Partilhar

A alimentação do guaxinim

Por Liliana Ramos, Jornalista especializada em mundo animal. 28 setembro 2016
A alimentação do guaxinim

Se decidiu adotar um guaxinim como animal de estimação é muito importante que conheça tudo o que está relacionado com os seus cuidados, especialmente a sua alimentação.

O guaxinim é um mamífero omnívoro, ou seja, que tanto come carne como fruta e verduras. É importante que saiba calcular as doses de cada refeição, quer se trata de um exemplar filhote ou de um adulto, isto porque o guaxinim tende a desenvolver obesidade em alguns casos.

Continue lendo este artigo do Perito Animal para saber tudo sobre a alimentação do guaxinim, também conhecido como Mão-pelada.

Também lhe pode interessar: Alimentação do coala

Cuidados de uma cria de guaxinim desorientada

Encontrou uma cria de guaxinim?

Se encontrou um guaxinim jovem ou bebê pode ter acontecido por diversos motivos:

  • A mão foi embora e não voltará
  • A sua toca foi destruída
  • A toca está demasiado quente e eles saíram
  • A mão está mudando todas as crias para outro lugar
  • Aparecerem predadores
  • A seu pet apareceu com uma cria de guaxinim

Diante de qualquer destas situações o conveniente é esperar o regresso da mãe durante algum tempo, mantendo-se a uma distância de segurança. Se não aparecer e vir que a cria tem os olhos abertos recomendamos que chame imediatamente os agentes florestais responsáveis na sua zona de residência.

Por outro lado se a cria de guaxinim tem os olhos fechados provavelmente encontra-se desidratada e faminta, perante esta situação deverá procurar algum alimento para assegurar a sua sobrevivência até chegarem os serviços de resgate.

Os guaxinins dependem da sua mãe durante 3 ou 5 meses, enquanto dura a sua etapa de crescimento e aprendizagem. Destacam-se as 12 semanas de idade embora permaneçam junto com a sua mãe até completarem um ano de vida. Normalmente abrem os olhos às 8 semanas de idade.

Como devo cuidar de uma cria de guaxinim desorientada?

Pegue um pano suave para recolher o bebê. É importante que utilize umas luvas para o manipular (às 4 semanas de idade já tem dentes) e não se assuste, certamente que irá grunhir e agitar-se com medo.

Envolva a cria em um pano para lhe dar algum calor. Tente manter a temperatura nos 36ºC.

Confirme que não tem lesões de nenhum tipo observando todo o seu corpo. Se encontrar alguma ferida lave-a com sabão e água morna. aplique tudo com um pano, tal como faria a sua mãe.

Procure parasitas externos como pulgas e carrapatos e retire-os o quanto antes. Se encontrar uma grande quantidade de insetos pode significar que o abandono ou perda da sua mãe é real.

Vá o mais rápido possível ao veterinário para que verifique que se encontra bem de saúde.

A alimentação do guaxinim - Cuidados de uma cria de guaxinim desorientada

Alimentação de uma cria de guaxinim

Em seguida oferecemos-lhe informação sobre quantidades e cuidados da alimentação de uma cria de guaxinim segundo a sua idade. Lembre-se que deverá utilizar uma mamadeira:

  • Guaxinim recém-nascido, de uma semana. Pesará entre as 60 e 140 gramas e tem os olhos ainda fechados. Pode utilizar o leite para filhotes de gatinhos, disponível em qualquer loja de animais. Precisa de receber entre 3 a 7 centilitros de alimentos (5% do seu peso) 7 ou 8 vezes ao dia (a cada 3 horas) incluindo à noite. O leite deve estar quente, sendo um pouco mais elevado que a sua temperatura corporal. Ao finalizar a refeição deverá passar-lhe um lenço úmido pelos seus genitais para que urine, tal como faria a sua mãe.

  • Com duas semanas o pequeno guaxinim deve pesar entre 190 e 225 gramas. Continua com os olhos fechados e ainda não tem pelo na barriga embora tenha pelo por todo o resto do corpo. Neste momento deve aumentar a dose para 9,5 a 11,3 centilitros de leite, igualmente a cada 3 horas embora possa reduzir as refeições diárias a 6 vezes por dia.

  • Com três semana de vida o guaxinim pesará entre 320 a 400 gramas, Começará a abrir os olhos progressivamente e o pelo acaba por se desenvolver. Aumente a dose entre 16 a 20 centilitros.

  • Durante a quarta e quinta semana continue aumentando a dose consoante o seu peso. Tendo sempre em conta a relação dos 5% do seu peso corporal.

  • Às seis semanas já deveria situar-se entre as 750 e 820 gramas de peso. Comece a reduzir as tomas de leite dando-lhe entre 52 e 55 centilitros de leite quatro vezes ao dia e deixe de dar comida à noite.

  • Entre as sete e as oito semanas espace ainda mais as refeições.

  • A partir das oito semanas pode começar a oferecer-lhe comida sólida que irá aceitando pouco a pouco. Pode comprar comida para cães ou gatos filhote. No começo irá custar mas pouco a pouco ele vai se acostumando. Nesta etapa é muito importante não aumentar a dose de leite.

  • Entre as 10 e 16 semanas o guaxinim já deve pesar dois quilogramas. O guaxinim nesta fase já deve estar acostumado a comer comida sólida e por este motivo deve retirar o leite da sua dieta. Compre comida para cachorros de alta qualidade que serão 2/3 da sua dieta, o 1/3 restante deve ser composto por frutas e verduras frescas. Nesta etapa deixe-o comer em abundância visto que é um período de crescimento. Divida as suas refeições em duas tomas por dia. Deve ter água portável fresca e limpa todos os dias, além disso, pode fazer uma pequena piscina para que se refresque.

  • No momento no desmame o guaxinim pode ficar em uma gaiola de grandes dimensões que tenha um pequeno ninho de madeira, por exemplo. Limpe a gaiola regularmente e proteja-a do frio.

  • A partir das 16 semanas o guaxinim já está totalmente independente. Se está pensando em libertá-lo este é o momento, deixe a gaiola aberta (sem comida dentro) e ele começará a investigar. Pode ser que volte algumas vezes antes de abandonar o lar definitivamente.
A alimentação do guaxinim - Alimentação de uma cria de guaxinim

Alimentação de um guaxinim adulto

Os guaxinins comem qualquer coisa, visto que se tratam de animais omnívoros. Em seguida damos-lhe uma lista de alimentos que lhe pode dar:

  • Frango
  • Peru
  • Ração para gatos
  • Comida úmida para gatos
  • Ovos
  • Peixe em geral
  • Cenoura
  • Pimentão
  • Banana
  • Crustáceos
  • Melancia
  • Massaroca de milho
  • Arroz
  • Maçã

Como pode ver existem diferentes tipos de alimentos que pode dar a um guaxinim adulto. É importante que varie o tipo de comida para não se aborrecer. Tente descobrir quais são os seus alimentos preferidos. Lembre-se de nunca dar carne vermelha e verificar o seu peso a partir das 16 semanas para se certificar que mantém um peso estável (são propensos a engordar).

O guaxinim idoso continuará comendo a variedade de alimentos que descrevemos anteriormente, no entanto, devemos diminuir a quantidade conforme ele diminua a atividade física.

A alimentação do guaxinim - Alimentação de um guaxinim adulto

Se deseja ler mais artigos parecidos a A alimentação do guaxinim, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Escrever comentário sobre A alimentação do guaxinim

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

A alimentação do guaxinim
1 de 4
A alimentação do guaxinim

Voltar ao topo da página