menu
Partilhar

5 erros comuns ao repreender um cachorro

Por Mercè Garcia, Adestradora canina especializada em mudança de comportamento. Atualizado: 21 junho 2023
5 erros comuns ao repreender um cachorro

Ver fichas de  Cachorros

Educar um cachorro com base no reforço positivo nem sempre é fácil, especialmente quando surgem comportamentos indesejados. É nesse momento que alguns tutores decidem punir e repreender os cachorros, sem saber que as técnicas que estão usando são contraproducentes ou inadequadas.

Neste artigo do PeritoAnimal, mostraremos 5 erros comuns ao repreender um cachorro que você deve evitar completamente, mas também ofereceremos alguns conselhos para que você saiba como melhorar sua comunicação ou como agir em cada caso. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: 5 erros comuns ao repreender um gato

1. Repreender o cachorro fora de tempo

Provavelmente você já o ouviu mil vezes, mas repreender o cachorro quando ele não está fazendo nada errado é totalmente contraproducente. O animal não entende porque você o repreende e isso gera desconfiança e incerteza.

Utilize um simples "Não" quando o cachorro urinar em um lugar que não deve ou faça algo que você não goste e tente educá-lo para modificar os hábitos negativos. Praticar obediência ou identificar as causas do mau comportamento do seu cachorro deve ser uma prioridade, nunca deve servir para o repreender.

Então se você quer saber como repreender o cachorro corretamente, você sempre deve fazer isso no momento em que ele comete "o erro", nunca depois.

5 erros comuns ao repreender um cachorro - 1. Repreender o cachorro fora de tempo

2. Exagerar na repreensão

Exceder-se ao repreender o cachorro é sempre prejudicial, independentemente do motivo. Você deve evitar gritar, usar violência, empurrões e até mesmo ferramentas prejudiciais, como coleiras elétricas. Prolongar uma situação já desagradável gera estresse e ansiedade no cachorro. Nos casos mais graves, pode causar medo ou desencadear comportamentos agressivos como resposta ao castigo excessivo.

Nunca repreenda-o por mais de 30 segundos ou utilizando métodos inapropriados como a agressividade. Fechá-lo ou agir de forma imprevisível ou agressiva são práticas que jamais deve utilizar.

Se observar que o seu cachorro olha para outro lado, se lambe sem parar, fecha um pouco os olhos ou mostra os dentes com cara de tristeza, isso são sinais alarmantes de um excesso de bronca da sua parte. Pare imediatamente. Um exemplo muito famoso de "excesso de bronca" é o popular vídeo do cachorro arrependido, no qual poderá identificar sinais que nos indicam que o cachorro está sofrendo e não deve ser repreendido por mais tempo.

Se você está com problemas graves para educar o seu cachorro, respire, existem profissionais que podem ajudar (e muito!) a resolver os problemas de comportamento que o seu animal possa estar sofrendo. Consulte um etólogo ou educador canino.

5 erros comuns ao repreender um cachorro - 2. Exagerar na repreensão

3. Aproximá-lo das urinas ou fezes

Talvez o seu cachorro ainda urine em casa quando você sai ou não possa aguentar mais. Sabemos que é um comportamento desagradável mas em nenhum caso pode aproximar o cachorro das suas deposições, sabe por quê?

No nosso artigo sobre porque o meu cachorro come fezes realçamos uma causa muito comum que muito tutoresnão sabem. Ao aproximarem o cachorros das suas fezes ou urina de forma violenta ou desagradável o cachorro compreende que isso não lhe agrade e come-as para evitar um bronca da sua parte. Chegar a este extremo é muito triste para o pobre animal que pode chegar a sofrer problemas intestinais.

Se você quer repreender o cachorro de forma correta, se ele urinar ou defecar em algum lugar que não deve, você pode dizer um não naquele momento para que ele perceba que não deveria fazer isso ali, em seguida você pode limpar bem o local. Confira no vídeo a seguir como ensinar o cachorro a fazer as necessidades no lugar certo:

4. Não o deixar latir ou rosnar

Outro dos erros cometidos por tutores ao reeprender um cachorro é a forma como lidam com latidos e rosnados. Os cães comunicam o seu mal-estar através dos latidos e rosnando a outros cachorros ou pessoas. Nos diferentes contextos, quando o cachorro rosna, pode significar "me deixe em paz, nem chegue perto" ou "pare e deixe de fazer isso, não gosto". Ao repreender estamos dizendo que não deve rosnar e isso pode levar a um ataque, quer seja a um animal ou a uma pessoa.

É muito importante que se observar este comportamento no seu cachorro recorra a um profissional qualificado, visto que é um sinal de alarme evidente que deve ser solucionado o quando antes.

5 erros comuns ao repreender um cachorro - 4. Não o deixar latir ou rosnar

5. Ser incoerente

Se existe algo que pode ser pior que tudo o que foi comentado anteriormente, é ser incoerente com a educação e permissividade do cachorro. Por exemplo, você não pode dar bronca nele por fazer algo que normalmente é permitido. Os cachorros necessitam de uma estabilidade, um sentimento de segurança e conforto durante o tempo todo.

Se permite que o seu cachorro suba para o sofá, mas certo o trata mal por isso, o pobre animal irá se sentir confundido e fará com que aumente o seu estresse ao se sentir desorientado. Pode ser que lhe pareça pouca coisa, mas a verdade é que para o seu cachorro, você é o seu mundo. Não lhe faça algo que o possa fazer sentir-se mal.

Se precisa de ajuda recorra a um profissional, tal como o faria com um filho.

5 erros comuns ao repreender um cachorro - 5. Ser incoerente

Como repreender um cachorro corretamente

Seu cachorro é muito pirracento? Bem, agora que você já sabe os erros mais comuns cometidos por tutores na hora de educar cães, listaremos as principais coisas que você deve fazer para corrigir um cachorro e repreendê-lo de maneira mais eficaz:

  • Linguagem corporal firme: transmita autoridade por meio de uma postura ereta, voz firme e contato visual direto. Demonstre seriedade e exija a atenção do cachorro.
  • Evite violência: nunca recorra a atos violentos, como bater ou chutar o cachorro. Essas práticas não são eficazes e podem causar danos físicos e emocionais ao animal.
  • Tempo adequado: repreenda o pet imediatamente após a ação indesejada, associando a repreensão ao comportamento específico que precisa ser corrigido.
  • Utilize comandos verbais claros: comandos curtos e diretos, como "não faça isso" ou "não", expressam sua desaprovação de maneira eficiente.
  • Reforço do comportamento desejado: além de repreender o comportamento indesejado, é crucial reforçar positivamente as atitudes corretas. Elogie e recompense seu cachorro quando ele agir conforme o esperado.
  • Seja consistente: mantenha uma abordagem consistente na hora de repreender o cachorro. Evite recompensar comportamentos indesejados em um momento e repreendê-los em outro. A falta de consistência confunde o animal e dificulta o entendimento das suas expectativas.
  • Redirecione o comportamento: Após a repreensão, redirecione seu cachorro para um comportamento adequado. Ofereça alternativas positivas e recompense-o quando ele seguir a direção correta.

Lembre-se de que o treinamento e a repreensão devem ser adaptados às necessidades e características individuais de cada cachorro.

Se deseja ler mais artigos parecidos a 5 erros comuns ao repreender um cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Educação básica.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Eliane santanna
Gostaria de saber como faço com minha cachorra. ela está um pouco agressiva, tenho duas filhotes de vira-latas e todo dia a tarde, a minha cachorra maior tenta avançar, nas pequenas, e tenho medo que as machuque,o que devo fazer?
Equipe editorial do PeritoAnimal (Editor/a de PeritoAnimal)
Olá, Eliane. Neste artigo sobre as causas e tratamentos para um cão agressivos tiramos a sua dúvida: https://www.peritoanimal.com.br/cao-agressivo-causas-e-tratamento-6100.html
Um abraço da equipe do PeritoAnimal!
A sua avaliação:
Maria
Boa noite tenho um Bichon maltês com 2anos ultimamente tem vindo a alterar o seu comportamento rosnando frequentemente ora a brincar com o meu filho mais novo 9 anos em q rebolam no tapete lança brinquedos e ele vai buscar nesse contexto por vezes ladra visivelmente a brincar com algum rosnar. Noutras situações quando n quer ou brincar ou sair para a rua rosna com mostra de dentes. Actualmente estamos em quarentena mas esta situação já vem a ocorrer. Tem espaço exterior para correr muito mimo mas este comportamento ele próprio fica depois envergonhado e com olhar triste. Como me devo comportar com ele nesta situação. Sendo eu o Alfa . Obrigado
5 erros comuns ao repreender um cachorro
1 de 5
5 erros comuns ao repreender um cachorro

Voltar ao topo da página