Partilhar

Scottish Terrier

Atualizado: 10 outubro 2018
Scottish Terrier

O Scottish Terrier, Terrier Escocês ou simplesmente "escocês", é um cão pequeno mas musculoso com ossos sólidos. Sua aparência em geral é a de um cão muito poderoso embora seu tamanho seja pequeno. Além disso, sua barba característica dá um toque particular ao rosto deste cão que tem um porte bastante elegante.

Neste artigo do PeritoAnimal vamos contar muitas coisas sobre o scottish terrier, por exemplo que são cães bastante independentes, e portanto, não é recomendado que eles não sejam adotados por pessoas muito carinhosas ou que precisem estar em contato contínuo com seus animais de estimação, embora isso não signifique que podemos deixar esta raça de cachorro sozinha por um longo período de tempo.

Origem
  • Europa
  • Reino Unido
Classificação FCI
  • Grupo III
Características físicas
Altura
  • 15-35
  • 35-45
  • 45-55
  • 55-70
  • 70-80
  • Mais de 80
Peso adulto
  • 1-3
  • 3-10
  • 10-25
  • 25-45
  • 45-100
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-12
  • 12-14
  • 15-20
Atividade física recomendada
  • Baixa
  • Média
  • Alta
Ideal para
Tipo de pelo

Origem do Scottish Terrier

Antigamente todos os terrier escoceses foram se dividiam em apenas dois grupos: terrier de pernas curtas e terrier de pernas longas, de modo que todas as raças pequenas se cruzaram, isto é motivo de grande confusão quando se olha para as origens do terrier escocês. A única coisa que se sabe com certeza é que ele foi empregado como um caçador de vermes nas terras altas da Escócia. Além disso, ele foi fortemente selecionado para atuar por conta própria, sem a ajuda dos agricultores, e é por isso que ele é agora um cão independente.

No final do século XIX, havia sido feita a distinção entre os diferentes cães scottish terrier de pernas curtas e sua história começa a ficar mais conhecida. O terrier escocês era muito popular na área de Aberdeen e por um tempo ficou conhecido como o terrier de Aberdeen. Em 1880, o primeiro standards da raça foi criado e o scottie começou a ganhar popularidade nas pistas de exibição.

Entre a primeira e a segunda guerra mundial, esta raça ganhou muita popularidade, como cão de exposição e como animal de estimação. No entanto, sua popularidade caiu um pouco nos anos seguintes. Embora hoje não tenha a fama que tinha em seu momento de glória, o cachorro scottish terrier ainda é um cão muito popular como animal de estimação e um grande competidor em exposições caninas.

Características físicas do scottish terrier

De acordo com o padrão da raça, a altura da cruz do scottie é entre 25,4 e 28 centímetros, enquanto o seu peso ideal é entre 8,6 e 10,4 kg. O corpo desses cães é muito musculoso e forte. Tem costas retas e curtas, mas a lombar é profunda e muito forte. O peito é largo e profundo. As pernas são muito poderosas para o tamanho do cão e proporcionam uma velocidade e agilidade que surpreendem.

A cabeça do terrier escocês se destaca porque parece ser muito longa em proporção ao tamanho do cão e sua grande barba que lhe dá um certo ar de distinção. O nariz é comprido e o focinho é forte e profundo. Os olhos têm uma expressão aguda e inteligente e são amendoados e castanho-escuros. As orelhas eretas e pontiagudas são de alta inserção. A cauda do terrier escocês é de comprimento moderado, grossa na base e afina no final. O cão carrega na vertical uma ligeira curvatura.

O cabelo é de dupla camada e bem ligado ao corpo. A camada interna é curta, densa e macia, enquanto a camada externa é um fio duro e denso. As cores aceitas pelo padrão da raça scottish terrier branco, preto, trigo ou qualquer cor tigrada.

Terrier Escocês: Personalidade

Esses cães são corajosos, determinados e independentes, mas também muito leais e inteligentes. Com seus donos, eles tendem a ser muito amigáveis ​​e brincalhões, embora sejam independentes. Com estranhos, eles tendem a ser reservados e não fazem amigos facilmente, mas também não tem tendência a ser agressivos com as pessoas. A coisa é diferente quando se trata de outros cães, cães do mesmo sexo e outros animais, são muitas vezes agressivos e tendem a perseguir e matar pequenos animais. A socialização destes cães tem que ser feita desde que sejam muito pequenos para que possam viver bem com pessoas, cães e outros animais.

Entre os problemas de comportamento mais comuns nesta raça estão o latido excessivo e a escavação no jardim, assim como a agressão contra outros animais. Esses problemas, no entanto, podem ser resolvidos oferecendo aos cães a oportunidade de realizar esses comportamentos (exceto agressão) em situações controladas e através de treinamento sólido e consistente.

O terrier escocês tem o caráter ideal para ser um animal de estimação de pessoas que não incomodam constantemente o cão, mas que gosta de atividades físicas ao ar livre.

Cuidado com o Scottish Terrier

O cuidado com o pelo requer mais tempo do que outras raças, já que o terrier escocês deve ser penteado pelo menos três ou quatro vezes por semana para evitar ficar com o pelo enrolado. Além disso, você precisa cortar o pelo cerca de três vezes por ano e limpar a barba todos os dias. Esses cães precisam cuidados intensivos de um profissional. O banho é recomendado apenas quando o cão está sujo e não deve ser muito frequente.

Como eles são cães muito ativos e curiosos, o scottish terrier precisa de muito exercício físico e mental. Felizmente, muito desse exercício podem ser feitos dentro da casa, já que são cães pequenos. Um ou mais passeios diários, adicionados a alguns jogos com a bola ou cabo de guerra, geralmente são suficientes para canalizar a energia desses cães. Se eles tiverem a oportunidade de cavar, eles o farão, de modo que também pode se tornar uma atividade para liberar energia se o cão for treinado para fazê-lo somente em um lugar e sob ordem.

Por outro lado, o cachorro scottish terrier são muito independentes devido ao seu passado como cães de caça. É por isso que eles não precisam de tanta companhia como outros cães, mas não é uma boa ideia deixá-los sozinhos por longos períodos. Eles precisam de tempo, companhia de qualidade, sem serem incomodados ou serem abandonados a viver a vida inteira isolada em um jardim.

Treinamento Scottish Terrier

Esses cães são muito inteligentes e aprendem com facilidade. Eles respondem muito bem ao treinamento canino quando métodos positivos, como o adestramento com clicker, são empregados. No entanto, eles também são muito sensíveis e são muito afetados por punições e gritos.

Saúde do Terrier Escocês

Infelizmente, esta é uma das raças de cães mais propensas a diferentes tipos de câncer. Tem predisposição para desenvolver câncer de bexiga, intestino, estômago, pele e mama. Além disso, é uma raça propensa à doença de von Willebrand, alergias de pele e problemas na articulação da mandíbula, luxações patelares e problemas na coluna vertebral porém com menos frequência.

Fotos de Scottish Terrier

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Scottish Terrier

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Scottish Terrier

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Scottish Terrier
1 de 8
Scottish Terrier

Voltar ao topo da página