Partilhar
Partilhar em:

Troca de dentes do cachorro

Troca de dentes do cachorro

Ver fichas de  Cachorros

Ter um filhote de cachorro em casa é descobrir todo um mundo novo, tanto para ele como para nós, pois são várias as mudanças pelas quais um cachorro passa entre as quais a mudança dos seus dentes, um processo que pode surpreendê-lo se nunca teve um cachorro antes.

Este processo pode passar despercebido no caso de não ocorrerem complicações, mas se soubermos um pouco mais sobre a troca de dentes do cachorro poderemos acompanhar o nosso animal de estimação também durante esta mudança.

Também lhe pode interessar: Troca de pelo do Husky Siberiano

A dentadura do filhote de cachorro

A dentadura de um filhote de cachorro conta com 28 dentes de leite que à medida que vão caindo dão lugar a uma dentadura definitiva com 42 peças dentais.

A mudança inicia-se aproximadamente aos 4 meses e acaba entre os 6 e 9 meses, embora este período de tempo possa variar sempre dependendo do cachorro e da sua raça. Este processo passa muitas vezes despercebido, uma vez que o cachorro não mostra nenhum sinal de dor e, por vezes chega a engolir as peças dentais, pelo que pode ser difícil perceber que o nosso animal de estimação se encontra neste momento. Um dos principais sintomas da mudança de dentadura é o desejo de morder, este desejo vem acompanhando de incômodos nas gengivas e uma ligeira dor.

O que fazer quando o cachorro troca de dentes

A nossa intervenção deve ser miníma porque se trata de um processo fisiológico e completamente normal. O que se pode fazer é aliviar a dor que a dentição causa com brinquedos moles.

Se o cachorro tiver brinquedos moles para morder terá mais recursos para administrar a dor e a gengivite. É importante que estes sejam suaves, tenha em conta que os brinquedos mais duros não são recomendáveis até aos 10 meses.

Os ossos também não são uma boa opção porque são demasiado duros e consistentes, guarde-os para quando o cão crescer. Do mesmo modo, durante este período de tempo, também não será necessário que escove os dentes do seu cachorro, a acumulação de tártaro e placa apenas ocorre nestas primeiras etapas.

Esteja atento a possíveis complicações

Por vezes pode ser que os dentes de leite não caiam apesar da força que o dente definitivo exerce. Neste casos podem ocorrer algumas complicações.

Se der conta que no período de tempo previsto o seu cachorro não trocou todos os seus dentes, é importante que consulte um veterinário. Pois isso pode comprometer a mordida do cachorro, ou seja, pode fazer com que o encaixe da sua mandíbula não seja o adequado. Além disso, perante estes casos a visita ao veterinário é bastante necessária porque o aumento da dor pode ser considerável.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Troca de dentes do cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Higiene dental.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Troca de dentes do cachorro

O que lhe pareceu o artigo?

Troca de dentes do cachorro
1 de 4
Troca de dentes do cachorro