Partilhar

Doenças mais comuns em filhotes de gatos

Por Aline Kitamura Prata, Estudante de Medicina Veterinária. Atualizado: 3 abril 2019
Doenças mais comuns em filhotes de gatos

Ver fichas de  Gatos

Quando adotamos um gato filhote, devemos ficar atentos à sua saúde, pois gatos bebês são mais suscetíveis às doenças infecto-contagiosas do que gatos adultos, isto é, doenças que são causadas por vírus e bactérias e que são altamente contagiosas entre felinos.

O PeritoAnimal preparou este artigo para que você possa ficar atento às doenças mais comuns que podem ocorrer em filhotes de gatos.

Também lhe pode interessar: Doenças mais comuns nos gatos

Doenças que afetam filhotes de gatos

As doenças que mais afetam filhotes de gatos são as de origem infecto-contagiosas, que podem ser causadas por vírus e bactérias, e que, em geral, podem levar o filhote a morte se não descobertas logo no início. Devido a isto, vacinar a mãe dos bebês e os bebês é importante, porém a vacinação não é 100% de certeza de que os gatos nunca contrairão algum tipo de doença, já que gatos adultos são mais resistentes a algumas doenças, e pode acontecer de serem portadores de algum vírus e serem assintomáticos, ou seja, não aparentarem sintoma clínico nenhum. Porém, quando inserimos um gato bebê junto deste adulto assintomático, ele acaba contraindo o vírus e por ser mais sensível fica doente.

As doenças mais comuns que afetam filhotes de gatos são:

Infecções respiratórias

Doenças que afetam o trato respiratório superior dos felinos incluem as causadas pelos vírus da Rinotraqueíte felina, Herpervírus felino e Calicivirus. O vírus da Rinotraqueíte é altamente contagioso devendo separar o gato doente dos demais gatos saudáveis, já que é um agente transmitido por contato, e atinge em especial gatos filhotes devido a não imunização do gatinho, já que a vacina diminui as chances de o filhote contrair estas doenças. Sintomas incluem coriza, secreção nos olhos, febre, espirros, conjuntivite e inchaço nos olhos.

Doenças parasitárias

Os parasitas mais comuns que infectam os gatos filhotes são os Ascaris e as Taenias. Os Ascaris, em geral, podem ser transmitidos por meio do leite materno, por isso não é necessário esperar até que o gato tenha 1 mês de vida para vermifugá-lo. Os vermes chatos, que são os da família da Taenia, são transmitidos por pulgas. Ambas as parasitoses, podem causar diarreia, vômito, obstrução intestinal, distensão abdominal e retardo do crescimento. Veja este outro artigo do PeritoAnimal sobre Como saber se meu gato tem verme.

FIV

A FIV é causada pelo vírus da imunodeficiência felina e é similar ao vírus do HIV em seres humanos. É transmitida por meio das secreções de gatos doentes, em geral, durante as brigas entre os gatos, ou pode ser transmitida da mãe para os filhotes. Alguns filhotes podem desenvolver a doença, e outros podem ser assintomáticos, desenvolvendo a doença apenas quando forem mais velhos.

Se quiser saber mais sobre as doenças mais comuns nos gatos adultos, o PeritoAnimal preparou este outro artigo para você.

Doenças mais comuns em filhotes de gatos - Doenças que afetam filhotes de gatos

Doenças que matam filhotes de gato

As doenças mais comuns em gatos e que, em geral, são mortais para gatos filhotes são:

Panleucopenia Felina

Doença provocada pelo vírus Panleuk, do mesmo grupo das parvoviroses em cães, porém específico para gatos. Este vírus é responsável por causar a doença popularmente conhecida como Cinomose felina, e infecta gatos jovens até 1 ano, por não estarem imunizados contra o vírus por meio da vacinação. Esta doença é mortal em gatos jovens e altamente contagiosa, devendo-se separar o gato doente dos saudáveis, pois o modo de transmissão é por meio de secreções como saliva, comedouros e bebedouros.

Calicivírus Felino

É uma das doenças que afeta o trato respiratório de gatos, porém esta, possui alta mortalidade entre gatos jovens e adultos. Os sintomas são parecidos com os da Rinotraqueíte Felina, por isso é importante levar o filhote ao veterinário logo que ele apresentar os primeiros espirros e coriza, para que o veterinário possa diagnosticar, por meio de exames específicos para detectar a doença. A Calicivirose possui alta taxa de mortalidade e o gato que sobreviver ao vírus passa a ser portador do vírus para toda a vida, podendo manifestar novamente a doença casa haja uma baixa em sua imunidade novamente.

FELV

A FELV é a Leucemia felina, também causada por um vírus denominado de Oncovírus, e que também é transmitido por meio de secreções e contato durante brigas ou gatos que convivem juntos, e da mãe para os filhotes. É uma doença mais agravante do que a FIV, visto que o filhote, por ter a imunidade mais baixa, pode desenvolver uma série de agravantes devido a doença, com Linfoma, anorexia, depressão, tumores e o gato pode precisar, inclusive, de uma transfusão sanguínea dependendo da doença que for contraída pelo vírus da FELV. Na maioria dos casos, filhotes não sobrevivem.

PIF

PIF é uma abreviação para Peritonite Infecciosa Felina, e é causada por um coronavírus. A PIF pode ser diagnosticada por meio de exames específicos e ultrassom, para constatar o líquido em cavidade peritoneal, o que provoca aumento do abdômen, líquido em cavidade abdominal, anorexia, aumento da frequência respiratória e cardíaca, febre e o filhote fica extremamente debilitado. Não existe cura, então ela é mortal em 100% dos gatos filhotes e idosos.

Apesar de essas doenças virais não terem cura e possuírem alta taxa de mortalidade em filhotes de gatos, é extremamente importante vacinar os filhotes contra esses vírus, já que a vacinação pode prevenir que o gato contraia o vírus e fique doente. A prevenção é a melhor solução contra essas doenças, portanto, não permita que seu gato tenha acesso à rua e mantenha-o sempre dentro de casa, já que ele pode entrar em contato com gatos doentes durante brigas, e acabar trazendo o vírus de volta para casa contaminando os filhotes, dessa forma.

Confira também nosso artigo sobre gato com Síndrome de Down existe?

Doenças mais comuns em filhotes de gatos - Doenças que matam filhotes de gato

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças mais comuns em filhotes de gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Escrever comentário sobre Doenças mais comuns em filhotes de gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
A sua avaliação:
maria aparecida
Olá boa noite ! Minha gatinha tem 4 meses ela esta urinando sangue mas n apresenta estar doente brinca o tempo todo esta gordinha e c o pelo bonito o q pode ser?
Lindaci de Oliveira Monteiro
Ola boa tarde.Ja perdi filhote com 5 dias, parto foi dificil, o primeiro nasceu morto ele foi o segundo e com 5 dias ficou respirando com dificuldade e barriguinha avolumada, que será?
Paulo Kruger
Minha gata até esse ano nunca teve um filhote que cresceu. Todos morreram. Os filhotes começam bem, aparentemente normais. Depois de umas 3 ou 4 semanas alguns começam morrer. Eles miam e param de miar, ficam assim por horas até morrer. É muito sofrido! Neste momento tem o ultimo filhote nesse cenário, está bem mole deitado, agora está em silencio respirando rápido, mas logo começa a miar, acho que é por dor.
Estou pesquisando mais uma vez tentando entender essa doença. Posso estar errado, mas a característica que eu como leigo mais assemelho a essa doença é a do PIF. Alguém pode me confirmar?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Paulo! Sem ver o seu gatinho não conseguimos passar nenhum diagnóstico. No entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Luciana
Boa noite. Os filhotes que nasceram da minha gatinha começaram com uma gripe, conjuntivite, não queriam se alimentar, foram ficando debilitados até morrer. Todos morreram. O que pode ser?
Fernanda
Olá, tenho um gato filhote que está com um sintoma muito estranho na barriga dele, ele está muito agitado parece senti dor e esse sintoma é tipo uma bola por dentro da barriga dele que é inchadinha estou muito preocupada não sei o que fazer será que vc poderia me ajudar???
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fernanda! Sem ver o seu gatinho não conseguimos passar um diagnóstico, no entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Joilson Magalhães
Bem interessante.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Joilson! Valeu pelo comentário. Continue nos acompanhando!

Doenças mais comuns em filhotes de gatos
1 de 3
Doenças mais comuns em filhotes de gatos

Voltar ao topo da página