Partilhar

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!

Ver fichas de  Gatos

Com a chegada do bom tempo, as altas temperaturas também aparecem e com elas a preocupação dos tutores em manter o seu gato bem longe dos perigos do calor. Para consegui-lo, neste artigo do PeritoAnimal reuniremos as melhores dicas para proteger os gatos do calor.

Desta forma, além de manter o seu bem-estar, impediremos que o felino sofra a temida e potencialmente fatal insolação. Como veremos, a prevenção é uma ferramenta fundamental para não correr riscos desnecessários. Se acha que o seu gato está com calor, continue lendo!

Também lhe pode interessar: Como aliviar o calor do cachorro - 10 dicas!

1. Gato sofre com calor - previna a insolação

Os gatos gostam de calor? Sim, é claro, eles adoram deitar ao sol aproveitando qualquer raio ou o calor de um radiador, como podemos observar no seu convívio. Porém, quando as temperaturas são altas, eles também precisam proteger-se do sol, pois, o calor excessivo pode causar sérias complicações, como a insolação, um problema potencialmente mortal para o nosso gato. Como resultado da exposição às altas temperaturas ocorre a hipertermia, ou seja, o aumento da temperatura corporal, que desencadeia uma série de reações no organismo que podem levar a sua morte.

Um gato que sofre de insolação irá mostrar sintomas como respiração ofegante, dificuldade em respirar, intensa coloração vermelha nas mucosas, febre, vômitos, sangramento e até mesmo estado de choque que pode levar à morte. Devemos procurar uma atenção veterinária urgente.

Assim como nos humanos, a exposição direta ao sol pode causar, além da insolação, queimaduras, especialmente no nariz e nas orelhas e nos gatos com pelagem branca. Para evitar estas graves consequências, explicaremos nas seções seguintes, alguns cuidados para proteger os gatos do calor.

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo! - 1. Gato sofre com calor - previna a insolação

2. Gato sente calor - Forneça ao gato um ambiente fresco

A temperatura ideal para os gatos, ou seja, a temperatura normal do seu corpo é um pouco acima da humana, mas, é preciso considerar as suas dificuldades de se auto resfriar. O que os humanos realizam facilmente através do suor, para os gatos, é mais complexo porque eles precisam se lamber para resfriar com ajuda da saliva. Os felinos podem suar somente através das falanges.

Portanto, não é necessário perguntar-se que temperatura um gato deve receber, porque esta será semelhante ao calor que podemos suportar. Assim, a temperatura ideal para um gato também será boa para nós, tanto no verão como no inverno. Neste caso, aqui estão algumas dicas adicionais para proteger os gatos do calor que podem ser aplicadas no seu ambiente:

  • Ao gato fará bem qualquer medida que tomemos para manter uma temperatura confortável em nossa casa, incluindo o uso de recursos como ar condicionado ou ventiladores.
  • É uma boa ideia manter as persianas baixas ou as cortinas fechadas na sala, onde o sol seja mais forte.
  • Se aconselha abrir as janelas para ventilar e resfriar a casa. É essencial tomar precauções para evitar quedas, pois, é comum os gatos saltarem por janelas e varandas. De fato, isso é tão comum que é conhecido como síndrome do gato paraquedista e pode resultar em sérias consequências e até mesmo a morte, por isso, é vital instalar proteções de janela como mosquiteiros.
  • Sempre que deixamos o nosso gato sozinho, ele deve ter um lugar com sombra e acesso à água fresca. O banheiro geralmente é um bom lugar, já que os azulejos se mantêm frios e não é raro ver os gatos dormindo também em lugares como a pia ou o bidê.
  • Se o gato tem a chance de sair ao exterior em uma área que controlada, como um pátio ou jardim, também devemos garantir a possibilidade de sombra e água.
  • Finalmente, evite exercícios ou jogos bruscos e corridas em épocas de máximo calor.

3. Garantir hidratação adequada

Dentre os conselhos para proteger os gatos do calor, o papel da água é fundamental para resfria-lo durante o verão. Às vezes, os felinos relutam em hidratar-se, por isso, é importante incentivá-los ao consumo de água. Sabe-se que eles são atraídos por água corrente, seja saída da torneira ou das fontes especiais para gatos que são usadas como bebedouros.

Nas estações quentes, é essencial garantir que a água permaneça fresca, portanto, devemos trocá-la várias vezes ao dia. Alguns gatos gostam de brincar com cubos de gelo, o que também pode ser um truque para se refrescar e beber mais água. Oferecer alimento úmido ou caldos para beber também pode ajudá-los a manter a sua hidratação, especialmente importante em gatos com problemas renais ou os mais pequenos, idosos, braquicefálicos ou doentes, por constituir uma população mais vulnerável.

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo! - 3. Garantir hidratação adequada

4. Os banhos do gato no verão

A pelagem do nosso animal desempenha um papel importante quando se trata de protegê-lo do sol, por isso, uma das dicas para proteger os gatos do calor está relacionada ao cuidado de seus pelos. Como já foi dito, o pelo ajuda a isolar o calor e proteger a pele das queimaduras solares. Embora os felinos mantenham uma rotina meticulosa de cuidados pessoais, podemos ajudá-los com uma escovação frequente. Desta forma, ajudamos a eliminar os pelos mortos.

Também podemos dar banho no nosso gato durante o verão, contudo, pode ser mais refrescante nos limitarmos a uma toalha umedecida com água fresca (não gelada) ou a nossa própria mão molhada nas suas costas e cabeça. Assim, a água agirá como se fosse a sua própria saliva e a evaporação no seu corpo o ajudará a se sentir revigorado.

Além disso, se o gato gosta de se molhar, podemos oferecer uma banheira ou piscina pequena com alguns centímetros de água, de modo a cobrir apenas a parte inferior das pernas, para que ele possa brincar e se refrescar como deseje. Podemos colocar esta piscina, que pode ser de tamanho pequeno, em uma varanda ou pátio ou mesmo dentro da banheira ou chuveiro, se quisermos evitar molhar o chão.

5. As viagens no verão

Finalmente, se nos movemos com o gato em épocas de alta temperatura, seja apenas para leva-lo ao veterinário, devemos seguir algumas dicas para protege-los do calor, como viajar nas horas mais frescas do dia, ou seja, primeira hora da manhã ou última hora tarde e à noite.

Se a viagem for longa, devemos parar toda vez para oferecer água e / ou refrescá-lo. Se viajamos com o felino de férias, temos que anotar os telefones dos veterinários da região, incluindo aqueles que oferecem serviços de emergência. É essencial, também, nunca deixar o nosso amigo peludo sozinho no carro quando a temperatura estiver alta, pois, ele pode morrer de uma insolação, como explicamos.

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo! - 5. As viagens no verão

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados básicos.

Escrever comentário sobre Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Cristina Luz
Olá obrigada pelo bom artigo. Minha gatinha Mel tem pouco mais de 1 ano foi adotada e adora beber da torneira mas fica toda molhada e de inverno também. A unica maneira de beber agua é de algum recipiente que lhe pomos quando fazemos fins de semana fora. Não se habitua a beber do prato ou bebedouro eletrico que mantém a água sempre corrente. As cachorras adoram beber ali e a Mel só de torneira.

Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!
1 de 4
Gato com calor - 5 dicas para o protegê-lo!

Voltar ao topo da página