menu
Partilhar

Pastor-polonês-da-planície

Atualizado: 1 setembro 2021
Pastor-polonês-da-planície

O pastor-polonês-da-planície, ou Polski Owczarek Nizinny, como é chamado na Polônia, é um cão de porte médio, compacto e musculoso, que apresenta uma pelagem longa e densa. Possui um excelente temperamento para o trabalho de pastoreio e também para ser um excelente animal de estimação, já que é muito carinhoso e brincalhão com pessoas próximas.

Este cão precisa praticar muita atividade física, bem como exercitar-se mentalmente com jogos de inteligência para não se entediar ou desenvolver possíveis maus comportamentos, como é o caso dos latidos excessivos. No entanto, ele pode viver em apartamentos ou casas, desde que tenha o espaço necessário e longos passeios todos os dias. Da mesma forma, convém também escová-lo diariamente devido à grande quantidade de pelos que possui.

Se você gostaria de adotar um pastor-polonês-da-planície, mas não sabe nada sobre essa raça, continue lendo esta ficha do PeritoAnimal e descubra tudo!

Origem
  • Europa
  • Polônia
Classificação FCI
  • Grupo I
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Clima recomendado
Tipo de pelo

Origem do pastor-polonês-da-planície

A origem do pastor-polonês-da-planície é desconhecida, assim como da maioria das raças de cães antigas. No entanto, este cachorro é conhecido desde a Idade Média por suas habilidades como cão de pastoreio nas planícies da antiga Polônia. Acredita-se que seja o resultado de cruzamentos entre cães tibetanos de pelo longo e cães húngaros de pelo encordoado/trançado. Assim, esta raça estaria relacionada ao puli, o pastor-de-Brie, os schapendoes e os bearded collies, sendo este último criado a partir desses cães poloneses, de acordo com a tradição.

Como a grande maioria das raças da Europa Central, o pastor-polonês-da-planície quase foi extinto no final da Segunda Guerra Mundial. Atualmente, a raça é pouco conhecida fora da Europa, mas tem fãs em diversos países deste continente, principalmente na Polônia e Grã-Bretanha. Também se tornou popular como animal de estimação na Austrália e na América do Norte.

Características físicas do pastor-polonês-da-planície

Esses cães são de médio porte. Os machos atingem uma altura na cernelha entre 45 e 50 centímetros, enquanto as fêmeas podem medir entre 42 e 47 centímetros. O peso gira em torno dos 15 quilos e seu corpo tem um perfil retangular, com uma relação altura/comprimento de 9:10. É um cão musculoso, com costas retas e peito profundo.

A cabeça do pastor-polonês-da-planície é média e bem proporcional ao corpo, mas o pelo abundante e longo que a cobre faz com que pareça maior do que realmente é. O nariz deve ser o mais escuro possível, levando em consideração a cor da pelagem. Os olhos são médios, ovais e de cor avelã. Eles têm uma aparência vivaz e penetrante. As orelhas têm inserção muito alta e são pendentes, de tamanho médio e formato de coração.

A cauda deste cão pode ser rudimentar, curta, média ou longa. Mais comumente, os pastores-poloneses-da-planície nascem sem ou com cauda curta. Infelizmente, o padrão da raça ainda aceita o corte da cauda, um costume primitivo e que prejudica a saúde física e mental do cão. A pelagem é abundante, forte, densa e espessa, e cobre todo o corpo. Além disso, este cão tem uma subcamada de pelo macio, o que ajuda a protegê-lo do clima. A pelagem pode ser de qualquer cor.

Temperamento do pastor-polonês-da-planície

Estes cães são vigilantes, alertas, vivazes e altamente inteligentes. A seleção à qual foram submetidos como cães de pastoreio lhes rendeu um temperamento estável e paciente.

Eles tendem a ser muito afetuosos com as pessoas próximas, pois adoram brincar e proteger seus parentes humanos, mas são cautelosos e reservados com estranhos, embora não muito tímidos. Ainda assim, não costumam ser cães agressivos. Apesar de serem animais territoriais, eles tendem a ser sociáveis ​​com outros cães e animais de estimação. De toda forma, a socialização dos cães é muito importante para evitar problemas de agressividade ou timidez.

Com exceção da questão dos latidos excessivos, que costuma ser um dos problemas mais comuns desta raça devido aos instintos de pastoreio que possui, estes cães podem ser excelentes animais de estimação para famílias dinâmicas e que gostam de atividades ao ar livre. Os pastores-poloneses-da-planície tendem a se dar bem com as crianças que são respeitosas ao animal de estimação.

Cuidados do pastor-polonês-da-planície

O cuidado da pelagem é simples, mas demanda muito tempo. É necessário escovar e pentear esses cães diariamente para evitar que suas pelagens se emaranhem. Contudo, não é bom banhá-los com frequência, sendo melhor fazê-lo apenas quando realmente necessário.

Esses cães precisam de muito exercício todos os dias. Embora possam se adaptar bem à vida em apartamentos pequenos, é necessário dar a eles pelo menos três bons passeios por dia e algum tempo para brincar. Os esportes caninos como o agility e, é claro, o pastoreio, podem ajudar a canalizar as energias destes cães. Isso é muito importante pois, quando se entediam ou passam muito tempo inativos, eles podem se tornar cães destrutivos, nervosos e ladradores.

Educação do pastor-polonês-da-planície

Os pastores-poloneses-da-planície são cães altamente inteligentes que podem ser adestrados com facilidade. No entanto, seus instintos também são muito fortes, e podem se sobressair ao adestramento do cão. Por esse motivo, esses cães geralmente não se destacam nos trabalhos, exceto quando se trata do pastoreio. De qualquer maneira, o adestramento com reforço positivo funciona melhor para estes cães, especialmente o adestramento com clicker.

Entre os problemas de comportamento comuns nesta raça, como já mencionamos, estão os latidos excessivos e o comportamento de morder os calcanhares para "deter" as pessoas. Ambos os comportamentos são instintivos e não são eliminados por meio do adestramento, mas devem ser canalizados para atividades permitidas. Manter o cão ocupado também ajuda a prevenir esses comportamentos problemáticos.

Saúde do pastor-polonês-da-planície

Não são conhecidas doenças caninas comuns características desta raça, mas é igualmente necessário fornecer ao pastor-polonês-da-planície a atenção veterinária de que necessita, e seguir minuciosamente seu calendário de vacinação.

Também é importante verificar seus ouvidos e olhos regularmente para ter certeza de que não há problemas e, assim, prevenir futuras infecções ou fungos. Além de fazer uma inspeção frequente da sua pelagem, especialmente se o pastor-polonês-da-planície realiza muitas atividades no campo ou ao ar livre, uma vez que assim é possível prevenir a parasitação ou pequenas feridas na pele.

Fotos de Pastor-polonês-da-planície

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Pastor-polonês-da-planície

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Pastor-polonês-da-planície
1 de 7
Pastor-polonês-da-planície

Voltar ao topo da página