animais aéreos - Exemplos e características

Funções do pelo nos animais

A função dos pelos nos animais tem sido estudada por diversos cientistas diferentes especializados em fisiologia animal, tentando encontrar novos resultados que nos permitam saber exatamente quais são as reais funções da presença de pelos no reino animal.

Entre os principais resultados desses estudos, destaca-se que o pelo protege os animais contra condições ambientais adversas em diferentes climas. Ele atua como isolante térmico, especialmente em climas frios. Assim, quando o pelos é abundante em animais, ele confere um alto efeito isolante. Enquanto que quando a presença de pelos na epiderme é mais escassamente distribuída, os pelos contribuem para a liberação do calor e a auto-regulação da temperatura corporal dos animais.

Além disso, em alguns animais, o tipo e a quantidade de pelos podem variar de acordo com as estações do ano, permitindo que esses animais se adaptem melhor ao ambiente ao seu redor.

A presença do pelo ajuda os animais a se protegerem contra infecções e doenças causadas por bactérias e outros microorganismos encontrados em feridas ou glândulas.

O pelo também ajuda os animais a proteger suas peles de queimaduras causadas por escoriações e excesso de radiação ultravioleta (UV) do sol.

Em alguns animais, o pelo até serve para reunir informações do meio ambiente e responder a elas, ajudando o sentido do tato para localizar presas e até mesmo para se relacionar com outros animais (favorecendo o reconhecimento entre indivíduos da mesma espécie, mas também entre espécies diferentes). Este é o caso do tipo de pelo chamado "vibrissa ou bigode", que geralmente está localizado no focinho ou perto das narinas, até mesmo ajudando os animais com este tipo de pelo a encontrar seu caminho na escuridão total. Além disso, graças à sua coloração, os pelos ajudam os animais a permanecerem em sintonia com seu ambiente e até mesmo advertem sobre situações perigosas e de alerta, dependendo da disposição dos pelos.

Quais animais que têm pelos?

Já aprendemos sobre as diferentes e curiosas funções que o pelo tem nos animais, mas será que podemos atribuir a presença de pelo e suas funções a todos os animais? A resposta é não, pois os mamíferos são os únicos animais em que podemos encontrar esta característica anatômica.

Nenhum outro grupo animal, exceto os mamíferos, tem pelos em menor ou maior quantidade durante qualquer uma das etapas de suas vidas. Podemos assim afirmar que esta é uma característica exclusiva que os mamíferos têm mantido ao longo de sua evolução.

Assim, dependendo do ambiente em que os mamíferos crescem e se desenvolvem mais tarde quando adultos, algumas espécies tendem a ver sua quantidade de pelos muito reduzida, pois não é útil para a sobrevivência, pois as condições ambientais não exigem a presença de pelos. Este é o caso, por exemplo, daqueles mamíferos que vivem em ambientes aquáticos, seja durante toda sua vida (como os cetáceos) ou parcialmente (como os hipopótamos, lontras e castores).

Exemplos de animais que têm pelo

Nesta seção, veremos com mais detalhes muitos dos animais que têm pelos, agrupados de acordo com o gênero ou família taxonômica a que pertencem:

Hominídeos

Os pelos capilares e corporais que nós humanos temos se devem à evolução biológica de nossos ancestrais mais próximos no reino animal: os chimpanzés. Os chimpanzés, como gorilas e orangotangos, têm pelo denso em quase todo seu corpo.

Canídeos

Cães, lobos, coiotes e raposas são todos caracterizados por pelagens densas em uma variedade de cores, permitindo que se misturem ao ambiente em que vivem e ataquem suas presas de forma mais furtiva.

Felinos

Os majestosos leões, tigres, leopardos, pumas, onças, chitas, linces e gatos (tanto domésticos como selvagens) têm algumas das pelagens mais sofisticadas do reino animal, com todos os tipos de densidade e cor.

Ursídeos

As diferentes espécies dos comumente conhecidos como ursos têm pelagens que lhes permitem sobreviver em regiões do planeta de clima frio, como o urso-polar branco e o urso-pardo-ibérico. Mas também em climas tropicais, como a curiosa pelagem preta e branca do urso panda e o marrom e canela do urso-de-óculos.

Cervos

O pelo curto mas denso dos alces, renas, veados e gamos que pertencem a esta grande família de herbívoros permite-lhes sobreviver aos invernos frios de seus habitats naturais, ao mesmo tempo em que se aclimatam à primavera e ao quente verão das regiões para as quais migram em busca de alimento.

Camelídeos

O tipo de pelo em camelos e dromedários permite que eles se adaptem facilmente às mudanças bruscas de temperatura entre o dia e a noite nos desertos que habitam. A lã densa de alpacas, lhamas e guanacos é usada para fazer roupas e acessórios.

Bovinos

As densas camadas de lã das ovelhas que são tosquiadas para produzir todos os tipos de tecidos contrastam com as pelagens pesadas usadas ao longo de suas vidas por bisões gigantes e bois-almiscarados.

Suínos

O pelo curto mas duro de porcos domésticos e seus parentes próximos, javalis, é perfeitamente projetado para proteger as peles curtidas desses animais contra a infecção por parasitas, já que eles passam grande parte de seu tempo em ambientes úmidos, como lagoas e lama.

Marsupiais

Os animais que têm pelos mais característicos da Austrália são, sem dúvida, os marsupiais. Cangurus, coalas e quokka têm pelagens abundantes que lhes permitem se proteger das altas temperaturas e da alta tendência de incêndios das áreas que habitam.

Roedores

Reconhecidos como a mais numerosa família de mamíferos, os murídeos têm um total de 650 espécies, incluindo ratos e ratazanas, pois são alguns dos animais mais cosmopolitas que podem ser encontrados compartilhando seu habitat com os humanos. O pelo curto mas denso e forte desses roedores permite que eles tenham uma pelagem forte que os protege das mudanças de temperatura, assim como de possíveis infecções.

Animais que têm pelos - Características e exemplos - Exemplos de animais que têm pelo

Outros animais que têm pelos

Além dos animais que têm pelos mencionados anteriormente, também podemos destacar:

  • Lémure
  • Esquilo
  • Cavalo
  • Guaxinim
  • Burro
  • Coelho
  • Porquinho-da-índia
  • Castor
  • Lontra
  • Leõão marinho

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais que têm pelos - Características e exemplos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Urroz, C. (2005) Elementos de anatomía y fisiología animal: Parte I. Constitución del Organismo Animal: tejido epitelial. Editorial Universidad Estatal a Distancia, pp_30-45.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais que têm pelos - Características e exemplos
1 de 2
Animais que têm pelos - Características e exemplos

Voltar ao topo da página