menu
Partilhar

Como os gatos marcam território?

Por Marta Sarasúa, Etóloga e auxiliar veterinária. Atualizado: 26 junho 2022
Como os gatos marcam território?

Ver fichas de  Gatos

Os felinos utilizam diferentes tipos de marcação para deixar sinais visuais e olfativos no ambiente em que vivem e, desta forma, transmitir informações relevantes para seus congêneres. Isto significa que a marcação tem uma função comunicativa importante para os gatos e é um comportamento totalmente natural da espécie, mesmo que para nós possa ser incômodo ou desagradável que nosso gatinho suje com urina as cortinas da casa ou que arranhe as beiradas do sofá.

Se você convive com um ou mais gatos ou está pensando em adotar um e deseja conhecer mais sobre os comportamentos de marcação, este artigo do PeritoAnimal será interessante para você, pois falaremos sobre o porquê e como os gatos marcam território, que tipo de marcação existem e o que podemos fazer se nosso felino está constantemente deixando sinais pela casa. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Quais são os melhores prêmios para gatos?

Por que os gatos marcam?

Até pouco tempo atrás se pensava que os gatos realizavam marcações de território unicamente através da urina, que isto era tarefa exclusiva dos machos e que faziam isso por uma única causa: delimitar seu território e evitar que os intrusos entrassem nele. No entanto, hoje em dia sabemos que, mesmo que o último motivo mencionado seja real, não é o único que existe e não é verdade que os gatos marcam território somente através da urina, pois também o fazem de outras maneiras. Aliás, como se pode comprovar, as gatas fêmeas marcam território, de forma que também realizam marcações com a mesma frequência que os machos, o que demonstrou que este não é um comportamento que dependa do sexo do felino.

Os gatos marcam território para se comunicarem entre eles, esse é o objetivo principal. Graças a esse sistema, os animais podem receber informação olfativa sobre o sexo, idade ou estado de saúde dos demais felinos do local, como se fosse uma carta de apresentação. Mas, por que fazem isso? Se os gatos emitem toda estas informações é, provavelmente, por algum dos seguintes motivos:

  • Delimitação do território: esta é a causa mais documentada. Os gatos marcam os limites do seu território habitual para avisar os outros animais que é ali que vivem. Dentro de casa, o gato, seja macho ou fêmea e independentemente se é castrado ou não, podem marcar os espaços onde se encontram os recursos de mais valor (sua tigela de comida, seus brinquedos ou sua cama, por exemplo) ou nos locais onde é mais intenso o cheiro do tutor, como o sofá. Geralmente, os gatos não estão muito dispostos a compartilhar o que consideram seu lar ou seu local de descanso na casa com outros animais desconhecidos, assim, quando outros felinos detectam estas mensagens, podem se distanciar para evitar disputas.
  • Interesse sexual: a informação emitida através de uma marcação também pode ter o objetivo de indicar a disponibilidade sexual do indivíduo e sua intenção de encontrar um parceiro para se reproduzir. Este tipo de marcação se observa em ambos os sexos e, mesmo que nas fêmeas não castradas seja muito mais frequente e intenso durante as épocas de cio, nos machos ocorre praticamente durante todo o ano.
  • Fatores ambientais e estresse: os gatos são animais muito sensíveis, assim as mudanças no seu entorno ou em sua rotina podem provocar muito estresse, o que faz que aumentem a frequência que realizam marcações, especialmente com urina, mas podem usar também suas unhas. Neste caso, o objetivo do felino não é tanto em se comunicar com os demais gatos, mas tentar se adaptar a um ambiente em que esteja se sentindo inseguro, reduzir sua ansiedade e relaxar. Descubra neste outro artigo os Sintomas de estresse em gatos para agir com rapidez.

Tipos de marcação em gatos

Como mencionamos anteriormente, a urina é uma das formas que o gato utiliza para marcar território, mas não é a única. Outros comportamentos também podem ser utilizados com finalidades comunicativas mesmo que, às vezes, não tenhamos consciência disso.

As principais formas de marcação nos gatos são:

1. Marcação de território com urina

A urina contém muita informação olfativa em forma de feromônios que os gatos detectam e processam através de uma estrutura especial denominada órgão vomeronasal. Este órgão, situado no paladar atrás dos incisivos superiores, é o que permite aos felinos conhecer, entre outras coisas, o estado sexual ou de saúde de outros animais. Quando o gato marca com urina, levanta a cauda até a deixar em posição completamente elevada e a movimenta rapidamente (como se estivesse vibrando) uma vez que libera pequenas gotas de urina em forma de spray sobre um elemento vertical. Este comportamento é reproduzido por machos e fêmeas, pois as gatas também marcam território com urina.

Devido a urina expulsada com fins de marcação ser diferente da urina "normal", muitos tutores se perguntam qual o cheiro da marcação dos gatos. O certo é que a urina do gato solta um odor muito mais forte que a dos outros animais, por isso é facilmente perceptível quando borrifam com urina qualquer lugar da casa. Desta forma, a urina para marcar, como a urina "normal", também tem o cheiro forte.

2. Marcação de território podal

Todo aquele que seja ou tenha sido tutor de um gato sabe que estes animais tendem a arranhar certos elementos da casa como os sofás, cadeiras ou árvores do jardim. Eles não fazem isso para nos incomodar e, mesmo que é certo que arranhar é importante para o cuidado com as unhas, o objetivo principal não é afiar as mesmas. Arranhar certas superfícies é um comportamento natural e necessário no gato e corresponde a um tipo de marcação denominada "podal". Através desta conduta, o felino deixa um sinal que é visual e olfativo, pois em suas patas também contêm glândulas que liberam feromônios.

3. Marcação de território facial

Por último, encontramos a marcação facial, que é aquela em que os gatos realizam quando esfregam seu rosto contra certos objetos, animais ou pessoas. O felino pode realizar este tipo de marcação quando se encontra tranquilo e contente com o espaço ou com o indivíduo e, ao fazer isso, deixa um sinal químico (feromônios) sobre a superfície em questão. Assim, se seu gato esfrega o rosto contra o seu está deixando em você este sinal porque se sente seguro e tranquilo contigo. Sem dúvida, é um sinal claro de confiança, mas não quer dizer que esteja te marcando como propriedade dele, nas sessões seguintes falaremos sobre isso.

Como os gatos marcam território? - Tipos de marcação em gatos

Quando os gatos começam a marcar território?

Agora que conhecemos os tipos de marcação, em que idade os gatos começam a marcar território? Por norma geral, se começa a perceber as condutas de marcação quando se alcança a maturidade sexual, coisa que nos gatos acontece em idade jovem. No caso das fêmeas, a maturidade se alcança com a chegada do primeiro cio, que acontece entre os 6 e 7 meses de vida, embora devido a época do ano, da temperatura ou da raça do felino, entre outros fatores genéticos e ambientais, algumas gatas podem alcançar a maturação inclusive antes, podendo ficar grávidas já aos quatro meses de idade. Por sua vez, os machos são mais precoces e na idade entre 4 e 5 meses a maioria já se considera maduros no nível sexual.

Alcançar a maturidade sexual implica que os felinos sentem a necessidade de sair para procurar um parceiro, o que faz com que as marcações, especialmente as que acontecem através da urina, começam a ser mais frequentes, tanto fora como dentro de casa. Ainda, na medida que crescem, os gatos começam a delimitar seu território e a proteger o mesmo frente a possíveis intrusos, o que significa que marcarão com mais intensidade aqueles locais que considerem de mais valor. No entanto, como vimos, existem outros tipos de marcação que não estão relacionadas com instinto reprodutivo nem com a territorialidade. As marcações por estresse podem aparecer nos gatos em qualquer idade, sempre que se sintam inseguros ou alterados diante de alguma situação que não podem controlar, como uma mudança, a chegada de um novo membro na família ou uma mudança brusca em suas rotinas.

Por outro lado, as marcações faciais podem aparecer quando o animal está tranquilo, relaxado e feliz e é muito frequente que façam com seus tutores quando se sentem felizes com ele. Esta marcação também pode aparecer em qualquer idade, sempre e quando o gato confie nos humanos que convive e se sente seguro no seu ambiente.

Como os gatos marcam?

Sabemos os tipos de marcação nos gatos e quando começam se desenvolver mas, exatamente como marcam? Vamos responder as dúvidas mais frequentes relacionadas com o tema:

Como os gatos marcam as pessoas?

Como seguramente você tenha observado em mais de uma ocasião, os gatos podem esfregar seu rosto contra as pernas, as mãos ou outras partes do corpo das pessoas que tenham confiança e que se sentem seguros, geralmente com seus tutores. Este é um tipo de marcação facial com que deixam sinais químicos em nós.

Como o tipo de marcação mais estudado em felinos sempre foi o territorial, durante muito tempo se acreditou que os gatos nos marcam porque nos consideram sua propriedade, ou seja, parte do seu território. No entanto, esta explicação é algo simplista e pode subestimar a relação entre o gato e seu tutor, comparando-a com a relação que pode ter com qualquer objeto.

Se observarmos o comportamento dos gatos nos daremos conta que eles também esfregam o rosto uns nos outros quando se encontram depois de um tempo separados e não o fazem porque "pertencem uns aos outros". Esta conduta, que muitas vezes vem acompanhada de ronronar, é realizada unicamente com seus companheiros mais próximos, como aqueles que convivem ou que tem uma relação de amizade. Da mesma forma, se esfregam nos seus tutores como uma saudação e deixando seu cheiro, aumentam o vínculo com eles.

Como os gatos marcam seu território?

Em relação à marcação do território, os gatos podem realizar de várias maneiras. A marcação com urina e a podal são as mais comuns para delimitar um espaço e advertir os demais animais da sua presença. Os gatos que têm acesso a locais externos tendem a marcar as árvores, muros ou outros elementos verticais que se encontram nos entornos da sua casa, marcando com urina ou os arranhando. Por outro lado, os gatos que vivem em interiores podem gostar de marcar portas ou janelas e locais onde os tutores passam muito tempo ou onde é mais fácil para eles inserir as unhas, como cadeiras, sofás ou camas.

Uma vez que delimitaram seus locais de atividade, caça e descanso, renovam regularmente seu odor através de marcações faciais, o que os fazem se sentir confortáveis em seu entorno. Por este motivo, é totalmente normal e comum observar que o gato se esfrega contra objetos e móveis.

Como os gatos marcam território? - Como os gatos marcam?

O que fazer quando um gato marca?

Mesmo que possa ser muito desagradável que nosso gato deixe urina no interior da casa ou arranhe os móveis, a marcação é um comportamento totalmente natural nos felinos, tanto que a realizam inclusive quando não convivem com outros gatos ou quando não existe possibilidade de que outros animais invadam seu território. Por este motivo, é pouco eficaz (e em alguns casos contraproducente) os castigar por isso. No entanto, isto não quer dizer que não tenha formas de reduzir a frequência com que o felino reproduza esses comportamentos e, dependendo do tipo de marcação e de sua finalidade, algumas serão mais efetivas que outras.

Castração/esterilização

A primeira opção que provavelmente você pensa é a castração. É certo que a extirpação dos órgãos sexuais é uma solução muito efetiva no caso das marcações com finalidades reprodutivas. Ao eliminar a principal fonte de hormônios sexuais, se reduz significamente a marcação com urina, assim como outros problemas associados com o instinto sexual, por exemplo, as ninhadas indesejadas ou o impulso dos gatos de sair de casa para buscar parceiros, o que pode levar a acidentes ou a brigas. Entretanto, a castração também pode ter certos inconvenientes, especialmente se iniciam em idades jovens, por isso é sempre importante procurar um veterinário ou etólogo felino.

Por outro lado, a marcação em gatos esterilizados pode continuar dependendo de vários fatores, como a idade em que foi castrado e principalmente o tipo de marcação.

Feromônios sintéticos e ambiente enriquecido

Por outro lado, a marcação que ocorre como consequência do estresse não se elimina com a castração, mas sim proporcionando ao gato um ambiente enriquecido, tranquilo e estável onde possa se sentir seguro. Para criar este espaço podemos, por exemplo, utilizar feromônios felinos apaziguantes, colocar torres e arranhadores suficientes para que o animal os arranhe e escale ou utilizar caixas em forma de abrigos em que o gato pode se esconder se sente-se inseguro. Claro, jamais devemos castigar o animal por urinar ou arranhar os móveis, pois podemos aumentar seus níveis de estresse.

Consulta veterinária

Por último, tem que considera que a marcação com urina não é o mesmo que as micções inadequadas, ou seja, que o gato urine em locais diferentes da sua caixa de areia. Se você percebe que o felino começou a urinar com mais frequência que o habitual ou que o faz fora do espaço destinado para isso, consulte seu veterinário para descartar possíveis patologias, como uma infecção de urina.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como os gatos marcam território?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Educação básica.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
dudu
SEU GATO ESTÁ APRONTANDO MUITO? Já sabe como ele marca território?
Como os gatos marcam território?
1 de 3
Como os gatos marcam território?

Voltar ao topo da página