menu
Partilhar

Animais de montanha

 
Por Nick A. Romero H., Biólogo e educador ambiental. 24 dezembro 2021
Animais de montanha

Os animais estão distribuídos por uma grande diversidade de habitats, dentro dos quais as condições variam de um extremo a outro. Às vezes, um ecossistema que pode ter características que não são muito apropriadas para uns, é o espaço onde outros se desenvolvem sem maiores inconvenientes. Nesse sentido, temos as regiões montanhosas presentes em vários países do planeta, nas quais, dependendo da altura, a disponibilidade de oxigênio varia, a temperatura diminui, a incidência solar aumenta e a disponibilidade de alimentos é regulada pelas capacidades de cada espécie para poder habitar o local.

Neste artigo do PeritoAnimal, apresentaremos alguns dos animais de montanha. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Exemplos de animais ruminantes

Águia-real

A águia-real (Aquila chrysaetos) é uma ave de rapina que, na verdade, é a maior da América do Norte. As fêmeas são maiores que os machos e têm, em média, entre 70 e 84 cm de comprimento. A envergadura varia de 1,85 a 2,20 metros e o peso de 3 a pouco mais de 6 kg.

Esta ave tem ampla distribuição holártica, estando presente na América, Norte da África, Ásia e Europa. Tem uma distribuição em espaços planos e montanhosos, variando desde o nível do mar até 4.000 metros de altura, embora tenha sido registrado a 6.200 metros no Himalaia, o que sem dúvida a torna um animal de alta montanha.

Animais de montanha - Águia-real

Condor-dos-andes

O condor-dos-andes (Vultur gryphus) é uma grande ave de rapina que apresenta dimorfismo sexual, pois os machos, além de serem maiores que as fêmeas, possuem uma crista que elas não têm. Sua faixa de peso vai de 7,7 kg a 15 kg e a dimensão pode chegar a 1,30 metro, enquanto a envergadura é de cerca de 3,2 metros.

Este que é outro dos animais de montanha é uma espécie nativa da Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru, embora também possa estar presente na Venezuela. O condor-dos-andes é uma ave de montanha que geralmente vive em pastagens abertas e áreas montanhosas de cerca de 5.000 metros de altura, também em florestas de montanha, podendo descer a certas áreas da Argentina, Chile e Peru.

Animais de montanha - Condor-dos-andes

Íbex-siberiano

É um mamífero do grupo bovino como cabras, ovelhas e vacas, entre outros, sendo o macho geralmente maior que a fêmea, com um comprimento entre 1,3 e 1,6 metro, enquanto a fêmea geralmente não ultrapassa 1,3 metro. É o maior membro de seu gênero e é conhecido por sua aparência robusta.

O Íbex-siberiano (Capra sibirica) é nativo de países como Afeganistão, China, Índia e Rússia, entre outros. Seu habitat está principalmente em regiões montanhosas que variam de 500 a 5.500 metros acima do nível do mar, em terrenos rochosos, pradarias e áreas de penhascos. Embora faça movimentos temporários em relação à altitude devido a mudanças ambientais, no Himalaia, por exemplo, este animal de montanha permanece em áreas nevadas durante o inverno.

Animais de montanha - Íbex-siberiano

Leopardo-das-neves

Este felino tem cerca de 1-1,3 metro de comprimento e tem uma longa cauda que pode alcançar um comprimento de cerca de um metro, que utiliza para manter seu equilíbrio nas áreas rochosas onde costuma viver. Em média, ele pesa entre 35 e 45 kg. Esta espécie habita países como Afeganistão, Butão, China, Tibete, Índia, Mongólia, Nepal e Rússia, entre outros.

O leopardo-das-neves (Panthera uncia) vive em áreas montanhosas, com elevações que variam de 3.000 a 5.000 metros, mas pode eventualmente diminuir em algumas áreas para cerca de 500 metros. Ele tende a ter uma preferência por locais íngremes, rochosos e acidentados, embora isto não o exclua de ocupar certos locais relativamente planos.

Infelizmente, está em um estado vulnerável quando falamos de risco de extinção, principalmente devido à caça furtiva e à mudança climática. Neste outro artigo, falamos em profundidade sobre por que o leopardo-das-neves está ameaçado de extinção.

Animais de montanha - Leopardo-das-neves

Macaco-preto-de-nariz-arrebitado

O macaco-preto-de-nariz-arrebitado (Rhinopithecus bieti) mede entre 73 e 84 cm e tem uma cauda longa que varia de 50 a 72 cm. O dimorfismo sexual é marcado no tamanho, com machos pesando de 15 kg a 17 kg, enquanto as fêmeas pesam entre 6,5 e 10 kg.

Este macaco é o primata que vive em locais com maior altitude em relação ao seu habitat, entre 3.000 e 4.700 metros. Como tal, prospera em florestas sempre verdes de várias espécies, florestas de montanha sempre verdes, florestas de coníferas e bambu, entre outras. Este animal de montanha é nativo da China.

Se você quiser conhecer mais animais endêmicos deste país, não perca este outro artigo com os animais da China.

Animais de montanha - Macaco-preto-de-nariz-arrebitado

Vicunha

A vicunha (Vicugna vicugna) pertence à família dos camelídeos e é, de fato, o menor membro do grupo. Tem um corpo esbelto com pernas longas e pescoço. Tem cerca de 1,5 metro de comprimento e pesa em média 50 kg.

Este animal ungulado é nativo da Argentina, Bolívia, Chile e Peru. Sua distribuição em toda a cordilheira andina é de 3.000 a 5.000 metros acima do nível do mar, portanto não poderia ficar de fora desta lista de exemplos de animais de montanha. O ambiente é dominado por temperaturas frias e secas, estando presente em áreas com vegetação xerófita, áreas úmidas pouco profundas, pastagens e áreas com plantas herbáceas.

Animais de montanha - Vicunha

Quati-da-montanha-ocidental

Este quati (Nasuella olivacea) é menor que outras espécies de seu grupo, atingindo comprimentos de cerca de 40 cm, com uma cauda que mede pouco mais de 20 cm. É nativo dos Andes na Colômbia e no Equador, e também pode ocorrer no Peru. Quanto ao quati encontrado na Venezuela, na verdade trata-se de uma espécie diferente.

É um animal de montanha especializado em altitudes elevadas, pois vive em florestas acima de 1.300 metros acima do nível do mar, com limites de mais de 4.260 m.

Animais de montanha - Quati-da-montanha-ocidental

Kiang

O kiang ou quiangue (Equus kiang) é uma espécie de asno selvagem que se caracteriza por ser o maior do mundo. Tem um comprimento de 2,10 metros e uma altura de cerca de 1,40 metro. A faixa de peso varia de 250 lg a 440 kg. A espécie é nativa da China, Índia, Nepal e Paquistão. Habita planícies, pastagens, estepes e áreas onde as gramíneas são abundantes. É outro animal de montanha, com uma faixa de distribuição de 2.700 a 5.400 metros acima do nível do mar.

Animais de montanha - Kiang

Víbora-do-Himalaia

A víbora-do-himalaia (Gloydius himalayanus) é uma espécie de serpente tímida, mas venenosa, embora não letal para os humanos, que se alimenta de invertebrados, outros répteis e pequenos roedores. Atinge comprimentos médios entre 76 e 90 cm. É nativa do Butão, Índia, Nepal e Paquistão, desenvolvendo-se em alturas que vão de 800 a 3.048 metros acima do nível do mar. Seu habitat são as florestas de coníferas, áreas rochosas e até mesmo campos permanentemente cobertos de neve. É um dos animais de montanha menos conhecidos.

Animais de montanha - Víbora-do-Himalaia

Anta-da-montanha

A anta-da-montanha é a menor espécie do grupo. Embora tenha uma pele fina, tem uma camada grossa de pelo e gordura, que a protege do frio das regiões onde vive. Tem cerca de 1,8 metro de comprimento e 0,9 metro de altura. É endêmica na Colômbia, Equador e Peru e está quase extinta na Venezuela. Habita florestas de montanha e tropicais, desde os 1.400 metros até as elevações nevadas. Assim, é outro dos mais representativos e curiosos animais de florestas de montanha.

Animais de montanha - Anta-da-montanha

Cabra-das-montanhas

A cabra-das-montanhas, cabra-montesa ou também chamada de bode das montanhas. Se desloca entre penhascos e pode ser visto saltando de diferentes alturas devido às características de suas patas, que contam com uma espécie de "sola" antiderrapante e áspera e quatro pontos de apoio. O bode das montanhas já foi tema de outro artigo aqui no PeritoAnimal: cabras na árvore: mitos e verdades.

Animais de montanha - Cabra-das-montanhas

Outros animais de montanha

Como já vimos, a fauna das montanhas é muito variada e podemos encontrar todos os tipos de animais. Além dos animais de montanha mencionados acima, há outros que também vivem em montanhas geladas e outros tipos de montanhas em todo o mundo . As mencionadas neste artigo não são as únicas, existem muitas outras espécies que prosperam nestes tipos de ecossistemas, portanto, aqui estão mais alguns animais de alta montanha e outros tipos:

  • Panda-vermelho (Ailurus fulgens)
  • Coelho-europeu (Oryctolagus cuniculus)
  • Urso-de-óculos (Tremarctos ornatus)
  • Gato-chinês-de-montanha (Felis bieti)
  • Pika-himalaia (Ochotona himalayana)
  • Porquinho-da-índia-das-montanhas (Cavia tschudii)
  • Gorila-das-montanhas (Gorilla beringei beringei)
  • Lagarto-Aran (Iberolacerta aranica)
  • Truta-dourada-mexicana (Oncorhynchus chrysogaster)
  • Araçari-de-bico-preto (Andigena nigrirostris)

Se deseja ler mais artigos parecidos a Animais de montanha, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • Animal Diversity Web (2020). Disponível em: <https://animaldiversity.org/>. Acesso em 24 de dezembro de 2021.
  • UICN (2021). Lista Roja de Especies Amenazadas de la UICN. Disponível em: <https://www.iucnredlist.org>. Acesso em 24 de dezembro de 2021.

Fotos de Animais de montanha

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Animais de montanha
1 de 18
Animais de montanha

Voltar ao topo da página