Partilhar

Animais aéreos - Exemplos e características

 
Por Ana Diaz Maqueda. 24 agosto 2020
Animais aéreos - Exemplos e características

Voar é uma das maneiras que os animais usam para se deslocar, mas nem todos são capazes de fazer isso. Para voar, é necessário ter características físicas que permitam o voo. O ser humano, por meio da observação de animais aéreos, levou séculos para criar uma máquina que voa, por exemplo, como uma ave.

Apenas alguns grupos de animais têm a capacidade real de voar, no entanto, se olharmos da perspectiva do número de espécies, a maioria das espécies animais que existem no planeta voam - os insetos. Neste artigo do PeritoAnimal, você vai conhecer quais são os animais aéreos, suas características e alguns exemplos de animais voadores.

O que são animais voadores e animais aéreos?

Em geral, animais voadores e animais aéreos são sinônimos, embora haja exceções que mostraremos ao longo do artigo em que "voando" e "aéreo" não significam a mesma coisa. Além disso, animais aéreos são aqueles que utilizam o vôo como mecanismo de locomoção. Para alguns animais, essa é a única maneira de se locomover, mas muitos outros a usam como uma rota de fuga na presença de um predador.

Certos animais passam a maior parte de suas vidas voando, desempenhando todas as suas funções vitais no ar: comendo, interagindo com seu ambiente e seus semelhantes, ou se reproduzindo. Para eles, voar é essencial para viver. Outros animais só adquirem a capacidade de voar quando atingem a fase adulta. Algumas espécies são capazes de voar longas distâncias, como os animais migratórios, outras só precisam voar pequenos trechos.

Cada espécie animal ou grupo de animais possui uma mecânica diferente para realizar se deslocar utilizando o voo, portanto, elas terão características diferentes, mas semelhantes, já que o objetivo final é o mesmo: voar.

Os animais que planam são animais aéreos?

Esta é a exceção que mencionamos na seção anterior, em que "aéreo" e "voador" não são usados ​​como termos sinônimos. Animais planadores são considerados animais aéreos, mas não voadores. Isso ocorre porque eles não conseguem voar, mas se deslocam pelo ar. Para isso, esses animais possuem corpos pequenos e leves e uma membrana de pele muito fina que une seus membros. Assim, ao saltar, eles esticam seus membros e utilizam esta membrana para planar. Dentro deste grupo encontramos tanto mamíferos como répteis.

Animais aéreos - Exemplos e características - Os animais que planam são animais aéreos?

Características dos animais aéreos

Cada espécie de animal voador tem sua própria maneira de voar, de acordo com suas características físicas, mas a maioria desses animais deve possuir uma série de atributos em comum que permitem o voo:

  • Asas: todos os animais voadores têm asas. Em alguns casos, essas asas são modificações dos membros anteriores do corpo, como nas aves ou mamíferos voadores (morcegos), em que os ossos foram modificados ao longo da evolução para proporcionar a capacidade de voar ou melhorá-la. Outros animais desenvolveram asas que são consideradas uma convergência evolutiva, ou seja, ocorreram por pressões ambientais semelhantes. Esse é o caso dos insetos.
  • Peso baixo: para um animal voar, ele não pode ser muito pesado. As aves reduziram o peso de seus ossos aumentando sua porosidade, tornando-se mais leves. Os invertebrados voadores pesam pouco porque o material de que seu exoesqueleto é feito é muito leve. Os animais voadores que têm um peso maior não podem voar longas distâncias porque não conseguem permanecer em voo por muito tempo.
  • Capacidade cardíaca: tanto os músculos responsáveis ​​pelo voo quanto o próprio músculo cardíaco são altamente desenvolvidos em animais voadores. O voo consome muita energia e uma quantidade maior de oxigênio precisa chegar aos músculos. Para que isso aconteça, a frequência cardíaca é muito elevada e as concentrações de hemoglobina no sangue (proteína que transporta oxigênio no sangue) também.
  • Forma aerodinâmica: a forma do corpo também é importante. Reduzir a resistência que o corpo exerce contra o ar serve para tornar o voo mais eficiente. Ter uma forma menos aerodinâmica não significa que o animal não poderá voar, mas isso o torna mais lento.
Animais aéreos - Exemplos e características - Características dos animais aéreos

Tipos de animais aéreos

Existem diversos tipos de animais aéreos, de acordo com o filo a que pertencem. Dessa forma, temos os seguintes tipos de animais voadores:

  • Mamíferos aéreos, que são os quirópteros ou morcegos. Não podemos considerar outros mamíferos, como o esquilo-voador, como um animal voador, e sim como um animal aéreo, porque ele não voa de fato, apenas plana. Os únicos mamíferos realmente voadores são os morcegos.
  • Aves, mas nem todas elas são animais aéreos, já que existem várias espécies que não conseguem voar devido ao seu peso ou à ausência de asas. Algumas das aves que não voam são os kiwis, avestruzes, e os já extintos dodôs.
  • Invertebrados, embora apenas os animais pertencentes à classe Insecta tenham asas e sejam capazes de voar. Nestes animais, as asas só aparecem e são funcionais durante a idade adulta. Alguns insetos não têm asas quando adultos, mas isso se deve a uma adaptação evolutiva chamada neotenia, ou a conservação de características juvenis.

Exemplos de animais aéreos

Como mencionamos, a grande maioria das aves são animais aéreos. Um exemplo muito claro são os andorinhões. Esses animais, após saírem do ninho, passam a vida inteira no ar. Alimentam-se abrindo o bico e caçando mosquitos, cortejam seus parceiros enquanto voam, e podem até copular no ar.

Outros exemplos de animais aéreos são:

  • Os psitácidos ou papagaios também são animais aéreos, apesar de serem exímios escaladores. Muitos papagaios migram e, para isso, precisam ter boa capacidade de voo.
  • O morcego-frugívoro-cabeça-de-martelo, maior espécie de morcego africano, é um animal aéreo assim como o restante dos quirópteros. De hábitos noturnos, ele passa as horas do dia dormindo e se alimentando de frutas, mas também de aves domésticas ou carniceiras.
  • A borboleta-monarca é um bom exemplo de animal aéreo pertencente ao grupo dos insetos, pois em seu ciclo de vida realiza algumas das migrações mais longas do planeta.
Animais aéreos - Exemplos e características - Exemplos de animais aéreos

Lista de animais que voam

Embora os que mencionamos anteriormente sejam aos animais aéreos que podemos ver com mais frequência em nosso dia a dia, são muitas as espécies voadoras que existem. A seguir, te mostramos uma lista completa com algumas delas:

  • Abelha-europeia (Apis mellifera)
  • Albatroz-gigante (Diomedea exulans)
  • Águia-imperial-ibérica (Aquila adalberti)
  • Águia-pescadora (Pandion haliaetus)
  • Águia-real (Aquila chrysaetos)
  • Fuselo (Limosa lapponica)
  • Vespa-alemã (Vespula germanica)
  • Grifo-de-rüppell (Gyps rueppelli)
  • Abutre-preto (Aegypius monachus)
  • Bufo-real (Bubo bubo)
  • Perdiz-do-mar-comum (Glareola pratincola)
  • Cegonha-branca (Ciconia ciconia)
  • Cegonha-preta (Ciconia nigra)
  • Condor-dos-Andes (Vultur gryphus)
  • Baratinha (Blattella germanica)
  • Garça-imperial (Ardea purpurea)
  • Gaivota-de-asa-escura (Larus fucus)
  • Andorinha-do-ártico (Sterna paradisaea)
  • Flamingo-comum (Phoenicopterus roseus)
  • Flamingo-pequeno (Phoeniconaias minor)
  • Falcão-peregrino (Falco peregrinus)
  • Coruja-branca (Tyto alba)
  • Libélula-laranja (Pantala flavescens)
  • Mariposa-atlas (Attacus atlas)
  • Milhafre-preto (Milvus migrans)
  • Morcego-lanudo (Myotis emarginatus)
  • Morcego-arborícola-grande (Nyctalus noctula)
  • Pombo-comum (Columba livia)
  • Pelicano-comum (Pelecanus onocrotalus)
  • Rouxinol (Luscinia megarhynchos)
  • Pisco-de-peito-azul (Luscinia svecica)
  • Meganso-de-poupa (Mergus serrator)
  • Andorinhão (Apus apus)
  • Andorinhão-mongol (Hirundapus caudacutus)
  • Colibri-abelha-cubano (Mellisuga helenae)

Para saber mais sobre alguns desses animais aéreos e ver suas fotos, nas seções a seguir mostramos 10 aves e insetos que voam.

1. Água-real (Aquila chrysaetos)

Normalmente, essa ave voa a cerca de 4.000 metros acima do nível do mar, embora tenham sido encontrados espécimes com a capacidade de exceder 6.000 metros.

Animais aéreos - Exemplos e características - 1. Água-real (Aquila chrysaetos)

2. Grifo-de-rüppell (Gyps rueppelli)

É a ave voadora com a capacidade de voar mais alto, atingindo mais de 11.000 metros de altura.

Animais aéreos - Exemplos e características - 2. Grifo-de-rüppell (Gyps rueppelli)

3. Falcão-peregrino (Falco peregrinus)

É a ave mais rápida em voo horizontal, alcançando os 200 km/h.

Animais aéreos - Exemplos e características - 3. Falcão-peregrino (Falco peregrinus)

4. Colibri-abelha-cubano (Mellisuga helenae)

Este tipo de colibri é a menor ave do mundo (pesa menos de 2 gramas) e pode atingir uma velocidade de 50 km/h.

Animais aéreos - Exemplos e características - 4. Colibri-abelha-cubano (Mellisuga helenae)

5. Baratinha (Blattella germanica)

Esta é uma das variedades de baratas com asas, por isso ela tem a capacidade de voar. Seu tamanho é pequeno, mal chegando a 2 cm de comprimento.

Animais aéreos - Exemplos e características - 5. Baratinha (Blattella germanica)

6. Andorinha-do-ártico (Sterna paradisaea)

A andorinha-do-ártico ou gaivinha-do-ártico é uma ave pequena (25-40 cm) que se destaca por suas viagens migratórias, viajando do Ártico à Antártica e percorrendo assim mais de 40.000 km.

Animais aéreos - Exemplos e características - 6. Andorinha-do-ártico (Sterna paradisaea)

7. Flamingo-comum (Phoenicopterus roseus)

O flamingo-comum é uma das aves migratórias mais conhecidas em todo o mundo, pois são animais que voam por longas distâncias. Viaja com base na disponibilidade de alimentos, e pode ir da África Ocidental até o Mediterrâneo.

Animais aéreos - Exemplos e características - 7. Flamingo-comum (Phoenicopterus roseus)

8. Libélula-laranja (Pantala flavescens)

Este tipo de libélula é considerado o inseto migratório que percorre a maior distância, podendo ultrapassar 18.000 km.

Animais aéreos - Exemplos e características - 8. Libélula-laranja (Pantala flavescens)

9. Mariposa-atlas (Attacus atlas)

É a maior borboleta do mundo, podendo medir até 30 cm com as asas totalmente abertas. É claro que, justamente por seu grande tamanho, seu voo é mais pesado e mais lento do que o das espécies menores.

Animais aéreos - Exemplos e características - 9. Mariposa-atlas (Attacus atlas)

10. Rouxinol (Luscinia megarhynchos)

O rouxinol é uma ave conhecida por seu belo canto, e este passarinho é capaz de emitir tons muito variados, que aprende com seus pais e transmite aos filhos.

Animais aéreos - Exemplos e características - 10. Rouxinol (Luscinia megarhynchos)

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais aéreos - Exemplos e características, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Bale, R., Hao, M., Bhalla, A. P. S., & Patankar, N. A. (2014). Energy efficiency and allometry of movement of swimming and flying animals. Proceedings of the National Academy of Sciences, 111(21), 7517-7521.
  • Bishop, C. M. (1997). Heart mass and the maximum cardiac output of birds and mammals: implications for estimating the maximum aerobic power input of flying animals. Philosophical Transactions of the Royal Society of London. Series B: Biological Sciences, 352(1352), 447-456.
  • Weis-Fogh, T. (1975). Unusual mechanisms for the generation of lift in flying animals. Scientific American, 233(5), 80-87.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais aéreos - Exemplos e características
1 de 14
Animais aéreos - Exemplos e características

Voltar ao topo da página