Partilhar
Partilhar em:

Ossos para filhotes de cachorro

Ossos para filhotes de cachorro

Ver fichas de  Cachorros

Oferecer ossos a um filhote de cachorro é muito importante para brincar, aliviar o estresse, entretê-lo e inclusive para lhe limpar os dentes. São muitas as vantagens deste brinquedo, mas devemos ter algumas considerações em conta para não se tornar num elemento perigoso.

Neste artigo do PeritoAnimal queremos ajudá-lo oferecendo uma lista de vantagens e desvantagens assim como os diferentes tipos de ossos que são melhores para o seu filhote de cachorro.

Se ainda tem dúvidas e não sabe se deve ou não oferecer um osso ao seu cão, informe-se conosco para tomar a decisão certa. Continue lendo este artigo para conhecer os diferentes tipos de ossos para filhotes de cachorro.

Também lhe pode interessar: Cachorro pode comer ossos crus?

Vantagens e desvantagens

Como vantagens deve saber que pode dar ossos ao seu filhote de cachorro, desde que não sejam cozidos, pois deve lhe dá-los crus. Esta é uma prática que se leva a cabo há muito tempo por muitos donos e amantes dos animais. De seguida, vamos lhe explicar todas as vantagens que existem ao dar um osso ao seu filhote de cachorro:

  • Ele gosta, o seu sabor é bom para ele.
  • Acalma e mantém as gengivas dos cachorros saudáveis.
  • Ajuda a manter os dentes fortes.
  • Libera o seu cachorro do possível estresse que sofrer.
  • Ajuda a entretê-lo como brinquedo, pode passar horas a mordê-lo.
  • Elimina o tártaro e previne o seu aparecimento.
  • Recebe cálcio e fósforo, essencial para o seu crescimento.

Lembre-se que os ossos que der ao seu cachorro não podem ser já cozidos, pois esses correm o risco de se quebrarem podendo prejudicar o seu pet. Além disso, recomendamos que lhe dê aqueles ossos que sejam maiores que a sua cabeça, desta forma evitará que ele se engasgue.

Se tem dúvidas ou não tem a certeza se deve dar um osso ao seu pet, deverá avaliar as desvantagens que existem pois deve tê-las presentes em qualquer caso:

  • Se utilizar ossos de má qualidade, mal refrigerados ou de origem duvidoso pode provocar doenças de caráter bacteriológico.
  • Não se digerem, por isso se lhe oferecer um osso pequeno e se o engolir pode ser difícil expulsá-lo do corpo.
  • Os ossos quebradiços e pequenos podem causar uma lesão na boca, esófago, estômago ou intestino como por exemplo uma perfuração ou obstrução.

Como dono deverá determinar se quer dar ou não ossos ao seu pet, pensando sempre no seu bem-estar e nos conselhos que lhe demos. De seguida, vamos lhe oferecer uma lista dos diferentes tipos de ossos, naturais e que não pode dar ao seu pet.

Ossos crus

Encontramos dois tipos de ossos crus que podemos oferecer ao nosso pequeno cachorro, ambos têm vantagens e funções diferentes:

  • Ossos comestíveis: Falamos de ossos ocos ou sem ração, geralmente de ave, como frango ou peru. Tratam-se de ossos flexíveis que se podem triturar numa trituradora para fornecer cálcio, fósforo e minerais ao seu pet.
  • Ossos recreativos: Neste caso tratam-se de ossos grandes, de carne por exemplo, que servem para o seu pet morder e se entreter durante várias horas. Estes ossos estimulam-no mentalmente e, embora não lhe forneçam cálcio, são impossíveis de acabar no seu estômago. Se for mole também ajudará na limpeza dos dentes.

Se oferecer um osso cru ao seu cachorro deve supervisionar sempre de perto o seu comportamento. Desta forma poderá atuar rapidamente perante qualquer situação que possa colocar em perigo o seu pet.

É importante que tente manter uma higiene generalizada, ou seja, não lhe dê o osso no solo sujo, coloque-o em cima de uma toalha.

Por último, aconselhamos que supervisione sempre os ossos que lhe der, pensando sempre no risco que pode significar, podendo ficar asfixiado ou o osso lascar (os ossos de porco têm tendência a lascar).

Ossos de pele de vaca

Os ossos de pele de vaca para o seu cachorro estão disponíveis em vários tamanhos. Trata-se de um produto totalmente natural que amolece se for ingerido, ou seja, não tem qualquer problema como pode acontecer com os ossos naturais.

Podemos encontrar este tipo de ossos em formatos diferentes, como o que podemos ver na imagem e inclusive em forma de donut, pergunte na sua loja habitual para se certificar que se trata de um osso de pele de vaca.

Ossos de pele de porco

Também poderá encontrar à venda ossos que são feitos com a pele de porco, sendo que não recomendamos este tipo por serem muito indigestos. Se o seu cachorro os ingerir podem aparecer diarreia ou vômitos.

Ossos de cálcio

Os ossos de cálcio são muito bons para o seu filhote. Tratam-se de ossos naturais recheados de cálcio em pasta que melhoram consideravelmente o seu desenvolvimento. São indicados para filhotes e inclusive cães adultos ou idosos de tamanho grande.

Podemos encontrá-los em forma de cana como pode ver na imagem ou com nós, dependerá da loja na qual o adquirir. Podem durar muito mais tempo que os anteriores tipos de ossos, além disso será fundamental lavá-lo de vez em quando para evitar a transmissão de alguma bactéria que possa estar no solo.

Ossos para brincar

Por último, encontramos à venda ossos para brincar para o seu filhote. Estes são totalmente inofensivos, impossíveis de quebrar e engolir, além disso são uma boa opção para quem procura um brinquedo eterno.

Encontrará à venda de todas as cores, tamanhos, com ou sem luz, com ou sem barulho, etc. São uma boa alternativa para quem considera que a alimentação que o seu cachorro recebe é a adequada. Lembre-se que o deve limpar regularmente para evitar o aparecimento de bactérias e sujeira.

Fazer um osso em casa

Se desejar também podem fazer um osso para o seu cachorro com couro de vaca. Faça-o você mesmo em casa seguindo estes simples 5 passos.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Ossos para filhotes de cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Higiene dental.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Ossos para filhotes de cachorro

O que lhe pareceu o artigo?

Ossos para filhotes de cachorro
1 de 7
Ossos para filhotes de cachorro