menu
Partilhar

Animais que rastejam - Exemplos e características

 
Animais que rastejam - Exemplos e características

De acordo com o dicionário Michaelis, rastejar significa "movimentar-se de rastos, arrastar-se sobre o ventre ou mover-se esbarrando no chão".

Com essa definição, poderíamos incluir entre os animais que rastejam os répteis, a minhoca da terra ou o caracol, que são invertebrados que que se movem arrastando seu corpo pela superfície por meio de diferentes mecanismos.

Neste artigo do PeritoAnimal conheceremos alguns exemplos de animais que rastejam e as características que compartilham entre eles. Boa leitura.

Origem dos répteis, os principais animais que rastejam

Para voltar à origem dos répteis, temos que nos referir à origem do ovo amniótico, pois surgiu nesse grupo de animais oferecendo ao embrião uma proteção impermeável e permitindo sua independência do meio aquático.

Os primeiros amniotas surgiram dos Cotilossauros, provenientes de um grupo de anfíbios, no período do Carbonífero. Esses amniotas se ramificaram em dois grupos de acordo com as diferentes características do seu crânio: os Sinapsídeos (dos quais os mamíferos derivaram) e os Sauropsídeos (grupo do qual surgiram os demais amniotas, como os répteis). Dentro deste último grupo também houve uma divisão: os Anapsídeos, que incluem as espécies de tartarugas, e os Diapsídeos, como as conhecidas serpentes e lagartos.

Características dos animais que rastejam

Embora cada espécie de réptil possa utilizar mecanismos diferentes para se mover rastejando pelo solo, podemos enumerar uma longa lista de características que os animais que rastejam compartilham entre si. Entre elas, encontramos as seguintes:

  • Membros pares (tetrápodes) e de comprimento curto, embora em determinados grupos, como as serpentes, podem estar ausentes.
  • O sistema circulatório e o encéfalo estão mais desenvolvidos que nos anfíbios.
  • São animais ectotérmicos, ou seja, não podem regular sua temperatura.
  • Apresentam geralmente uma cauda alongada.
  • Possuem escamas epidérmicas, que podem se desprender ou permanecer crescendo ao longa de toda sua vida.
  • Mandíbulas muito fortes com ou sem dentes.
  • O ácido úrico é o produto da excreção.
  • Têm um coração com três câmaras (exceto os crocodilos, que possuem quatro câmaras).
  • Respiram através de pulmões, embora algumas espécies de cobras respirem através da pele.
  • Apresentam um osso no ouvido médio.
  • Têm rins metanéfricos.
  • Quanto às células sanguíneas, apresentam eritrócitos nucleados.
  • Sexos separados, encontrando machos e fêmeas.
  • A fecundação é interna por meio de um órgão copulador.

Se você quer saber mais sobre as características desses animais, você pode ver o artigo características dos répteis.

Exemplos de animais que rastejam

Existem inúmeros animais que rastejam, como as serpentes, que não têm membros. Entretanto, existem outros répteis que, apesar de terem membros, também podem ser considerados rastejantes, pois sua superfície corporal é arrastada pelo solo no momento do deslocamento. Nesta seção, veremos alguns exemplos curiosos de animais que rastejam ou que se arrastam para se mover.

Víbora cega (Leptotyphlops melanotermus)

É caracterizada por ser de pequeno porte, não apresenta glândulas secretoras de veneno e tem uma vida subterrânea, habitando normalmente nos jardins de muitas casas. Põe ovos, de modo que é um animal ovíparo. Quanto à alimentação, sua dieta é baseada principalmente em pequenos invertebrados, como algumas espécies de insetos.

Cobra-listrada (Philodryas psammophidea)

Conhecida também como cobra-de-areia, tem um corpo fino e alongado e mede aproximadamente um metro. Ao longo do corpo apresenta várias faixas longitudinais de colorações escuras na parte dorsal e mais clara na região ventral. Pode ser encontrada em áreas áridas e florestas, onde se alimenta de outros répteis. É ovípara e possui dentes venenosos na parte posterior de sua boca (dentes opistóglifos).

Imagem: ecoregistros.org

Cascavel tropical (Crotalus durissus terrificus)

A cascavel tropical ou cascavel do sul é caracterizada por atingir grandes medidas e cores amarelas ou ocre em seu corpo. É encontrada em regiões bastante secas, como savanas, onde se alimenta principalmente de pequenos animais (alguns roedores, mamíferos, etc.). Este animal que rasteja é vivíparo e também produz substâncias venenosas.

Teiú (Teius teyou)

Outro exemplo de animais que rastejam é o teiú, um animal de tamanho médio que é muito chamativo pois apresenta cores verdes intensas em seu corpo e uma cauda muito longa. Embora deva ser destacado que o macho possui colorações azuis durante a fase de reprodução.

Seu habitat pode ser variado, sendo encontrado em regiões de florestas e pastagens, por exemplo. Sua dieta é baseada em invertebrados (pequenos insetos) e, em termos de reprodução, são animais ovíparos.

Lagarto rajado (Eumeces skiltonianus)

O lagarto rajado ou lagarto ocidental é um pequeno lagarto com membros curtos e um corpo muito fino. Apresenta tons escuros com faixas mais claras na região dorsal. Pode ser encontrado em áreas com vegetação, áreas rochosas e florestas, onde se alimenta de invertebrados, como algumas aranhas e insetos. Quanto à sua reprodução, as estações de primavera e verão são as escolhidas para o acasalamento.

Imagem: Marshal Hedin

Lagarto de chifres (Phrynosoma coronatum)

Este animal que rasteja é normalmente de coloração cinza e é caracterizado por possuir uma região cefálica com uma espécie de chifres e um corpo coberto por numerosos espinhos. O corpo é largo, mas achatado e tem membros muito curtos para se movimentar. Vive em áreas secas e abertas, onde se alimenta de insetos, como formigas. Os meses de março e maio são os escolhidos para a reprodução.

Cobra-coral (Micrurus pyrrhocryptus)

Este exemplo é um réptil longo e delgado, que não apresenta uma região cefálica diferenciada do restante do corpo. Possui uma coloração peculiar, pois apresenta anéis de cor preta ao longo do seu corpo que se intercalam por um par de faixas brancas. Predomina nas selvas ou florestas, onde se alimenta de outros répteis, como alguns lagartos de porte menor. É ovíparo e muito venenosa.

Se você quer conhecer os animais mais venenosos do mundo, não perca este outro artigo.

Jabuti argentino (Chelonoidis chilensis)

Esta tartaruga terrestre é um dos animais que rastejam e se caracteriza por possuir uma carapaça grande, alta e de coloração escura. Habita em áreas onde predominam os vegetais e frutos, visto que é um réptil principalmente herbívoro. No entanto, às vezes se alimenta de alguns ossos e carne. É um animal ovíparo e é comum encontrá-lo como animal de estimação em alguns lares.

Lagarto sem pernas (Anniella pulchra)

Outro dos animais que rastejam para se movimentar mais curiosos é o lagarto sem pernas. Possui uma região cefálica que não se distingue do restante do corpo e termina na forma de uma ponta. Carece de membros para o deslocamento e apresenta escamas muito brilhantes ao longo do corpo, que se caracterizam por possuir colorações cinzas com faixas laterais mais escuras e ventre amarelado. Geralmente é encontrado em áreas rochosas e/ou dunas onde se alimenta de pequenos artrópodes. Os meses de primavera e verão são os escolhidos para se reproduzir.

Cobra-parelheira (Philodryas patagoniensis)

Também chamada de cobra-papa-pinto, apresenta cores geralmente esverdeadas, mas com tons mais escuros ao redor das escamas. É conhecida ainda como cobra parelheira-do-mato por predominar em regiões abertas, como algumas florestas e/ou pastagens, onde se alimenta de diversos animais (pequenos mamíferos, aves e lagartos, entre outros). Põe ovos e, como outras espécies de cobras, tem dentes venenosos na região posterior de sua boca.

Imagem: wikipedia.org

Outros animais que rastejam

A lista de répteis é muito extensa, embora, como mencionamos nas seções anteriores, não só esses animais rastejam para se mover. É o caso do caracol romano ou da minhoca da terra, que experimentam um atrito entre seu corpo e a superfície para realizar a locomoção. Nesta seção, listaremos outros animais que rastejam para se mover:

  • Caracol-romano (Helix pomatia)
  • Minhoca da terra (Lumbricus terrestris)
  • Falsa coral (Lystrophis pulcher)
  • Dormideira (Sibynomorphus turgidus)
  • Víbora de cristal (Ophiodes intermedius)
  • Teiú vermelho (Tupinambis rufescens)
  • Cobra-cega (Blanus cinereus)
  • Jiboia argentina (Boa constrictor occidentalis)
  • Jiboia arco-íris (Epicrates cenchria alvarezi)
  • Tartaruga de couro (Dermochelys coriacea)
Animais que rastejam - Exemplos e características - Outros animais que rastejam

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais que rastejam - Exemplos e características, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Anfibios y reptiles. Instituto Nacional de Ecología y Cambio Climático (INECC). Disponível em: <www2.inecc.gob.mx/publicaciones2/libros/536/anfibios.pdf>. Acesso em 12 de abril de 2021.
  • Gerardo C. Leynadu; Nicolás Pelegrin; Julián N. Lescano. (2016). Anfibios y reptiles. 2020, de ResearchGate. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/200713719_Anfibios_y_Reptiles>. Acesso em 12 de abril de 2021.
  • MICHAELIS. Rastejar. Disponível em: <https://michaelis.uol.com.br/moderno-portugues/busca/portugues-brasileiro/rastejar/>. Acesso em 12 de abril de 2021.

Fotos de Animais que rastejam - Exemplos e características

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Animais que rastejam - Exemplos e características
Imagem: ecoregistros.org
Imagem: Marshal Hedin
Imagem: wikipedia.org
1 de 18
Animais que rastejam - Exemplos e características

Voltar ao topo da página