Partilhar

Cachorro pode comer açaí?

 
Por Eduarda Piamore. 28 maio 2019
Cachorro pode comer açaí?

Ver fichas de  Cachorros

O açaí é um alimento representativo da cultura brasileira que ganhou muita popularidade no mundo inteiro tanto por seu sabor e textura únicos, como pelos benefícios à saúde humana. É uma fonte de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes naturais que ajudam a combater o envelhecimento celular, a fortalecer o sistema imunológico e garantir o correto funcionamento do organismo.

Considerando todas essas propriedades benéficas, é comum que muitos tutores se perguntem se seu cachorro pode comer açaí ou se este é um dos alimentos proibidos para os cães. É importante esclarecer que os cães não devem comer açaí, pois podem sofrer efeitos adversos como problemas gastrointestinais.

No decorrer deste artigo do PeritoAnimal, te explicamos porque você não deve oferecer açaí ao seu cachorro e o que fazer caso seu peludo coma açaí.

Também lhe pode interessar: Cachorro pode comer amendoim?

Cachorro pode comer açaí? É benéfico ou maléfico?

Se você se pergunta se seu cachorro pode comer açaí, você precisa enteder que a resposta é: Não! Como já mencionamos anteriormente, os cachorros não podem comer açaí e é um mito que este alimento resulta benéfico para a saúde canina. Mas, você deve estar se perguntando por que o açaí não é um bom alimento para os cachorros, a seguir vamos dar essa explicação e assim, você pode sempre oferecer a alimentação mais nutritiva para o seu melhor amigo.

Cachorro pode tomar sorvete de açaí?

Não, pois o sorvete de açaí é elaborado a partir da polpa da fruta e provoca os mesmos efeitos adversos no organismo dos cachorros. Porém, seu cachorro pode comer sorvete a base de água que seja preparado com frutas benéficas à sua saúde, como maçã, morango, pera, banana ou mirtilos. Aqui no PeritoAnimal, te ensinamos a fazer sorvete caseiro para cachorro saudável, nutritivo e saboroso.

Alimentos proibidos para cachorros: açaí

O açaí tem teobromina, uma substância química que está presente de forma natural em algumas frutas e frutos (como no açaí, no café e nas sementes de cacau), e que também pode ser adicionada na fabricação industrial de alguns alimentos, como é o caso do chocolate e seus derivados.

No organismo humano, a teobromina é uma das responsáveis por produzir aquela sensação de felicidade, prazer ou excitação que sentimos ao consumir alguns alimentos e bebidas. Ou seja, é uma substancia que atua como estimulante do sistema nervoso, impactando também nas funções cardíacas, pulmonares e motoras.

Por isso, o consumo moderado de alimentos com teobromina, como o chocolate e o açaí, oferecem um efeito antidepressivo e energizante para muitas pessoas. Porém, os cachorros não possuem as enzimas necessárias para metabolizar essa substância. Em consequência, os cães não são capazes de digerir corretamente o açaí e o consumo desta fruta pode causar sérios problemas gastrointestinais e até intoxicar seu pet.

Além disso, você também precisa considerar que o açaí é rico em açúcares, óleos e carboidratos, tendo um alto valor energético. Por isso, o consumo exagerado também pode provocar um rápido ganho de peso e à elevação dos níveis de glicose e colesterol na corrente sanguínea.

Cachorro não pode comer açaí - efeitos adversos

Se um cachorro ingere uma quantidade pequena de açaí, provavelmente apresentará problemas gastrointestinais, como gases, vômitos e diarreias. Também é possível que o efeito estimulante do açaí provoque algumas alterações de conduta no seu melhor amigo, como hiperatividade, nervosismo ou ansiedade.

Em doses mais altas, o cachorro pode mostrar sintomas de intoxicação. Geralmente, esses sintomas aparecem durante as 24 ou 48 horas posteriores ao consumo, pois este é o tempo que o organismo de um cachorro costuma demorar para eliminar a teobromina do seu organismo. Porém, se seu cachorro comeu muita quantidade de açaí, também pode apresentar alguns sintomas mais alarmantes, como por exemplo:

  • Convulsões;
  • Tremores;
  • Inatividade ou letargia;
  • Taquicardia e alterações no ritmo cardíaco;
  • Dificuldade para respirar e, em casos mais graves, falência respiratória.

Meu cachorro comeu açaí, e agora?

Se você observa ou suspeita que seu cachorro comeu açaí, a melhor coisa a ser feita é levá-lo imediatamente ao veterinário. Na clínica ou hospital veterinário, o profissional poderá investigar os possíveis efeitos adversos associados ao consumo do açaí e prescrever o tratamento mais adequado para evitar que cause danos ao organismo.

O tratamento sempre dependerá do estado de saúde e do organismo de cada cachorro, assim como da quantidade de açaí ingerido. Caso tenha sido uma dose pequena, o mais provável é que seu cachorro simplesmente fique em observação para garantir que ficará bem e não sofrerá nenhuma complicação. Porém, se seu cão comeu muito açaí, o veterinário avaliará a necessidade e a viabilidade de realizar uma lavagem estomacal e/ou de administrar medicamentos para controlar os danos causados pelo excesso de teobromina no corpo do animal.

Sabendo que os cachorros não podem comer açaí, é fundamental manter uma boa organização na sua casa para evitar que seu cachorro entre em contato com essa fruta, com a polpa ou qualquer alimento dela derivado. E como os cachorros são muito curiosos, lembre-se de nunca deixar qualquer alimento, produto ou substância potencialmente tóxica ao alcance do seu melhor amigo.

Confira quais são os alimentos tóxicos e proibidos para cachorro no nosso vídeo do YouTube:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro pode comer açaí?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Escrever comentário sobre Cachorro pode comer açaí?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro pode comer açaí?
Cachorro pode comer açaí?

Voltar ao topo da página